Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/31583
Title: Perfecionismo e ansiedade aos testes em adolescentes:o papel do autocriticismo e da autocompaixão
Authors: Pereira, Verónica Raquel Gameiro 
Orientador: Salvador, Maria do Céu
Keywords: Ansiedade; Perfeccionismo; Auto-criticismo
Issue Date: 2015
Serial title, monograph or event: Perfecionismo e ansiedade aos testes em adolescentes:o papel do autocriticismo e da autocompaixão
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Até à data, vários estudos analisaram a relação entre ansiedade aos testes e perfecionismo, mas destacaram sobretudo a dimensão traço deste constructo. A autoapresentação perfecionista, que reflete a expressão interpessoal do perfecionismo, tem sido relacionada com sintomatologia depressiva e ansiosa, mas nenhum estudo abordou a sua relação com a ansiedade aos testes. O autocriticismo tem sido associado positivamente com a ansiedade aos testes, ao passo que se têm verificado associações negativas entre a autocompaixão e a ansiedade geral. Este estudo teve como objetivo último verificar se o autocriticismo e a autocompaixão mediavam a relação entre perfecionismo e ansiedade aos testes (e perceção da sua interferência na área escolar). A amostra foi constituída por 387 estudantes dos ensinos básicos e secundário (9º ao 12º ano) – 218 raparigas (56.3%) e 169 rapazes (43.7%) – com idades entre os 13 e os 18 anos (M = 15.84; DP = 1.32). A ansiedade aos testes e a perceção da sua interferência correlacionaram-se positiva e significativamente com o perfecionismo e o autocriticismo, e negativa e significativamente com a autocompaixão. As regressões revelaram que o género, ocultação das imperfeições, eu inadequado e eu detestado, atitude não-crítica e de não isolamento, foram preditores significativos da ansiedade aos testes, bem como da perceção de interferência, excetuando para esta última o fator eu detestado e a atitude de não-isolamento. Além disso, o autocriticismo e a autocompaixão mediaram parcialmente a relação entre perfecionismo e ansiedade aos testes/perceção de interferência. Este estudo é o primeiro a relacionar ansiedade aos testes, autoapresentação perfecionista, autocriticismo e autocompaixão. No geral, os nossos resultados apontam para a importância da expressão pública do perfecionismo, do autocriticismo e da autocompaixão na compreensão e intervenção na ansiedade aos testes com população adolescente
Until now, several studies analysed the relationship between test anxiety and perfectionism but they mostly highlight the trace dimension of this construct. The perfectionistic self-presentation, which reflects perfectionism interpersonal expression, has been related with depressive and anxious sintomatology. However, no study has approached the relationship between this construct and and test anxiety. Self-criticism has been positively associated with test anxiety and self-compassion has been negatively associated with general anxiety. This study main objetive was to explore the mediator role of self-criticism and self-compassion in the relationship between perfectionism and test anxiety (and perceived interference). The sample was composed by 387 students – 218 girls (56.3%) and 169 boys (43.7%), aged between 13 and 18 years old (M = 15.84; DP = 1.32), from middle and high school (9th to 12th grade). Test anxiety and perceived interference correlated positively and significantly with perfectionism and self-criticism and correlated negatively and significantly with self-compassion. Regression analysis revealed that gender, nondisplay of imperfection, inadequate self and hated self, non-critical attitude and non-isolation attitude were significant predictors of test anxiety. The same happened to perceived interference, except for hated self and non-isolation attitude. Furthermore, self-criticism and self-compassion were partial mediators in the relationship between perfectionism and test anxiety/perceived interference. This is the first study to relate test anxiety, perfectionistic self-presentation, self-criticism and self-compassion in an adolescent sample. In general, our results indicate the importance of perfectionism public expression, self-criticism and self-compassion to understand and intervene in test anxiety in adolescents.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde (Intervenções Cognitivo-Comportamentais nas Perturbações Psicológicas da Saúde), apresentada à Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/31583
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação Verónica Raquel G. Pereira.pdf617.8 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

429
checked on Dec 4, 2019

Download(s) 50

201
checked on Dec 4, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.