Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/97842
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSantos, Lélita Conceição-
dc.contributor.advisorMacieira, Luisa Maria Morais-
dc.contributor.authorAlmeida, Manuel António Macieira de-
dc.date.accessioned2022-01-28T23:05:04Z-
dc.date.available2022-01-28T23:05:04Z-
dc.date.issued2020-06-16-
dc.date.submitted2022-01-28-
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10316/97842-
dc.descriptionTrabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicinapt
dc.description.abstractIntroduction: Going to university leads to a series of changes in the life of a student, especially with regards to physical exercise. Objectives: the comparison between the physical exercise habits of students of Coimbra University, Portugal and students of Yasar University in Ismir, Turkey. Evaluation of the roles of universities in practicing physical exercise. Material and Methods: Observational analytical study, using data collected by means of a questionnaire on physical exercise. 818 students participated - 428 from Yasar University in Ismir, Turkey, and 390 from University of Coimbra, Portugal. The data were collected during the 1st Semester of the 2018/2019 academic year. The statistical analysis was carried out using SPSS, version 22 (p<0.5).Results: 818 students were included - 428 from Yasar University in Ismir, Turkey (162 males and 266 females) and 390 from Coimbra University, Portugal (136 males and 254 females). The average age of the students was 21-22 years old.Half of the students practiced physical exercise (Yasar 46.3% / Coimbra 50%). Half practiced physical exercise less than 3 times a year (Yasar 47.6% and 52% in Coimbra). Most of the students had practiced physical exercise prior to going to university. The university was considered a decisive factor for the practice of physical exercise by 56.7% at Coimbra vs. 39.7% at Izmir (p<0.001). A minority recognised the role of the universities in practicing physical exercise - 2.1% at Coimbra and 0.9% at Izmir. Only 3.1% of the Coimbra students who practice physical exercise do so at the university, in comparison to 28.5% of the students at Izmir (p<0.001).The reasons cited were: lack of knowledge by 23.9% of the Coimbra students and 7.8% of the students at Yasar (p<0.001) and lack of time by 54.8% of the students at Yasar and 46.9% of the Coimbra students (p<0.001). Most of the students who practice physical activity have a normal BMI. Conclusions/ DiscussionHalf of the students practice physical exercise. The role of physical activity for having a healthy life is recognised by students. Most university students have an adequate body mass index.The majority of the students who practice physical exercise do so out of the university. Students at Yasar recognise the positive role of the university for practicing exercise. Universities will have to reflect and take measures to encourage physical activity.pt
dc.description.abstractIntrodução: O impacto que a prática de exercício físico tem na saúde é inegável e de extrema importância. A entrada na Universidade conduz a uma série de alterações que se traduzem a vários níveis na vida dos estudantes. A prática de exercício físico por parte dos estudantes universitários é muito variável.Objetivos: O objetivo do nosso estudo foi a comparação dos hábitos de exercício físico entre os alunos da Universidade de Coimbra e os alunos da Universidade Yasar de Izmir na Turquia. Como segundo objetivo foi avaliar o papel das respetivas universidades na prática de atividade física dos respetivos alunos. Material e Métodos: Estudo analítico observacional em que os dados foram recolhidos através de um questionário de exercício físico. Integraram este estudo 818 alunos 428 estudantes da Universidade Yasar em Izmir e 390 estudantes da Universidade de Coimbra, pertencentes a vários cursos. Os dados foram recolhidos no 1º semestre do ano letivo 2018/2019. A análise estatística foi realizada com SPSS versão 22 (p<0,5).Resultados: Foram incluídos 818 alunos, 428 da Universidade Yasar em Izmir (162 do sexo masculino, 266 do sexo feminino), 390 da Universidade de Coimbra (136 do sexo masculino, 254 do sexo feminino), a idade média nos alunos das duas Universidades é de 21-22 anos.Apenas cerca de metade dos alunos de ambas as universidades praticam atividade física. Em Yasar 46,3% dos estudantes praticam exercício físico e em Coimbra 50%. Aproximadamente metade dos alunos que praticam exercício físico fazem-no com uma frequência inferior a 3 vezes por semana em ambas as universidades (Yasar 47,6% e 52% em Coimbra). Apenas 15,3% em Yasar e 11,8% dos estudantes de Coimbra fazem-no cinco ou mais vezes por semana.Observa-se que a maioria dos estudantes universitários de ambas as universidades referem que praticavam exercício físico antes de entrarem na universidade, embora na universidade de Coimbra este valor é superior (84,5% vs 71,8%), p<0,001.Das razões referidas como responsáveis pela prática de exercício físico pelos universitários são