Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/98983
Title: Relatórios de Estágio e Monografia intitulada “Vacinas de mRNA: Novo paradigma na tecnologia de vacinas”
Other Titles: Internship Reports and Monography entitled “mRNA Vaccines: New paradigm in vaccines technology”
Authors: Neto, Leila Maria Formiga
Orientador: Sampaio, Francisco
Maia, João Manuel B. Santiago
Ribeiro, Olga Maria Fernandes Borges
Keywords: Vacinas de mRNA; COVID-19; BNT162b2; mRNA-1273; CVnCoV; mRNA vaccines; COVID-19; BNT162b2; mRNA-1273; CVnCoV
Issue Date: 7-Oct-2021
Serial title, monograph or event: Relatórios de Estágio e Monografia intitulada “Vacinas de mRNA: Novo paradigma na tecnologia de vacinas”
Place of publication or event: Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra, Farmácia Machado.Coimbra e LMPQF-Lisboa
Abstract: As vacinas de ácidos nucleicos, que utilizam como plataforma um RNA mensageiro, codificam um antigénio essencial ao mecanismo de infeção do vírus, contra o qual desencadeiam uma resposta imunitária humoral e celular, que irá atuar rapidamente num futuro contacto com o vírus. A otimização da formulação, quer se trate da própria sequência de RNA, quer seja pela escolha de adjuvantes e, principalmente, pelo desenvolvimento de sistemas nanoparticulares que permitam a libertação controlada e proteção contra a degradação do mRNA, é essencial para promover uma resposta imunológica robusta. O ano de 2020 veio revolucionar o mundo da vacinação, com a aprovação de duas vacinas de mRNA em menos de um ano, após o início do seu desenvolvimento, a BNT162b2e a mRNA-1273. A necessidade de controlar a pandemia de COVID-19, impulsionou a aprovação destas vacinas, cujos resultados revelaram importantes vantagens em comparação com outras plataformas, nomeadamente, na tecnologia de produção de vacinas. A transcrição in vitro permite que a produção da vacina ocorra sem recurso a células, ovos ou bactérias, tornando-a mais célere e menos dispendiosa. Alguns dos desafios a ultrapassar passam por melhorar a estabilidade do mRNA, como desenvolvimento de novas estratégias, como a liofilização, que permitam facilitar o armazenamento das mesmas para condições menos exigentes de temperatura. Também o desenvolvimento de vacinas de mRNA para outras vias de administração, como a intranasal, será vantajoso por permitir a indução de uma resposta imunitária ao nível das mucosas. Com o desenvolvimento de processos padronizados para a criação de vacinas de mRNA, teoricamente, as indústrias farmacêuticas passam a ter a capacidade fabril de responder rapidamente a situações de emergência de saúde pública, causadas por novos agentes patogénicos ou novas variantes, para além de muitas outras aplicações que uma terapêutica à base de mRNA poderá ter. Nesta fase de comercialização das primeiras vacinas de mRNA, é importante manter a farmacovigilância sobre o produto, de modo a avaliar a imunogenicidade e segurança a longo prazo.
Nucleic acid vaccines, which use a messenger RNA as a platform, encode an antigen essential for the virus infection mechanism, against which they trigger a humoral and cellular immune response that will provide a quick action in a future contact with the virus. The optimization of the formulation, either by RNA sequence, or by addition of adjuvants and, mainly, by the development of delivery systems that allow a controlled release and protection against mRNA degradation, it is essential to promote a robust immune response. The 2020 year came to revolutionize the world of vaccination with the approval of two mRNA vaccines in less than a year after the beginning of their development, BNT162b2 e mRNA-1273. The need to control the exponential advance of the COVID-19 pandemic boosted the speed of approval of these vaccines and the results revealed important advantages, when compared to other platforms, especially in what concerns to vaccine production technology. In vitro transcription allows vaccines production without using cells, eggs or bacteria, making it faster and less expensive. Some of the challenges to be overcome include improving the stability of the mRNA, with the development of new strategies, such as lyophilization, which allow storage without demanding ultralow temperatures. Also, the development of mRNA vaccines for other routes of administration, such as intranasal, will be advantageous for allowing the induction of an immune response at the mucosal level. Through the development of standardized processes for the production of mRNA vaccines, theoretically, pharmaceutical industries now have the manufacturing capacity to respond quickly to public health emergencies caused by new pathogens or variants, in addition to many other applications that a mRNA-based therapy have. At this commercialization phase of the first mRNA vaccines, it is important to maintain the pharmacovigilance in order to assess its long-term immunogenicity and safety.
Description: Relatório de Estágio do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas apresentado à Faculdade de Farmácia
URI: https://hdl.handle.net/10316/98983
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Documento Único Leila Neto.pdf1.59 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

222
checked on Feb 20, 2024

Download(s)

25
checked on Feb 20, 2024

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons