Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/85674
Title: Intenção da população portuguesa de recomendar a procura de ajuda profissional para a depressão pós-parto: O papel do conhecimento e atitudes sobre a depressão pós-parto e das atitudes perante a procura de ajuda profissional
Other Titles: Intention of Portuguese population to recommend professional help-seeking for postpartum depression: The role of individual’s knowledge and attitudes about postpartum depression and of attitudes towards seeking professional help
Authors: Branquinho, Mariana Cova Jorge 
Orientador: Canavarro, Maria Cristina Cruz Sousa Portocarrero
Keywords: Depressão Pós-Parto;Conhecimento sobre Depressão Pós-Parto;Atitudes sobre Depressão Pós-Parto;Intenção de Recomendar a Procura de Ajuda Profissional Para a Depressão Pós-Parto;População Geral;Postpartum Depression;Knowledge about Postpartum Depression;Attitudes about Postpartum Depression;Intention to Recommend Professional Help-Seeking for Postpartum Depression;General Population
Issue Date: 18-Jul-2018
Abstract: Objective: This study aimed to characterize the Portuguese population’s knowledge and attitudes about postpartum depression and intention to recommend professional help-seeking to postpartum women presenting emotional difficulties, as well as to analyze its sociodemographic and clinical correlates. Moreover, this study aimed to examine the role of knowledge (depression literacy, knowledge about postpartum depression) and attitudinal (stigma, attitudes towards postpartum depression, propensity for professional help-seeking) factors in the individual’s intention to recommend professional help-seeking to women during the postpartum period. Method: A total of 621 people of the general population (88.1% women) answered an online survey, including questions concerning depression literacy, knowledge and attitudes about postpartum depression, attitudes towards professional help-seeking (stigma and propensity) and intention to recommend professional help-seeking for postpartum depression. Results: The sample presented an adequate level of knowledge and positive attitudes about postpartum depression, as well as a high intention to recommend professional help-seeking to a woman with postpartum depression. Lower levels of knowledge and more negative attitudes about postpartum depression were found in males, older and less educated people. High levels of depression literacy and knowledge about postpartum depression, positive attitudes about postpartum depression and positive attitudes towards professional help-seeking, low levels of stigma, high awareness of treatment’s usefulness and a high propensity to seek help were associated with higher intention to recommend professional help-seeking to a woman with postpartum depression. Conclusions: These results show the importance of awareness-raising and education campaigns directed at the general population, particularly focusing on people who can act as the postpartum women support network (e.g., partners, parents, in-laws), aimed at increasing the level of knowledge and to foster more positive attitudes towards postpartum depression, as well as more positive attitudes towards professional help-seeking, in order to increase the intention to recommend professional help-seeking to a woman with postpartum depression symptoms.
Objetivo: Este estudo pretendeu caracterizar o conhecimento e atitudes sobre a depressão pós-parto da população portuguesa e a intenção de recomendar a procura de ajuda profissional, bem como analisar os seus correlatos sociodemográficos e clínicos. Para além disso, este estudo teve como objetivo analisar o papel do conhecimento (literacia em depressão, conhecimento sobre depressão pós-parto) e das atitudes (estigma, atitudes sobre depressão pós-parto, propensão para procurar ajuda profissional) na intenção de recomendar a procura de ajuda profissional a mulheres no período pós-parto. Método: Um total de 621 pessoas da população geral (88.1% mulheres) responderam a um questionário online de autorresposta, que avaliou a literacia em depressão, o conhecimento e atitudes sobre depressão pós-parto, as atitudes perante a procura de ajuda profissional (estigma e propensão) e a intenção de recomendar a procura de ajuda profissional para a depressão pós-parto. Resultados: A amostra apresentou um nível adequado de conhecimento e atitudes positivas sobre depressão pós-parto, bem como uma intenção elevada de recomendar a procura de ajuda profissional a uma mulher com depressão pós-parto. Verificaram-se níveis mais reduzidos de conhecimento e atitudes mais negativas sobre a depressão pós-parto em indivíduos do sexo masculino, mais velhos e com menor escolaridade. Níveis elevados de literacia em depressão e conhecimento sobre depressão pós-parto, atitudes positivas sobre a depressão pós-parto e atitudes positivas perante a procura de ajuda profissional, níveis reduzidos de estigma, elevada perceção da utilidade do tratamento e elevada propensão para procurar ajuda associaram-se a maior intenção de recomendar a procura de ajuda profissional a uma mulher com depressão pós-parto. Conclusões: Estes resultados apontam para a importância da realização de campanhas de sensibilização e educação dirigidas à população geral, com foco nas pessoas que podem constituir a rede de apoio de mulheres no período pós-parto (e.g., companheiro, pais, sogros), que visem aumentar o nível de conhecimento sobre depressão pós-parto e fomentar atitudes mais positivas perante a depressão pós-parto, bem como atitudes mais positivas perante a procura de ajuda profissional, de forma a aumentar a intenção de recomendar a procura de ajuda profissional a uma mulher com depressão pós-parto.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/85674
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese de Mestrado Integrado_Mariana Branquinho.pdf831.89 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

63
checked on Apr 16, 2019

Download(s)

33
checked on Apr 16, 2019

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons