Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/18269
Title: Aplicação de um teste contínuo e de um teste intermitente na avaliação da aptidão aeróbia de futebolistas infantis masculinos
Authors: Martins, Marco Filipe Almeida da Silva 
Orientador: Silva, Manuel João Coelho e
Figueiredo, António José Barata
Keywords: Futebol
Issue Date: 2004
Abstract: Objectivo: O presente estudo propõe-se a verificar se há uma correlação entre um teste contínuo e um teste intermitente de índole aeróbia. Bem como, correlacionar estes testes com as medidas antropométricas, as capacidades motoras e habilidades motoras específicas do futebol. Metodologia: Foram observados 87 jovens do sexo masculino, federados na modalidade de futebol, pertencendo à categoria de sub-13 (infantis), da Associação Académica de Coimbra/OAF (n=46), Associação Desportiva da Adémia (n=8), Clube de Futebol “Os Marialvas” (n=17). Relativamente à morfologia, as medidas utilizadas foram as antropométricas simples: estatura, altura sentado, massa corporal, quatro diâmetros, dois perímetros e quatro pregas de gordura subcutânea, retiradas por um observador experiente. Para avaliar as capacidades motoras utilizou-se os seguintes testes: YO-YO e PACER (capacidade aeróbia máxima), sete sprints (capacidade anaeróbia máxima e velocidade), Squat jump e impulsão vertical com contra movimento - Counter movement jump - (força dos membros inferiores) e o teste 10x5 metros (agilidade). Para verificar os níveis de execução dos atletas das habilidades motoras específicas do futebol foram utilizados os seguintes testes: “passe à parede”, “toques de pé”, remate e o M-test. Conclusões: Com este estudo podemos afirmar que o teste aeróbio contínuo de corrida, permite ser aplicado a pessoas de diferentes condições cardio-respiratórias, sendo portanto um teste mais geral com uma vertente de aptidão geral. Enquanto o teste intermitente está mais adaptado às condicionantes do Futebol, pois os jovens que têm os melhores resultados no teste do YO-YO são também os melhores nas habilidades manipulativas específicas do futebol. Os jovens atletas de 12 anos têm uma maior correlação relativamente aos seus colegas de 11 anos. Esta correlação piora com a idade motivo pela acumulação dos factores de treino. Custa menos aos indivíduos altos e pesados fazerem o teste intermitente, enquanto os mais pesados têm um pior desempenho no PACER. Impulsão vertical correlaciona-se mais intensamente com o PACER e pouco com o teste intermitente YO-YO.
Description: Dissertação de licenciatura apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física
URI: http://hdl.handle.net/10316/18269
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Vários

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Aplicação de um Teste Contínuo e de um Teste Intermitente na.pdf415.77 kBAdobe PDFView/Open
Capa - Marco Filipe Martins.pdf30.22 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

405
checked on Dec 11, 2019

Download(s) 5

5,711
checked on Dec 11, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.