Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/28764
Title: Âncoras de desenvolvimento : os equipamentos coletivos no desenho urbano : o caso de Viseu - do século XX até às expansões mais recente
Authors: Almeida, Suse Margarida Coelho 
Orientador: Gonçalves, Adelino
Keywords: Urbanismo, Viseu, séc. 20-21, estudo; Desenvolvimento urbano, Viseu|; Liceu de Alves Martins; Hospital de São Teotónio,Viseu; Forum Viseu; Palácio do Gelo
Issue Date: Feb-2015
Citation: Almeida, Suse Margarida Coelho - Âncoras de desenvolvimento : os equipamentos coletivos no desenho urbano : o caso de Viseu - do século XX até às expansões mais recentes. Coimbra, 2015
Abstract: Nos territórios urbanos sempre existiram construções consideradas essenciais ao ato de fazer cidade e que serviram de impulso para o desenvolvimento do seu desenho, podendo ser representadas a partir de edifícios ou estruturas urbanas, como é o caso da muralha. De um modo geral, estas construções têm um carácter público e são designadas por equipamentos coletivos, constituindo-se como verdadeiras âncoras de desenvolvimento. O presente estudo pretende, assim, analisar o contributo dado pelos equipamentos coletivos no desenvolvimento do desenho urbano, considerando que estes podem atuar na estrutura urbana das mais variadas formas. A investigação que tem vindo a ser produzida a este respeito está relacionada com estudos de morfologia urbana relativos à idade média e à idade moderna. Porém, a minha abordagem contempla o século XX, décadas de 40 e 50, estendendose até às expansões mais recentes. A cidade de Viseu é o caso de estudo, onde estão integrados quatro exemplos que se assumiram como âncoras de desenvolvimento - Liceu de Alves Martins, Hospital Distrital de Viseu, Palácio do Gelo e Forum Viseu. A partir destes exemplos é feita uma análise concreta ao tema, para relevar o papel que os equipamentos têm desempenhado no desenho e redesenho de malhas urbanas.
In urban areas there have always been constructions considered essential to foster the growth of cities and that served as an impulse for the development of its design. These can be represented from buildings or urban structures, such as the wall. In general, these buildings have a public character and are designated by collective equipments, constituting themselves as true development anchors. This study seeks to analyze the contribution of the collective facilities in the development of urban design, considering that they can act in the urban structure in various shapes. The extensive and varied investigation that have been made in this regard are related to studies of urban morphology on the Middle Ages and the modern age. However, my approach includes the twentieth century, the 1940s and 1950s, extending to the latest expansions. The city of Viseu was chosen as a case study, where are integrated four study cases, assumed as development anchors - Alves Martins High School, District of Viseu Hospital, Ice Palace and Forum Viseu. From these examples it is possible to make a concrete analysis of the theme, to highlight the role that the equipments have played in the design and redesign of urban networks.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Arquitectura, apresentada ao Departamento de Arquitectura da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/28764
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Arquitectura - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
ÂNCORAS DE DESENVOLVIMENTO - Suse Almeida.pdf27.12 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

472
checked on Oct 15, 2019

Download(s) 50

447
checked on Oct 15, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.