variadas, apresentando diferenças estatisticamente significativas entre as duas universidades. A prática de exercício físico anterior à entrada na universidade foi apontada como fator decisivo para a prática de exercício físico por 56,7% em Coimbra vs 39,7% em Izmir, (p<0,001). Apenas uma minoria reconhece o papel de ambas as Universidades como fator promotor da prática de exercício físico por parte dos seus estudantes, 2,1% em Coimbra e 0,9% em Izmir. Dos estudantes que respondem positivamente à prática de exercício físico, apenas 3,1% em Coimbra referem que o fazem dentro do âmbito universitário, isto é desenvolvido pela universidade, comparativamente com 28,5% dos estudantes de Izmir que praticam exercício físico na própria universidade, (p<0,001).Dentro das razões que os estudantes apontam para a prática de exercício físico, não ser no âmbito universitário, surge o desconhecimento em 23,9% dos estudantes de Coimbra contrastando com 7,8% dos estudantes de Yasar, (p<0,001). A falta de tempo é apontada como fator impeditivo da prática de exercício físico na universidade por parte de 54,8% dos estudantes de Yasar e 46,9% dos estudantes de Coimbra, apresentado uma diferença estatisticamente significativa. Sem diferenças estatisticamente significativas entre as universidades, são apontadas causas impeditivas da prática de exercício físico no âmbito universitário, como “Dificuldade em conciliar com os estudos”, “Desinteresse” e “Falta de instalações”. Por último observámos que relativamente ao Índice de Massa Corporal, este é normal em maior percentagem nos estudantes de Coimbra comparativamente com os de Yasar (79,5% vs 69,5%), p<0,001. A percentagem de baixo peso é significativamente superior nos estudantes de Yasar em Izmir. A maioria dos estudantes que praticam exercício físico apresentam IMC normal.Conclusões e Discussão: A maioria dos alunos de ambas as universidades reconhecem o papel importante do exercício físico para uma vida saudável.Apenas metade dos alunos das duas universidades praticam exercício físico. A falta de tempo é apontada como razão principal para a ausência de prática de exercício físico por parte de todos os estudantes universitários das duas universidadesA maioria dos estudantes que praticam exercício físico fazem-no fora da sua universidade. Contudo observámos que existe um maior número de estudantes universitários de Yasar a praticar exercício físico na própria universidade, apesar disto estes estudantes reconhecem em maior número que a sua universidade carece de infraestruturas para a prática de exercício físico. Os estudantes de Yasar reconhecem em maior número o papel positivo que a sua universidade exerce no sentido de fomentar a prática de exercício físico, contrariamente aos de Coimbra.As Universidades terão de refletir e tomar medidas no sentido de fomentar a prática de exercício físico.pt
dc.language.isoporpt
dc.rightsembargoedAccesspt
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/pt
dc.subjectUniversidade de Coimbrapt
dc.subjectUniversidade Yasarpt
dc.subjectExercício físicopt
dc.subjectEstudantespt
dc.subjectÍndice de massa corporalpt
dc.subjectCoimbra Universitypt
dc.subjectYasar Universitypt
dc.subjectPhysical exercisept
dc.subjectStudentspt
dc.subjectBody mass indexpt
dc.titleA prática de exercício físico dos estudantes universitários e o papel desempenhado pela universidade na sua promoçãopt
dc.title.alternativePHYSICAL EXERCISE AMONG UNIVERSITY STUDENTS AND THE ROLE OF THE UNIVERSITY IN ITS PROMOTIONpt
dc.typemasterThesispt
degois.publication.locationUniversidade de Coimbra e Universidade Yasar, em Izmir, Túrquia.pt
degois.publication.titleA PRÁTICA DE EXERCÍCIO FÍSICO DOS ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS E O PAPEL DESEMPENHADO PELA UNIVERSIDADE NA SUA PROMOÇÃOpor
dc.peerreviewedyes-
dc.date.embargo2026-06-15*
dc.identifier.tid202712222pt
thesis.degree.disciplineMedicina-
thesis.degree.level1-
thesis.degree.nameMestrado Integrado em Medicinapt
uc.degree.grantorUnitFaculdade de Medicina-
uc.rechabilitacaoestrangeiranopt
uc.degree.grantorID0500-
uc.contributor.authorAlmeida, Manuel António Macieira de::0000-0001-9604-3424-
uc.degree.classification20-
uc.date.periodoEmbargo2190pt
uc.degree.presidentejuriMoura, José Manuel Santos Pereira de-
uc.degree.elementojuriGomes, João Pedro Figueiredo-
uc.degree.elementojuriSantos, Lélita Conceição-
uc.contributor.advisorSantos, Lélita Conceição-
uc.contributor.advisorMacieira, Luisa Maria Morais-
item.openairecristypehttp://purl.org/coar/resource_type/c_18cf-
item.openairetypemasterThesis-
item.cerifentitytypePublications-
item.grantfulltextembargo_20260615-
item.fulltextCom Texto completo-
item.languageiso639-1pt-
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado
Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Versão Final_Tese_Manuel Almeida.pdf1 MBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show simple item record

Page view(s)

119
checked on Apr 16, 2024

Download(s)

10
checked on Apr 16, 2024

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons