Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10316/88248
Título: Deteção dos protozoários Giardia lamblia e Cryptosporidium sp. em saladas embaladas prontas a consumir
Outros títulos: Detection of protozoa Giardia lamblia and Cryptosporidium sp. in packaged ready-to-eat salads
Autor: Almeida, Daniela Filipa Correia de
Orientador: Sousa, Maria do Céu Rodrigues de
Palavras-chave: Giardia lamblia; Cryptosporidium sp.; nested-PCR; qPCR; sequenciação; Giardia lamblia; Cryptosporidium sp.; nested-PCR; qPCR; sequencing
Data: 23-Jul-2019
Título da revista, periódico, livro ou evento: Deteção dos protozoários Giardia lamblia e Cryptosporidium sp. em saladas embaladas prontas a consumir
Local de edição ou do evento: Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
Resumo: Os protozoários Giardia lamblia e Cryptosporidium sp. são parasitas intestinais humanos que podem causar graves complicações no hospedeiro. A sua transmissão ocorre por via fecal-oral, podendo ser direta, através do contacto pessoa-pessoa ou pessoa-animal, ou indireta, através da ingestão de água ou alimentos contaminados. Entre estes alimentos encontram-se as saladas embaladas prontas a consumir, que são cada vez mais utilizadas pelos consumidores devido à sua natureza prática e rápida. No entanto, poderão estar contaminadas por fezes contendo quistos ou ooquistos destes protozoários, por exemplo devido à utilização de água de irrigação contaminada. Estas estruturas parasitárias são muito resistentes às condições ambientais bem como aos tratamentos de água, podendo permanecer infeciosos no ambiente durante longos períodos de tempo e, deste modo, contaminar os alimentos. O objetivo do presente trabalho foi detetar e caracterizar estes protozoários em saladas embaladas prontas a consumir, de modo a avaliar o possível risco para os consumidores.Foram analisadas 36 amostras de saladas de três marcas e de quatro variedades, adquiridas em supermercados das cidades de Coimbra e Viseu durante o mês de outubro de 2018. A extração de ADN foi realizada através do kit comercial NZY Tissue gDNA Isolation Kit (nzytech) e a deteção dos protozoários foi realizada por técnicas de nested-PCR e PCR quantitativo em tempo real (qPCR). A caracterização das espécies e genótipos foi realizada por sequenciação.Observou-se amplificação do gene ssu rRNA de Giardia lamblia por nested-PCR em 17 das 36 amostras de saladas analisadas (47,22 %) e amplificação do gene tpi de Giardia lamblia por qPCR em 7 dessas amostras para os genótipos A ou B. As amostras positivas no nested PCR do gene ssu rRNA foram sujeitas a sequenciação e o genótipo A foi identificado em 11 delas (30,56 %). Cryptosporidium sp. não foi detetado em nenhuma das 36 amostras analisadas por nested-PCR e qPCR.O facto de ter sido detetada Giardia lamblia genótipos A e B nas amostras de saladas analisadas é preocupante porque estes genótipos são responsáveis pela infeção no Homem e, ainda, porque é indicativo de que as saladas foram sujeitas a contaminação fecal.Deste modo, é de extrema importância o estabelecimento de medidas que visem o controlo e prevenção da presença destes protozoários ao longo de todo o processamento das saladas, de modo a evitar que infetem os consumidores e possam ter graves consequências na sua saúde.
The protozoa Giardia lamblia and Cryptosporidium sp. are human intestinal parasites that can cause severe complications in their host. Its transmission occurs by the fecal-oral route, being able to be direct, through the contact person-person or person-animal, or indirect, through the ingestion of contaminated food or water. Packaged ready-to-eat salads are one of these foods, which are increasingly used by consumers because of their practical and fast nature. However may be contaminated if the waters used for irrigation are also contaminated by feces with cysts or oocysts of these protozoa. Those parasitic structures are very resistant to environmental conditions as well as to water treatments and can remain infectious in the environment for long periods of time and thus reach food.This work intends to detect and characterize these two protozoa in packaged ready-to-eat salads, in order to evaluate the possible risk to the consumers.Thirty-six samples of salads of three brands and four varieties, purchased at supermarkets in the cities of Coimbra and Viseu during the month of october, 2018, were analyzed. DNA extraction was performed using the NZY Tissue gDNA Isolation Kit (nzytech) and the detection of protozoa was performed by nested-PCR and real-time quantitative PCR (qPCR). The species / genotype characterization was performed by DNA sequencing.Amplification of the ssu rRNA Giardia lamblia gene by nested-PCR was performed in 17 of the 36 samples analyzed (47.22 %) and amplification of the Giardia lamblia tpi gene by qPCR in 7 of those samples for genotype A or B. Positive samples in the nested-PCR of the ssu rRNA gene were sequenced and genotype A was identified in 11 (30.56 %). Cryptosporidium sp. was not detected in any of the 36 samples analyzed by nested-PCR and qPCR.The fact that Giardia lamblia genotypes A and B has been detected in the samples analyzed is worrisome because those genotypes are responsible for the infection in humans and, also, because it is indicative that the salads were subjected to fecal contamination.It is therefore extremely important to establish measures to control and prevent the presence of these protozoa throughout the processing of salads in order to prevent them from reaching consumers and may have serious consequences for their health.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Segurança Alimentar apresentada à Faculdade de Farmácia
URI: http://hdl.handle.net/10316/88248
Direitos: openAccess
Aparece nas coleções:UC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato
Tese pdf.pdf753.1 kBAdobe PDFVer/Abrir
Mostrar registo em formato completo

Google ScholarTM

Verificar


Este registo está protegido por Licença Creative Commons Creative Commons