Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94005
Title: ANÁLISE DA GESTÃO DE COMBUSTÍVEIS FLORESTAIS NA ENVOLVENTE IMEDIATA ÀS HABITAÇÕES ISOLADAS EM PORTUGAL.
Other Titles: ANALYSIS OF THE MANAGEMENT OF FOREST FUELS IN THE IMMEDIATE SURROUNDINGS TO ISOLATED HOUSES IN PORTUGAL.
Authors: Lima, Hadassa Algaranhar
Orientador: Góis, José Carlos Miranda
Almeida, Miguel Abrantes de Figueiredo Bernardo de
Keywords: Forest fuel management; Wildland-Urban Interface; Forest Fires; Risk Assessment; Portugal; Gestão de combustíveis florestais; Interface Urbano Florestal; Incêndios Florestais; Avaliação de Risco; Portugal
Issue Date: 24-Feb-2021
Serial title, monograph or event: ANÁLISE DA GESTÃO DE COMBUSTÍVEIS FLORESTAIS NA ENVOLVENTE IMEDIATA ÀS HABITAÇÕES ISOLADAS EM PORTUGAL.
Place of publication or event: DEC-FCTUC
Abstract: Os incêndios florestais na Interface Urbano Florestal (IUF) constituem um grande desafio para o mundo, em especial onde há a coexistência do fogo e a presença humana. No sul da Europa, em especial em Portugal, os últimos anos da década de 2010 foram devastadores para a vida humana nestas zonas de IUFs. Em Portugal, a maior pate do território continental é constituída de florestas de pinhais, pinheiros e eucaliptos. A legislação portuguesa aperfeiçoou-se de modo a garantir a adequada gestão das florestas do território nacional bem como o partilhamento de informações de combate em zonas transfronteiriças de forma a garantir o combate de incêndios instalados, mas é imprescindível a implementação de medidas e ferramentas de gestão de combustíveis nas IUF na tentativa de mitigação dos incêndios. Este trabalho propôs fazer uma análise à gestão de combustíveis florestais na envolvente imediata às habitações isoladas em Portugal continental, visando contribuir para uma melhor compreensão dos fatores determinantes no processo de mitigação dos efeitos adversos nas zonas de interface que possam vir a arder nos próximos anos, diminuindo assim, principalmente, as perdas de vidas humanas, a destruição do património privado e do bioma no território continental. Foram utilizadas ferramentas de georreferenciamento para a aquisição das imagens e posterior classificação através do Google Earth® e validadas com imagens por veículo não tripulado, DRONE. Para a classificação foram estabelecidas regras de níveis variados de risco em básico, moderado, alto, muito alto e extremo conforme a legislação portuguesa vigente em 2021. Para análise deste trabalho foi utilizada a recolha de 2000 pontos de controlo, observando os possíveis tipos de combustíveis que pudessem provocar incêndios, são eles: herbáceos, arbustivos, arbóreos e arbóreos espontâneos. Percebeu-se que o território de Portugal Continental apresenta risco alto e muito sendo nas regiões do Alentejo e Algarve as taxas mais elevadas de incêndios. Diante disto, é necessário implementações de políticas de combate de incêndios mais eficazes de sensibilização da população residente nas IUFs bem como uma maior participação governamental para prevenção ao invés de combate de incêndios já instalados.
Forest fires at the Wildland-Urban Interface (WUI) are a major challenge for the world, especially where there is a coexistence of fire and human presence. In southern Europe, especially in Portugal, the last years of the decade of 2010 were devastating for human life in these areas of WUI. In Portugal, the largest portion of the continental territory consists of forests of pine, pine and eucalyptus. Portuguese legislation has been improved in order to guarantee the adequate management of forests in the national territory as well as the sharing of combat information in cross-border areas in order to guarantee the fighting of installed fires, but the implementation of management measures and tools is essential. of fuels in the WUI in an attempt to mitigate fires. This work proposed to make an analysis to the management of forest fuels in the immediate environment of isolated houses in mainland Portugal, aiming to contribute to a better understanding of the determining factors in the process of mitigation of adverse effects in interface that may burn in the coming years, thus reducing mainly the loss of human life, the destruction of the private heritage and the biome in the continental territory. Georeferencing tools were used for image acquisition and subsequent classification through Google Earth® and validated with images by an unmanned vehicle, DRONE. For the classification, rules of varying levels of risk were established in basic, moderate, high, very high and extreme according to the Portuguese legislation in force in 2021. For the analysis of this work, the collection of 2000 control points was used, observing the possible types of fuels that could cause fires, they are: herbaceous, shrubs, trees and spontaneous trees. It was noticed that the territory of mainland Portugal has a high risk and the highest rates of fires are in the regions of Alentejo and Algarve. In view of this, it is necessary to implement more effective fire-fighting policies to raise the awareness of the population residing in the IUFs, as well as greater government participation for prevention instead of fighting already installed fires.
Description: Dissertação de Mestrado em Segurança aos Incêndios Urbanos apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/94005
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Show full item record

Page view(s)

31
checked on Sep 16, 2021

Download(s)

43
checked on Sep 16, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons