Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/25315
Title: Representações sociais da violência entre parceiros íntimos numa amostra de estudantes do ensino superior: o género fará a diferença?
Authors: Vieira, Ana Margarida da Silva 
Orientador: Carvalho, Maria Madalena de
Keywords: Stress; Violência entre parceiros íntimos; Género; Estudantes do ensino superior
Issue Date: 30-Jul-2013
Keywords: Stress; Violência entre parceiros íntimos; Género; Estudantes do ensino superior
Issue Date: 30-Jul-2013
Abstract: O trabalho aqui reportado tem por objetivos primordiais investigar as crenças e representações sociais de estudantes do ensino superior acerca da Violência entre Parceiros Íntimos e averiguar a prevalência e cronicidade de comportamentos violentos na relação de namoro. A associação entre estes dois objetivos, bem como o estudo da interação de diferentes variáveis sócio-demográficas, foram explorados considerando o efeito da variável sexo. Fizeram parte do estudo 311 estudantes do ensino superior (23.2% homens e 76.8% mulheres). Os resultados espelham uma baixa legitimação dos estudantes em relação à violência entre parceiros íntimos, embora se verifiquem diferenças estatiscamente significativas entre sexo, com os homens a legitimarem mais a violência em geral. Em termos das relações de namoro, a amostra evidencia índices de violência preocupantes, embora se limitem a atos de "pequena" violência. Relativamente à interação das diferentes variáveis sócio-demográficas, foi a zona de residência que, conjuntamente com a variável sexo, se revelou estatisticamente significativa, com os sujeitos residentes na zona sul/ilhas a legitimarem mais a violência num contexto sócio-económico elevado quando comparados com os residentes na zona centro de Portugal. Em suma, os resultados obtidos remetem para a necessidade de desenvolver intervenção precoce junto dos jovens, insistindo na desmistificação de crenças que legitimam e/ou banalizam a violência, aumentando a prevenção e a consciência da seriedade deste flagelo - Violência entre Parceiros Íntimos.
The work reported here aims to investigate the primordial beliefs and social representations of higher education students about intimate partner violence and to investigate the prevalence and chronicity of violent behavior in dating relationship. The association between these two objectives, as well as the study of the interaction of different socio-demographic variables were explored considering the effect of gender. Participants were 311 undergraduate students (23.2% men and 76.8% women). The results reflect a low legitimacy of students in relation to intimate partner violence, although there are statistically significant differences between sex with men to legitimize violence more generally. In terms of dating relationships, the sample shows worrying levels of violence, but limited to acts of "small" violence. Regarding the interaction of different socio-demographic variables, was from the area which, together with gender, it was revealed statistically significant, with individuals living in the south / islands to legitimize further violence in a socio-economic costs when compared with residents in central Portugal. In short, the results indicate the need to develop early intervention with young people, insisting on demystifying beliefs that legitimize and / or trivialize violence, increasing prevention and awareness of the seriousness of this scourge – Intimate Partner Violence.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia Clínica e Saúde (Sistémica, Saúde e Família), apresentada à Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/25315
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese de Ana Margarida S. Vieira.pdf1.59 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

276
checked on Aug 20, 2019

Download(s) 50

392
checked on Aug 20, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.