Title: O Brincar e a Sobrevalorização das Competências Académicas no Ensino Pré-Escolar
Other Titles: Play and the overvaluation of the academic domains in pre school education
Authors: Filipe, Mariana Pedro 
Orientador: Ferreira, Joaquim Armando Gomes Alves
Keywords: Ensino pré-escolar;Brincar livre;Literacia emergente;Preschool education;Free play;Emergent literacy
Issue Date: 24-Oct-2017
Abstract: Pretendeu-se com esta dissertação de mestrado analisar criticamente a evolução do ensino pré-escolar, tanto em Portugal como noutros países. Após revisão bibliográfica, evidenciou-se que existe uma tendência internacional para a formalização dos currículos académicos, tão precocemente quanto o ensino pré-escolar, enquanto se dissipa o investimento no tempo de brincadeira livre. Paralelamente existe um movimento social e académico, a nível internacional, que começa a alertar para as possíveis consequências deste novo paradigma pedagógico.Realizou-se entrevistas a um grupo de educadoras (N=5), no sentido de conhecer a realidade portuguesa, no que toca às tendências educativas na educação pré-escolar. Após análise dos resultados, constatou-se que a educação pré-escolar em Portugal tem vindo, gradualmente a privilegiar o ensino de domínios académicos, em detrimento do tempo dedicado à brincadeira livre, muito à semelhança do que já acontece em países como os EUA e Inglaterra. Vários estudos revelam que a introdução precoce a conteúdos académicos não se traduz necessariamente em melhores resultados académicos a longo prazo; para além disso, sublinham que deste tipo de modelo educativo poderá resultar tanto num conjunto de consequências negativas para o desenvolvimento das crianças assim como, noutro ângulo, numa pressão sobre as(os) educadoras(es), muito à semelhança do que já acontece no ensino básico e secundário. É, desta forma, necessário que se estude mais aprofundadamente esta temática e que a mesma seja motivo de análise e debate por diversas entidades.
It is intended, with this dissertation, to critically analyse the evolution of the pre-school education, in Portugal as well as in other countries. After the literature review, there is evidence of an international tendency to focus the curriculum in the achievement of academic competences, as soon as the pre-school, while the investment in time for free play is lost. At the same time, parents and teachers, as well as academics, have started to worry that this new pedagogic paradigm might have negative consequences in children’s development. In order to know the Portuguese reality in terms of the pre-school education, a group of pre-school teachers were interviewed (n=5). After the results analysis, it is verified that the pre-school in Portugal is beginning to privilege the academic domains to the detriment of time for free play, as already happens in countries like the United States of America, England and Canada.Several studies show that the early introduction to academic contents does not translate, necessarily, in better academic results in long term; furthermore many stand out that this education model may result in negative consequences in the children development. Moreover the investigation shows that not only students, but also parents and teachers are under a lot of pressure to show better results, creating a pedagogical environment of anxiety and competition.It is necessary to study more thoroughly this thematic, and that an analyse and debate be held by different entities.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/84287
Rights: closedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE FINAL para entregar.pdf842.93 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy
Show full item record
Google ScholarTM
Check
This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons