Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/85539
Title: Sé7ima Memória
Other Titles: Seventh Memory
Authors: Lopes, Cristina Batista 
Orientador: Branco, Sérgio Emanuel Dias
Keywords: Cinema; Memória; Censura; Política Cultural; Terceira idade; Cinema; Memory; Censorship; Cultural Policy; Third Age
Issue Date: 11-Oct-2017
Serial title, monograph or event: SÉ7IMA MEMÓRIA
Place of publication or event: Universidade de Coimbra
Abstract: O projeto intitulado a Sé7ima Memória surge no sentido de responder à falta de iniciativas culturais direcionadas para a terceira idade em Portugal. Através deste trabalho procurou-se intervir junto da comunidade idosa usando o cinema como ferramenta de inclusão e como meio de aproximação às memórias deste grupo. A proposta passou por refletir o envelhecimento da população, as políticas culturais existentes e simultaneamente esboçar a história do cinema Português. Entre abril e junho de 2016 foram realizadas 12 sessões de cinema e projetados os seguintes filmes: As pupilas do Sr Reitor (1935) de Leitão de Barros, Canção da Terra (1938) de Jorge Brum do Canto, Capas Negras (1947) de Armando de Miranda, Rasganço (2001) de Raquel Freire; Respirar debaixo de água de (2000) António Ferreira, Camões (1946) Leitão de Barros, Aniki Bóbó (1942), Porto da Minha infância (2001) e O Estranho caso de Angélica (2010) de Manoel de Oliveira, Aldeia da Roupa Branca (1939) de Chianca de Garcia, A canção de Lisboa(1933) Cottinelli Telmo e uma sessão extra a pedido dos utentes A Severa (1931) de Leitão de Barros. Os espectadores que assistiram às sessões têm idades compreendidas entre os 65 e os 90 anos. As suas memórias cinematográficas dizem respeito, sobretudo, ao cinema produzido ao longo das décadas de 1930 e 1940. O presente relatório faz a descrição do evento e dos filmes apresentados. Ao mesmo tempo, traça uma reflexão acerca da memória do cinema Português e da influência exercida pela ditadura do Estado Novo nessa memória, tentando resgatar as memórias rejeitadas por esse mesmo regime. Ainda na abordagem deste tema, procurou-se descrever a memória que estes filmes deixaram acerca das três principais cidade do país: Coimbra, Porto e Lisboa tentando desconstruir o que o Estado Novo procurou transmitir de cada uma delas através do cinema.Palavras chave: Cinema, Memória, Censura, Ditadura, Política Cultural, Terceira Idade
Abstract The project entitled Sé7ima Memória arises with the purpose of responding to the lack of cultural initiatives directed towards the elderly in Portugal. Through this work it has been sought to intervene with the elderly community, using cinema as a tool for inclusion and as a mean of approaching the memories of this group. The proposal involves reflecting about the aging of the population and the existing cultural policies, as well as outlining the Portuguese film History. In 2016, between April and June, 12 cinema sessions were held and the following films were projected: As pupilas do Senhor Reitor (1935) by Leitão de Barros, Canção da Terra (1938) by Jorge Brum do Canto, Capas Negras (1947) by Armando de Miranda, Rasganço (2001) by Raquel Freire, Respirar Debaixo de água (2000) by António Ferreira, Camões (1946) Leitão de Barros,Aniki Bóbó (1942), Porto da minha infância (2001) and O estranho caso de Angélica (2010) by Manoel de Oliveira, Aldeia da Roupa Branca (1939) by Chianca de Garcia, A canção de Lisboa (1933) by Cottinelli Telmo and an Extra session at the request of the users A Severa (1931) by Leitão de Barros. The viewers attending those sessions, were between the ages of 65 and 90. Their cinematic memories are mainly related to the cinema produced throughout the 1930s and 1940s.This report describes the event and the films presented. At the same time, it draws a reflection on the memory of Portuguese cinema and the influence exerted by the dictatorship of the Estado Novo in this memory, trying to rescue the memories rejected by the same regime. Still, in the approach of this theme it is intended to describe the memory those films left about the three main cities of the country: Coimbra, Porto and Lisbon and simultaneously trying to deconstruct whatever the Estado Novo sought to convey about each of them through cinema.Key Words: Cinema, Memory, Censorship, Dictatorship, Cultural Policy, Third Age
Description: Trabalho de Projeto do Mestrado em Estudos Artísticos apresentado à Faculdade de Letras
URI: http://hdl.handle.net/10316/85539
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
CristinaLopes_VD.pdf4.63 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

230
checked on Oct 16, 2019

Download(s) 50

233
checked on Oct 16, 2019

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons