Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/44941
Title: Que mães/futuras mães utilizam a internet para questões relacionadas com saúde mental?
Other Titles: Which mothers/expecting mothers use the internet for questions related to mental health?
Authors: Alves, Stephanie 
Fonseca, Ana 
Canavarro, Maria Cristina 
Pereira, Marco 
Keywords: eHealth; Internet; Período perinatal; Saúde mental
Issue Date: Apr-2016
Citation: Alves, S., Fonseca, A., Canavarro, M. C., & Pereira, M. (2016). Que mães/futuras mães utilizam a Internet para questões relacionadas com saúde mental? Psicologia, Saúde & Doenças, 17(1), 82-88. doi:10.15309/15psd170112
Volume: 17
Issue: 1
Abstract: Com o desenvolvimento de novas tecnologias de informação e comunicação, a procura de informação sobre saúde na internet tem vindo a crescer. O objetivo deste estudo foi caracterizar o padrão de utilização de Internet para questões relacionadas com saúde e saúde mental de mulheres no período perinatal e analisá-lo em função de características sociodemográficas, clínicas e de literacia em eHealth. Neste estudo online, transversal e quantitativo, participaram 546 mulheres no período perinatal (57% no pós-parto). Foram recolhidos dados sociodemográficos, clínicos e de utilização de Internet para questões de saúde, e preenchidas a Escala de Depressão Pós-Parto de Edinburgh e a Escala de Literacia em eHealth. A maioria das participantes já utilizou a Internet para pesquisar sobre sintomas psicopatológicos (59.9%), mas menos sobre opções de tratamento (33.5%) ou profissionais de saúde (27.5%), e poucas interagiram com estes online (6%). As participantes com história prévia de problemas ou tratamento psicológicos/psiquiátricos, tratamento psicológico/psiquiátrico atual, níveis superiores de sintomatologia depressiva e literacia em eHealth, reportaram maior probabilidade de utilizar a internet para comportamentos de pesquisa de informação e interação relacionados com saúde mental. A maioria das mães/futuras mães recorre à internet para obter informação sobre saúde mental, nomeadamente aquelas com presença ou história prévia de dificuldades emocionais. Os profissionais de saúde deverão discutir a informação acedida por estas mulheres, para garantir a sua qualidade e adequada compreensão. Abordagens eHealth complementares podem ser vantajosas no contexto de saúde português.
URI: http://hdl.handle.net/10316/44941
DOI: 10.15309/16psd170112
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Artigos em Revistas Nacionais
I&D CINEICC - Artigos em Revistas Nacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat
2016 Que mães futuras mães utilizam a Internet para saúde mental.pdf591.25 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

119
checked on Nov 13, 2019

Download(s)

43
checked on Nov 13, 2019

Google ScholarTM

Check

Altmetric

Dimensions


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.