Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/83484
Title: Um doce e nutritivo fruto: a castanha na história da alimentação e da gastronomia portuguesas
Authors: Soares, Carmen 
Coelho, Maria Helena da Cruz 
Keywords: castanha; história da alimentação; gastronomia; Portugal; literatura culinária
Issue Date: 2018
Publisher: IUC e PUC Press
Project: UID/ELT/00196/2013 
Serial title, monograph or event: Mesas Luso-brasileiras: Alimentação, Saúde & Cultura.
Volume: 2
Place of publication or event: Coimbra e Curitiba
Abstract: No presente estudo faz-se a história comparada da castanha na alimentação e gastronomia portuguesas na longa duração. As fontes consideradas, na sua maioria escritas (tanto literárias, como documentais e técnicas), cobrem cerca de 26 séculos, da Antiguidade clássica, atravessando os espaços europeus historicamente ligados ao cultivo e aproveitamento da castanha, até ao Portugal contemporâneo. O vasto universo de materiais disponíveis obrigou ao estabelecimento de critérios precisos de seleção das fontes, condicionados pelo objetivo principal do estudo: estabelecer a pegada literária da castanha. Assim, o foco da análise recaiu sobre testemunhos escritos sobre o uso da castanha na alimentação humana, buscando para cada época a tipologia de textos mais abundante em termos informativos: para a Antiguidade, textos literários e médicos gregos e romanos; para a Idade Média, documentação régia circunscrita sobretudo ao séc. XIII; para as Épocas Moderna e Contemporânea, os manuscritos, livros e revistas culinárias. A estrutura do trabalho reflete as principais conclusões alcançadas: a castanha como fruto básico da alimentação de populações específicas e consumido em contextos de carência, em que funciona como substituto do alimento primordial, o pão (ponto 1: A castanha, um alimento de sobrevivência); a castanha como património gastronómico, moldado pelas preocupações dietéticas (ponto 2: A castanha, um prazer da mesa em diálogo com as normas dietéticas; ponto 2.1: Consumo da castanha no Portugal moderno, gastronomia e dietética); a cultura, o consumo e as conceções gastronómicas e dietéticas associadas à castanha para Portugal têm raízes em tempos anteriores à fundação da nacionalidade (ponto 1.1: Cultura e consumo de castanha na Antiguidade: herança clássica e realidade portuguesa); a identificação de um “receituário fundador” da castanha nos primeiros tempos da nacionalidade (ponto 1.2: Cultura e consumo de castanha no Portugal medieval); a castanha como ingrediente transversal tanto à cozinha tradicional portuguesa como à cozinha requintada de influência e inspiração estrangeira (ponto 2. 2: Consumo de castanha no Portugal contemporâneo: da “alta cozinha” à cozinha tradicional portuguesa).
URI: https://hdl.handle.net/10316/83484
ISBN: 978-85-54945-11-4 (E-book)
DOI: 10.7213/978-85-54945-11-4_6
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CECH - Capítulos (ou partes) de Livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Doce&NutritivoFruito-Castanha.pdf4.02 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

1,148
checked on May 14, 2024

Download(s) 50

832
checked on May 14, 2024

Google ScholarTM

Check

Altmetric

Altmetric


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons