Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/17691
Title: Hemodynamic parameters assessment: Characterization of a new piezoectric probe
Authors: Relvas, Vânia Patrícia Silva 
Orientador: Correia, Carlos
Cardoso, João
Pereira, Helena Catarina B. M.
Keywords: Doenças cardiovasculares; Sonda dupla piezoelectric; Velocidade de onda de pulso
Issue Date: Sep-2011
Citation: Relvas, Vânia Patricia Silva - Hemodynamic Parameters Assessment: Characterization of a new piezoelectric probe. Coimbra, 2011
Abstract: Ao longo dos últimos anos, a rigidez arterial tem tido um papel importante na avaliação e prevenção de doenças cardiovasculares que, segundo a Organização Mundial de Saúde, representam 30% de todas as mortes globais. A rigidez arterial descreve as propriedades das artérias e pode ser avaliada através de alguns parâmetros hemodinâmicos como a velocidade de onda de pulso (VOP). No Grupo de Electrónica e Investigação, algumas tecnologias têm sido desenvolvidas de modo a avaliar esses parâmetros hemodinâmicos de forma não invasiva, robusta e barata. Estas tecnologias são baseadas em acelerómetros, sensores piezoelectricos (PZ), sensores ópticos e em sensores acústicos. Este trabalho pretende dar continuidade ao estudo da avaliação de parâmetros hemodinâmicos usando uma nova sonda baseada em sensores PZ e software adequado. Estes elementos permitem analisar o sinal PZ e visualizar a onda de pressão arterial. A nova sonda PZ foi caracterizada em dois modelos de bancada e a partir de sinais adquiridos na artéria carótida comum em humanos. De modo a avaliar a VOP local foram também desenvolvidos e implementados alguns algoritmos de processamento de sinal. Os modelos de bancada permitiram simular propriedades clínicas do sistema cardiovascular em laboratório. Estes foram uma poderosa ferramenta permitindo mostrar que: os sensores PZ não sofrem efeito de crosstalk, através da resposta a impulso de ambos é possível recuperar a onda original pelo método da desconvolução e a resolução temporal determinada pelo algoritmo de detecção de amplitude mínima é de 1.5 ms. Alguns ensaios clínicos têm sido realizados pelos nossos colaboradores, representando um passo importante na validação da sonda em um grande número de pacientes. A partir do ensaio clínico realizado num pequeno grupo de voluntários saudáveis, a VOP local foi determinada usando dois algoritmos. Os valores da VOP local variaram de 2.03 – 7.22 m/s e com desvio padrão a variar de 0.74 – 6.17 m/s. Palavras-chave: Doenças Cardiovasculares, Rigidez arterial, arteria carotida comum, Sonda dupla piezoelétrica, Velocidade de onda de pulso (VOP) local, teste de bancada, resolução temporal.
URI: http://hdl.handle.net/10316/17691
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Física - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
thesis Characterization Probe_v7.pdf2.7 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

230
checked on Feb 18, 2020

Download(s)

80
checked on Feb 18, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.