Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94599
Title: Variabilidade do Ritmo Cardíaco perante a ameaça social: Comparação entre adolescentes com e sem Fobia Social
Other Titles: Heart Rate Variability during social threat: Comparison between adolescents with and without Social Anxiety Disorder
Authors: Ressurreição, Vanessa Daniela Saraiva
Orientador: Rijo, Daniel Maria Bugalho
Keywords: Variabilidade do Ritmo Cardíaco; Fobia Social; Adolescência; Sistemas de Regulação do Afeto; Ameaça social; Heart Rate Variability; Social Anxiety Disorder; Adolescence; Affect Regulation Systems; Social threat
Issue Date: 15-Jul-2020
Serial title, monograph or event: Variabilidade do Ritmo Cardíaco perante a ameaça social: Comparação entre adolescentes com e sem Fobia Social
Place of publication or event: Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
Abstract: A adolescência é um período crítico no desenvolvimento das competências de regulação emocional (RE) com implicações futuras no funcionamento social, e na saúde mental. Este período tem sido apontado como mais suscetível a desregulação emocional e ao desenvolvimento de perturbações afetivas. Numa perspetiva evolucionária, têm sido propostos três sistemas interconectados de RE (Threat, Drive e Soothing) ao serviço da sobrevivência. Este estudo investigará o sistema de Threat, um sistema cuja função é a deteção de ameaças e ação defensiva. Contudo, a constante ativação deste sistema, compromete a flexibilidade autónoma e capacidade de adaptação ao meio. A Variabilidade do Ritmo Cardíaco (VRC) tem sido proposta como indicador psicofisiológico de RE, sendo que menor VRC se associa a maior ritmo cardíaco (RC), hipersensibilidade à ameaça, maior desregulação emocional e a psicopatologia. A Fobia Social (FS) é caracterizada por hipervigilância/hipersensibilidade à avaliação dos outros e associa-se a menor VRC. Foram também encontradas diferenças de género no RC/VRC (maior RC e menor VRC nas adolescentes do sexo feminino). O presente estudo será o primeiro a investigar diferenças nas medidas de RC/VRC entre adolescentes com PAS (n = 80) e sem psicopatologia (n = 80), em baseline, durante e após uma experiência de ameaça social, induzida através de um procedimento experimental que permite ativar o sistema de Threat. Espera-se que os adolescentes com FS apresentem maior RC e menor VRC nos três momentos do procedimento experimental (baseline, ativação e recuperação), o que apoia a relação entre menor VRC, desregulação emocional e psicopatologia. Simultaneamente, espera-se que os adolescentes com PAS apresentem mudanças fisiológicas mais acentuadas quando ativado o sistema de Threat (ativação) e manifestem uma recuperação fisiológica mais lenta e inflexibilidade autónoma após a sua ativação (recuperação). Esperam-se diferenças de género no RC/VRC em ambos os grupos (maior RC e menor VRC nas adolescentes do sexo feminino), que poderão contribuir para a compreensão das diferenças de género na psicopatologia. Este estudo visa apoiar o uso da VRC como indicador psicofisiológico de RE em adolescentes com e sem FS. Estudar o sistema de Threat ao nível dos mecanismos psicofisiológicos, poderá contribuir para o estudo da VRC como indicador de stress e ansiedade crónico na adolescência.
Adolescence represents a critical period in the development of emotion regulation (ER) skills with future implications for social functioning, and mental health. Thus, this period has been identified as more susceptible to emotion dysregulation and the development of affective disorders. Evolutionary approaches proposed three interconnected systems of ER (Threat, Drive and Soothing), allowing the individuals to survive. This study will investigate the Threat system, which provides abilities to detect and respond to threats appropriately. However, the constant activation of the Threat system, compromises autonomous flexibility and the ability to adapt to the environment. Heart Rate Variability (HRV) has been described as psychophysiological biomarker of ER: lower HRV is associated with increased heart rate (HR), hypersensitivity to threats, emotion dysregulation and psychopathology. Social Anxiety Disorder (SAD) is linked to hypervigilance and hypersensitivity to negative evaluation from others, and lower VRC. In addition, sex differences were found in HR/HRV measures (higher HR and lower HRV in females adolescents). This study aims to investigate differences in HR/HRV between adolescents with SAD (n = 80) and without psychopathology (n = 80), at baseline, during and after a social threat experience, induced through an experimental procedure capable of stimulate the threat system. It is expected that adolescents with SAD have a higher HR and a lower HRV during the three moments of the experimental procedure (baseline, activation and recovery), which supports the relationship between lower HRV, emotion dysregulation and psychopathology. Simultaneously, it is expected that adolescents with SAD show greater and exaggerated physiological changes during Threat system stimulation (activation), and show slower physiological recovery and greater autonomous inflexibility after Threat system activation (recovery). Furthermore, it is expected sex differences in HR/HRV in both groups (with and without SAD), with greater HR and lower HRV in female adolescents, that may contribute to the understanding of sex differences in psychopathology. The development of this study aims to support the use of HRV as a psychophysiological biomarker of ER in adolescents with SAD and without psychopathology. Studying the psychophysiological mechanisms during Threat system activation may contribute towards the study of HRV as an index of stress and chronic anxiety in adolescence.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/94599
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
DissertaçãoMestrado2020_Vanessa Ressurreição.pdf1.03 MBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

17
checked on Jun 10, 2021

Download(s)

3
checked on Jun 10, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons