Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/16161
Title: Exercício físico e bem-estar subjectivo em estudantes internacionais da Universidade de Coimbra
Authors: Almeida, Nuno Miguel Alves Nunes de 
Orientador: Ferreira, José Pedro Leitão
Keywords: Estudantes estrangeiros; Exercício físico
Issue Date: 2005
Keywords: Estudantes estrangeiros; Exercício físico
Issue Date: 2005
Abstract: O presente estudo pretende avaliar as influências do género, da prática de exercício físico regular, bem como do número de horas de sono diárias e do estado de mudança do modelo transteórico no bem-estar subjectivo e no controlo de vida dos estudantes internacionais da Universidade de Coimbra no ano lectivo 2004/2005. O estudo envolveu uma amostra de 105 sujeitos, sendo 53 do género feminino e 52 do género masculino, apresentando uma idade média de 23,3 ± 2,5 e 23,5 ± 2,2 anos, respectivamente. Para a recolha de dados foi aplicada uma bateria de testes, constituída pelos seguintes instrumentos de medida, Satisfaction With Life Scale (SWLS) de Pavot et al. (1998) e a Self-Anchoring Rating Scale (Escada), visando a avaliação da Satisfação com a Vida (componente do BES), o Baecke Questionnaire de Baecke, et al. (1992) para avaliar a actividade física habitual e a atitude face ao exercício e o Questionário para Determinar Estados de Mudança. Para além destes instrumentos foi também utilizada uma ficha inicial de caracterização individual com o objectivo de recolher informações relativas a diferentes variáveis independentes em estudo. No que se refere ao tratamento estatístico dos dados, foi utilizada a estatística descritiva (médias, desvio padrão e tabelas de frequência), enquanto que para a comparação entre os constructos em estudo e as variáveis independentes (género, prática de exercício físico, número de horas de sono diárias e estado de mudança) foram utilizadas a estatística descritiva e a estatística inferencial (Teste-t de Student e Anova One Way). Os resultados levam-nos a concluir que ao nível da actividade física habitual, os sujeitos do género masculino são mais activos que os do género feminino, no entanto as raparigas apresentam um maior controlo de vida. Em relação à satisfação com a vida no geral (factor da componente cognitiva do bem-estar subjectivo), apenas foram encontradas diferenças em relação ao número de horas de sono diárias, indicando que quem dorme mais de oito horas por noite apresenta níveis superiores de bem-estar. Porém, quando analisámos a satisfação com a vida no momento, não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas, em quaisquer dos grupos em análise.
Description: Dissertação de licenciatura apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física.
URI: http://hdl.handle.net/10316/16161
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Vários

Files in This Item:
File Description SizeFormat
doc1_capa_NA.pdf13.93 kBAdobe PDFView/Open
doc2_Índices_NA.pdf153.34 kBAdobe PDFView/Open
doc4_Anexo 1_NA.pdf266.15 kBAdobe PDFView/Open
doc3_Capítulos_NA.pdf492.56 kBAdobe PDFView/Open
doc5_Anexo2_NA.pdf342.79 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

153
checked on Aug 14, 2019

Download(s) 5

4,044
checked on Aug 14, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.