Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/98670
Title: Acidentes rodoviários em menores – caracterização do evento e lesões resultantes
Other Titles: Road traffic accidents in minors – characterization and resulting injuries
Authors: Gil, Marta Alexandra Carvalho
Orientador: Carreira, Carla Michelle Marques
Vieira, Duarte Nuno Pessoa
Keywords: Acidentes de trânsito; Sistemas de retenção para crianças; Cintos de segurança; Lesões acidentais; Traffic accidents; Child restraint systems; Seat belts; Accidental injuries
Issue Date: 7-Jun-2021
Serial title, monograph or event: Acidentes rodoviários em menores – caracterização do evento e lesões resultantes
Place of publication or event: Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses, I.P.
Abstract: Em Portugal, os acidentes rodoviários são a principal causa de morte acidental em crianças de todos os grupos etários, sendo ainda a segunda causa de internamento por acidente (26%) até aos 18 anos. Com este trabalho pretendemos, perceber quais as principais lesões resultantes de acidente rodoviário na criança, e de que forma a utilização correta de dispositivos de segurança pode modificar a sua ocorrência.Para tal, procedemos à análise dos casos das vítimas de acidentes de viação, com idades compreendidas entre os 0 e os 17 anos, sujeitos a perícias de avaliação do dano corporal pós-traumático em Direito Civil, na Delegação do Centro do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses e nos Gabinetes Médico-legais e Forenses a ela adstritos, no período compreendido entre 2010 e 2018, tendo sido incluídos 126 casos. 83 dos examinados apresentavam múltiplas lesões, enquanto em 40 casos apenas um segmento corporal foi atingido. Nas crianças transportadas em veículo ligeiro, o crânio e a face foram os segmentos mais atingidos, utilizando, a maioria dos acidentados, dispositivos de segurança no momento da colisão. Relativamente aos menores que circulavam em motociclos, o membro inferior foi o segmento mais lesado, uma vez que o capacete de proteção parece ser bastante eficaz na diminuição de leões do crânio e face. Quanto aos peões e condutores de velocípedes, sofreram sobretudo lesões nos membros inferiores e crânio. Na maioria dos acidentes em que a vítima circulava de bicicleta não foi possível apurar se usariam capacete de proteção, sendo que nos 3 casos em que esta informação se encontrava registada, as vítimas afirmavam não o usar.Nos nossos resultados não foi possível observar uma diferença significativa entre a utilização/ não utilização ou utilização incorreta de sistemas de retenção para crianças no grau de incapacidade resultante, contudo, a evidência existente aponta para uma elevada eficácia dos sistemas de retenção infantil quer na redução da mortalidade (pelo menos 60% das mortes), quer na ocorrência de lesões, sobretudo nas crianças mais novas, com idade inferior a 4 anos.Ainda que com algumas limitações, consideramos que, conseguimos cumprir o objetivo do trabalho, já que nos foi possível perceber quais as lesões mais frequentes nos acidentes rodoviários em menores, e as suas repercussões. Também relativamente do uso dos dispositivos de segurança foi possível observar diferenças na adesão à sua utilização, face ao meio de circulação envolvido. Consideramos por fim que neste trabalho há uma grande margem de progressão, podendo, por exemplo, ser alargado o período temporal em estudo, por forma a aumentar a amostra e obter resultados mais significativos .
In Portugal, road traffic injuries are the main cause of accidental death in children of all age groups and the second cause of hospitalization due to accidents (26%) in children up to 18 years of age. The main goal of this study was to understand the main injuries arising from road traffic accidents in children and how the correct use of safety devices can modify their occurrence.We proceeded to analyze the cases of road traffic victims, between 0 and 17 years of age, subjected to clinical forensic evaluation of post-traumatic bodily harm in Civil Law, in the Central Delegation of the National Institute of Legal Medicine and Forensic Sciences and the Medico-legal and Forensic Offices attached to it, between 2010 and 2018, having included 126 cases.83 of those examined had multiple lesions, while in 40 cases only one body segment was injured. In children transported in cars, the skull and face were the most affected segments with, most of the injured using safety devices at the time of the collision. Regarding the minors who were riding motorcycles, the lower limb was the most injured segment, since the protective helmet seems to be quite efficient in reducing injuries to the skull and face. As for pedestrians and cyclists, they mainly suffered injuries to the lower limbs and skull. In most of the accidents in which the victim was riding a bicycle, it was not possible to determine if a protective helmet was in use or not. However, in the 3 cases in which this information was recorded, they claimed not to have used it.In our results, it was not possible to observe a significant difference between the use / non-use or incorrect use of child restraint systems in the resulting degree of disability. However, the existing evidence points to a high effectiveness of child restraint systems in reducing mortality (at least 60% of deaths), or in the occurrence of injuries, especially in children under the age of 4.Despite some limitations, we managed to fulfill the objective of this study, given that it was possible for us to recognize the most frequent injuries in road traffic accidents involving children, and their repercussions. In what concerns the use of safety devices, it was possible to observe differences in the commitment to their use, regarding the means of circulation involved. Finally, we consider that there is a large margin of progression for this work, as the period under study may be extended in order to increase our sample and, hence, obtain more significant results .
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: https://hdl.handle.net/10316/98670
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Trabalho Final MIM- MARTA GIL .pdf709.83 kBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

62
checked on Feb 27, 2024

Download(s)

10
checked on Feb 27, 2024

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons