Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/13357
Title: Identidade cultural europeia: idealismo, projecto ou realidade?
Authors: Matias, Joana Maria Santos 
Orientador: Ribeiro, Maria Manuela Tavares
Keywords: Identidade cultural -- Europa; Politica cultural -- Europa; Cultura europeia
Issue Date: 2009
Citation: Matias, Joana Maria Santos - Identidade cultural europeia: idealismo, projecto ou realidade?. Coimbra, 2009
Abstract: Cada vez mais o espaço a que pertencemos se modifica e expande. Num período de tempo de pouco mais de 50 anos, o projecto europeu abriu os seus horizontes e fronteiras, inserindo no seu espaço novas convivências de realidades culturais. Neste contexto, urge que os cidadãos europeus questionem a forma como olham o Outro, o modo como acolhem os seus traços distintivos e se identificam com uma cultura de raiz comum mas progressivamente e irreversivelmente mais heterogénea. Os conceitos de “multiculturalismo”, “diálogo intercultural”, “pluralismo cultural” ou “educação intercultural” tornaram-se constantes no quotidiano das comunicações europeias, numa tentativa notória de focar o quadrante cultural como sendo peça tão fundamental como a económica e a política. Pretende-se que a “identidade europeia” suscite nos cidadãos europeus um sentimento de pertença a um grupo, a um espaço, a um conjunto de valores, a um modus vivendi que sustente as relações humanas e abra caminho para a prosperidade diplomática e afirmação identitária num mundo globalizado mas política, social e economicamente instável. Vários têm sido os esforços por parte da União Europeia, veiculados pelas suas várias instituições, de elaboração de uma Agenda Cultural para a Europa, com recurso a diversos programas e iniciativas, incidentes nas mais diversas áreas, de forma a incentivar a promoção cultural nos Estados-membros e o diálogo intercultural entre estes, com o recurso a trocas de experiências e resultados. A presente dissertação, recorrendo a informação oficial da União Europeia à disposição do cidadão europeu, pretende abordar as modificações identitárias que germinam nos países membros, os vários programas e iniciativas que foram levados a cabo principalmente a partir do ano 2000, os seus objectivos gerais e específicos, a mobilidade dos bens e dos trabalhadores culturais e a importância da educação intercultural numa sociedade múltipla, que se pretende consensual mas que apresenta fracturas internas inegáveis. As preocupações culturais são assunto recorrente na sociedade hodierna, numa era de confrontos, imposições e intolerância. Sendo a liberdade cultural parte integrante do desenvolvimento, permitindo ao indivíduo a escolha de uma identidade, urge incentivar a coexistência cultural no espaço europeu, com o respeito pela(s) escolha(s) identitária(s) do Outro, não esquecendo as culturas nacionais mas evidenciando uma herança cultural comum
Description: Dissertação de mestrado em Estudos sobre a Europa. Europa - as Visões do "Outro", apresentada à Fac. de Letras da Univ. de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/13357
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUC Secção de História - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese_mestrado_Joana Matias.pdf6.15 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 5

1,314
checked on Jan 29, 2020

Download(s) 1

9,192
checked on Jan 29, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.