Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/26121
Title: Pefeccionismo, cognições perserverativas e qualidade do sono em estudantes do sexo masculino
Authors: Clemêncio, Tatiana Domingues 
Orientador: Azevedo, Maria Helena Pinto de
Pereira, Ana Telma Fernandes
Keywords: Distúrbios do sono; Estudantes; Testes de personalidade; Questionários
Issue Date: Oct-2012
Abstract: Introdução: A qualidade do sono tem vindo a ser associada quer ao traço de personalidade perfeccionismo quer às cognições perseverativas (preocupação e ruminação). Objetivo: Investigar a relação entre as cognições perseverativas, o perfeccionismo e a qualidade do sono em estudantes do sexo masculino. Metodologia: Participaram no estudo 245 rapazes (idade média 19.22±1.227 anos). Para avaliar o sono recorreu-se a um questionário de sono/vigília que incluía questões sobre a Duração habitual, Necessidades, Profundidade, Qualidade Subjetiva e Latência do Sono e Acordares Noturnos; somando a pontuação destes últimos quatro parâmetros construiu-se o Índice de Qualidade do Sono/IQS. O perfeccionismo foi avaliado com Escala Multidimensional de Perfeccionismo/EMP de Hewitt & Flett (Perfeccionismo Auto-Orientado/PAO; Perfeccionismo Socialmente Prescrito/PSP) e a EMP de Frost (Padrões Pessoais/PP; Dúvidas sobre as Ações/DA; Preocupação com os Erros/PE; Expectativas Parentais/EP; Criticismo Parental/CP). As cognições perseverativas (Preocupação e Ruminação) foram avaliadas através de um questionário de auto-resposta recentemente validado. Resultados: O IQS correlacionou-se significativa e positivamente com o PSP (r=.18, p<.01), PE (r=.14, p<.01), DA (r=.23, p<.01), CP (r=.13, p<.01), Perfeccionismo Negativo/Perf- (PSP+DA+PE, r=.22, p<.05), Preocupação (r=.20, p<.01) e Ruminação (r=.14, p<.05). Para cada uma destas variáveis, compararam-se as pontuações médias do IQS em três grupos, baseados na média e desvio padrão (baixo=M-1DP; médio=M±1DP; elevado=M+1DP). Os rapazes com elevadas DA, Perf- e Preocupação apresentaram pontuações médias de IQS 2 significativamente (p<.05) superiores aos outros grupos. A regressão linear múltipla mostrou que o modelo composto pelo PSP, PE, DA, CP, Preocupação e Ruminação explicava 7.5% da variância do IQS (R2=.075, p=.004) e apenas a dimensão DA era preditiva do IQS (Tendência; =.163, p=.064). O modelo composto pelo Perf-, Preocupação e Ruminação explicou 6.3% da variância do IQS [R2=.063, p=.001] e o Perf- foi o único preditor significativo do IQS (=.163, p=.024). A regressão logística foi usada para analisar quais as variáveis preditivas de pontuações elevadas (M+1DP; n=178, 72.7%) vs. baixas (M-1DP; n=29, 11.8%) no IQS. As DA foram a única variável que se correlacionou significativamente com esta variável dicotomizada (rS=.304; p=.014). O modelo explicou 9.0% (Cox e Snell R square) a 12.1% (Nagelkerke R square) da variância (p=.014). O odds ratio foi de 1.184 (p=.021; IC 95% OR=1.026-1.367). Conclusão: No sexo masculino, a Preocupação, a Ruminação e o Perfeccionismo Negativo estão associados à qualidade do sono, mas apenas a dimensão DA é preditiva da qualidade do sono.
URI: http://hdl.handle.net/10316/26121
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Artigo Científico.pdfDissertação484.26 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

391
checked on Jul 15, 2020

Download(s) 50

352
checked on Jul 15, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.