Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/83086
Title: Argamassas de Reabilitação com Incorporação de Resíduos de Cerâmica Vermelha
Other Titles: REHABILITATION MORTARS WITH INCORPORATION OF RED CERAMIC WASTE
Authors: Inácio, Pedro Alexandre Lourenço 
Orientador: Matias, Gina Maria Lourenço
Torres, Maria Isabel Morais
Keywords: argamassas de reabilitacao; cerâmica; rehabilitation mortars; ceramic
Issue Date: 26-Jul-2017
Serial title, monograph or event: Argamassas de Reabilitação com Incorporação de Resíduos de Cerâmica Vermelha
Place of publication or event: DEC - FCTUC
Abstract: Na reabilitação e manutenção das fachadas antigas deve ter-se em atenção que são elementos expostos a degradação e, como tal, para um bom desempenho, devem apresentar propriedades mecânicas e físicas adequadas aos requisitos exigidos para o efeito. Sendo assim, é essencial que as argamassas utilizadas possuam uma aparência e constituição compatível com a argamassa pré-existente e com o suporte, de forma a não comprometer a durabilidade do sistema. Tendo em conta o volume de resíduos produzidos pelas indústrias cerâmicas e da construção, o desenvolvimento de soluções de argamassas de revestimento com incorporação destes resíduos poderá apresentar-se como uma solução viável, não só do ponto de vista técnico, mas também ambiental. No âmbito desta temática e na sequência de diversos trabalhos anteriormente desenvolvidos foi analisado o comportamento de argamassas de cal com incorporação de resíduos cerâmicos, de acordo com a normalização existente, com o objetivo de se conseguirem formulações que possam ser consideradas argamassas de reabilitação e obter a respetiva marcação CE exigida. O trabalho desenvolvido permitiu confirmar as vantagens da incorporação resíduos de cerâmica em argamassas de cal substituindo uma percentagem do agregado por resíduos e a adição do adjuvante hidrófugo.No sector da construção, a reabilitação assume cada vez mais importância. A reabilitação de argamassas deterioradas em revestimentos exteriores é uma das atividades mais frequentes em edifícios antigos devido ao facto de estas se encontrarem expostas às ações climatéricas e ao impacto mecânico e ambiental. Os edifícios antigos sujeitos a reabilitação têm características muito específicas que devem ser respeitadas e estudadas, de forma a realizar um trabalho preciso e cuidado. É essencial que os materiais de reparação sejam adequados para evitar situações de incompatibilidade entre argamassa de reparação e o suporte ou argamassa existente, de forma a prevenir o agravamento da degradação já existente e o aparecimento de novas patologias. Neste momento, torna-se relevante aprofundar o estudo de argamassas de revestimento adequadas à aplicação em edifícios antigos. Atualmente, é muito importante conseguir obter um destino adequado para os resíduos resultantes da indústria cerâmica, quer do ponto de vista económico, quer do ponto de vista ambiental, uma vez que cerca de trinta por cento do produto resultante da indústria cerâmica é considerado não utilizável, e a resistência destes detritos à degradação se revela extremamente acentuada (Matias, 2008). A utilização de resíduos cerâmicos na produção de argamassas revela-se assim como uma solução possível e sustentável.
When rehabilitating and maintaining old facades it must be considered that the facades are exposed elements subject to degradation, so, in order for them to perform well, they should have adequate mechanical and physical properties. Therefore, it is essential that the mortars used have an appearance and constitution compatible with the pre-existing mortar and support so that durability of the system is not compromised.Given the volume of waste produced by the ceramic and construction industries, the development of mortars with the incorporation of these wastes could be a viable technical and environmental solution.In this context, the behavior of lime mortars with the incorporation of ceramic residues was analyzed according to the existing technical norms to verify if they can be considered rehabilitation mortars and obtain the required CE marking.The study developed confirms the advantages of the incorporation of ceramic residues in lime mortars by replacing a percentage of the aggregate with residues and the addition of the hydrophobic adjuvant.No sector da construção, a reabilitação assume cada vez mais importância. A reabilitação de argamassas deterioradas em revestimentos exteriores é uma das atividades mais frequentes em edifícios antigos devido ao facto de estas se encontrarem expostas às ações climatéricas e ao impacto mecânico e ambiental. Os edifícios antigos sujeitos a reabilitação têm características muito específicas que devem ser respeitadas e estudadas, de forma a realizar um trabalho preciso e cuidado. É essencial que os materiais de reparação sejam adequados para evitar situações de incompatibilidade entre argamassa de reparação e o suporte ou argamassa existente, de forma a prevenir o agravamento da degradação já existente e o aparecimento de novas patologias. Neste momento, torna-se relevante aprofundar o estudo de argamassas de revestimento adequadas à aplicação em edifícios antigos. Atualmente, é muito importante conseguir obter um destino adequado para os resíduos resultantes da indústria cerâmica, quer do ponto de vista económico, quer do ponto de vista ambiental, uma vez que cerca de trinta por cento do produto resultante da indústria cerâmica é considerado não utilizável, e a resistência destes detritos à degradação se revela extremamente acentuada (Matias, 2008). A utilização de resíduos cerâmicos na produção de argamassas revela-se assim como uma solução possível e sustentável.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Engenharia Civil apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: https://hdl.handle.net/10316/83086
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
Show full item record

Page view(s) 50

427
checked on Apr 9, 2024

Download(s) 50

378
checked on Apr 9, 2024

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons