Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/29702
Title: O desenvolvimento da indústria do design corporal, nos últimos 50 anos, em Portugal
Authors: Andrade, Miguel André Pereira Jardim de 
Orientador: Fortuna, Carlos
Keywords: Indústria do design corporal; Corpo; Publicidade; Imprensa escrita
Issue Date: 28-Sep-2015
Publisher: FEUC
Citation: Andrade, Miguel André Pereira Jardim de - O desenvolvimento da indústria do design corporal, nos últimos 50 anos, em Portugal, Coimbra, 2015
Abstract: A par de uma crescente preocupação com os cuidados do corpo, por parte dos indi-víduos, na sociedade atual tem vindo a registar-se o desenvolvimento de mercados em torno da modulação corporal, estética, saúde e bem-estar físico. Atendendo às consequências que as mudanças políticas, económicas e culturais ocor-ridas em Portugal, nos últimos cinquenta anos, ocasionaram na conceção e na forma de uti-lização do corpo por parte dos indivíduos, procurou-se analisar nesta dissertação o desen-volvimento da indústria do design corporal em contexto nacional. A seleção das unidades de observação que sustentam a parte empírica deste trabalho passou pelos anúncios publicitá-rios da indústria do design corporal divulgados nas edições da revista Flama (1964) e da revista Visão (2014). A partir da informação recolhida procedeu-se a uma análise da ocorrência de anún-cios publicitários, atendendo a três esferas da indústria do design corporal –bem-parecer, bem-estar e bem-fazer – , para dois momentos, ano de 1964 e 2014. Procedeu-se ainda neste trabalho à análise da frequência dos anúncios publicitários da indústria do design corporal nas edições publicadas nas revistas e períodos selecionados para análise. Verificou-se um aumento de produtos, bens e serviços dedicados aos cuidados com a aparência e estética do homem na revista Visão em 2014, constatando-se assim uma diminuição da dissimetria entre homens e mulheres existente na revista Flama em 1964. Concluiu-se que com o desenvolvimento da indústria do design corporal é cada vez mais difícil distinguir as suas esferas e os efeitos promovidos pelos seus produtos, bens e serviços. A atual multifuncionalidade, diversidade e complementaridade dos produtos bens e serviços premeiam assim o cruzamento dos objetivos e efeitos das esferas da indústria do design corporal, tornando-a cada vez mais híbrida. Confirma-se ainda que a indústria do design corporal se molda ao contexto da sociedade, cultura e público consumidor.
Description: Dissertação de mestrado em Sociologia, apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, sob a orientação de Carlos Fortuna.
URI: http://hdl.handle.net/10316/29702
Rights: openAccess
Appears in Collections:FEUC- Teses de Mestrado

Show full item record

Page view(s) 50

453
checked on Jun 3, 2020

Download(s) 50

454
checked on Jun 3, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.