Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94513
Title: Alterações na Variabilidade do Ritmo Cardíaco associadas à Ativação do Sistema de Drive: Comparações entre Adolescentes com e sem Fobia Social e em função do Recurso a Estratégias de Evitamento
Other Titles: Changes in Heart Rate Variability associated with Drive System Activation: Comparisons between Adolescents with and without Social Phobia depending on the Use of Avoidance Strategies
Authors: Carvalho, Inês Maria Morais Cardoso Maçãs de
Orientador: Rijo, Daniel Maria Bugalho
Keywords: Adolescência; Estratégias de Evitamento; Fobia Social; Modelo Tripartido de Regulação Emocional; Variabilidade do Ritmo Cardíaco; Adolescence; Avoidance Strategies; Social Phobia; Tripartite Emotion Regulation Systems Theory; Heart Rate Variability
Issue Date: 15-Jul-2020
Serial title, monograph or event: Alterações na Variabilidade do Ritmo Cardíaco associadas à Ativação do Sistema de Drive: Comparações entre Adolescentes com e sem Fobia Social e em função do Recurso a Estratégias de Evitamento
Place of publication or event: Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
Abstract: O desequilíbrio entre os sistemas de regulação emocional (Soothing, Threat e Drive) associa-se à psicopatologia. A Fobia Social (FS) em adolescentes tem sido associada a dificuldades de regulação emocional. A Variabilidade do Ritmo Cardíaco (VRC) é um indicador psicofisiológico de regulação emocional. Existem poucos estudos focados na VRC e FS. O DSM-5 remete para diferenças interindividuais na FS – os indivíduos evitam ou enfrentam com elevado desconforto as situações sociais – que ainda não foram estudadas a nível psicofisiológico e emocional. Indivíduos com FS ficam presos entre o sistema de Drive e o sistema de Threat. Através de um procedimento experimental com recurso a um cenário auditivo ativador do sistema de Drive – sistema de procura de recursos e incentivos – este estudo pretende testar diferenças a nível psicofisiológico (Ritmo Cardíaco; VRC) e na perceção de emoções, numa amostra de adolescentes (n=160) sem psicopatologia (n = 80; amostra comunitária) e com FS (n = 80; amostra clínica), equilibradas na distribuição de género (Estudo 1); e entre adolescentes com FS que usam preferencialmente estratégias de evitamento (subamostra alto-evitamento) e adolescentes com FS que menos as utilizam (subamostra baixo-evitamento) (Estudo 2). As medidas serão recolhidas em três fases (baseline, ativação e recuperação). No Estudo 1, hipotetiza-se que haja diferenças no padrão RC/VRC na fase de baseline e recuperação e que haja diferenças na perceção de emoções na ativação do sistema de Drive. Espera-se que os adolescentes com FS reportem maior intensidade de emoções de Threat e os adolescentes sem psicopatologia maior intensidade de emoções de Drive. No Estudo 2, hipotetiza-se que, na recuperação, haja diferenças no padrão RC/VRC e na perceção de emoções, em função do recurso a estratégias de evitamento social. Espera-se que os adolescentes que menos utilizam as estratégias de evitamento apresentem uma recuperação mais lenta para os níveis basais dos indicadores psicofisiológicos e maior intensidade de emoções de Threat, comparativamente ao seu repouso. A presente investigação fornecerá evidência empírica para a compreensão da VRC como indicador de (des)regulação emocional em adolescentes com e sem FS, e em função do recurso a estratégias de evitamento, sustentando o seu uso na avaliação e diagnóstico e na avaliação dos resultados de intervenções psicológicas.
The imbalance between emotional regulation systems (Soothing, Threat and Drive) is associated with psychopathology. Social Phobia (SP) in adolescentes has been associated with emotion regulation difficulties. Heart Rate Variability (HRV) is defined as an emotion regulation psychophysiological marker. Only a few studies focus on HRV and SP. DSM-5 refering to inter-individual differences - individuals avoid or face social situations with high anxiety and discomfort - that have not yet been studied at a psychophysiological and emotional level. Individuals with SP are trapped between the Drive system and the Threat system. Drive is a resource-seeking and incentives system. Resorting to an experimental procedure using a Drive system auditive scenario, this study intends to test differences at a psychophysiological level (Heart Rate; HRV) and in the perception of emotions in a sample of adolescents (n = 160) without psychopathology (n = 80; community sample) and with SP (n = 80; clinical sample) with balanced gender distribution (Study 1); and among adolescents with SP who preferentially use avoidance strategies (high-avoidance subsample) and adolescents with SP who use them less (low-avoidance subsample) (Study 2). Measures will be collected in three phases (baseline, activation and recovery). In Study 1, it is hypothesized that there are differences in the HR / HRV pattern in the baseline and recovery phases and that there are differences in the perception of emotions in the activation of the Drive system. Adolescents with SP are expected to report greater intensity of Threat emotions and adolescents without psychopathology greater intensity of Drive emotions. In Study 2, it is hypothesized that, in recovery, there are differences in the HR / HRV pattern and in the perception of emotions, due to the use of social avoidance strategies. It is expected that adolescents who use less avoidance strategies will show a slower recovery to baseline levels of psychophysiological indicators and a higher intensity of Threat emotions, compared to their rest. The present investigation will provide empirical evidence for understanding HRV as an emotion (dys)regulation marker in adolescents with and without SP and due to the use of avoidance strategies, supporting its use in the evaluation and diagnosis and in the evaluation of the results of psychological interventions.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/94513
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Dissertação de Mestrado - Inês Maria Morais Cardoso Maçãs de Carvalho.pdf1.35 MBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

10
checked on Jun 10, 2021

Download(s)

1
checked on Jun 10, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons