Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/87996
Title: P-cadherin role on the mitochondrial biology of breast cancer cells
Other Titles: Influência da P-caderina na biologia mitocondrial de células de cancro da mama
Authors: Silva, Margarida Ribeiro da
Orientador: Moreno, António Joaquim de Matos
Marques, Ricardo Jorge Fernandes
Keywords: P-caderina; Cancro da mama; Mitocondria; Metabolismo; P-cadherin; Breast Cancer; Mitochondria; Metabolism
Issue Date: 12-Sep-2019
Project: info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147358/PT
Serial title, monograph or event: P-cadherin role on the mitochondrial biology of breast cancer cells
Place of publication or event: UC-Biotech, CNC-UC
Abstract: Breast cancer is one of the most common neoplasms worldwide and remains the leading cause of cancer death in women in developed countries. P-cadherin, a cell adhesion glycoprotein, is overexpressed in 30% of breast cancer cases and was associated with poor prognosis and lower survival rates. P-cadherin regulates cell adhesion, migration and invasion of breast cancer cells and has been associated with glycolytic markers such as GLUT1, CAIX, MCT1 and CD147 in breast cancer tissue samples. As metabolic reprogramming is a hallmark of cancer, P-cadherin may be related to mitochondrial changes that justify this metabolic change. Thus, we intend to evaluate whether P-cadherin overexpression may influence mitochondrial biology of breast cancer cells.This work focused on assessing how P-cadherin could modulate mitochondrial characteristics in two breast cancer cell lines: a luminal breast cancer model, MCF-7/AZ, by comparing its effects when overexpressed and a basal breast cancer line, BT20, in which a transient downregulation of P-cadherin was induced. These models served as a way to uncover P-cadherin biologic effects in mitochondria features and cellular metabolism. The results indicate that P-cadherin may be involved in metabolic changes that dictate the primary form of ATP by breast cancer cells. This occurs possibly by stimulating glycolysis since there was a 25 % decrease in ATP levels when P-cadherin was overexpressed. However, no statistically significant differences were obtained that could correlate regulation of P-cadherin with oxidative phosphorylation changes, or alteration in mitochondrial membrane potential. Although P-cadherin does not appear to interfere with mitochondrial biogenesis processes, it may be involved in modelling mitochondrial dynamics, since a decrease of 39.61 % in MFN1 protein was observed in MCF-7/AZ cells overexpressing P-cadherin, while MFN1 increased following P-cadherin silencing in BT20 cells. These effects may eventually alter the mitochondrial biology of breast cancer cells. If these results are confirmed, it may support the described P-cadherin role in increased aggressiveness and metastatic capacity of cancer cells by modulating, at least partially, cancer cell metabolism.
O cancro da mama é um dos neoplasmas mais comuns em todo o mundo e continua a ser a principal causa de morte por cancro em mulheres nos países desenvolvidos. A P-caderina, uma glicoproteína de adesão celular, está sobre expressa em 30% dos casos de cancro da mama e foi relacionada com pior prognóstico e menor taxas de sobrevivência. A P-caderina tem uma influência na adesão celular, migração e invasão das células de cancro da mama e foi associada com marcadores glicolíticos, como o GLUT1, CAIX, MCT1 e CD147 em amostras de tecido de cancro da mama. Como a reprogramação metabólica é um hallmark do cancro, a P-caderina poderá estar relacionada com alterações mitocondriais que justifiquem está mudança metabólica. Assim, pretendemos com este trabalho avaliar se a sobre expressão da P-caderina poderá influenciar a biologia mitocondrial das células de cancro da mama.Este trabalho focou-se em avaliar como é que a P-caderina poderá modular características mitocondriais em duas linhas celulares de cancro da mama: um modelo de cancro da mama luminal, MCF-7/AZ, comparando os efeitos com a sobre expressão da P-caderina e uma linha de cancro da mama basal, BT20, na qual foi induzido o silenciamento transiente da P-caderina.Os resultados indicam que a P-caderina poderá estar envolvida nas alterações metabólicas que ditam a principal forma de obtenção de ATP pelas células de cancro da mama. Isto ocorre possivelmente estimulando a glicólise, uma vez que houve uma diminuição de 25% nos níveis de ATP aquando da sobre expressão da P-caderina. No entanto, não foram encontradas evidências que relacionem o efeito da P-caderina com alterações na fosforilação oxidativa, ou potencial membranar mitocondrial. Embora a P-caderina não pareça interferir com os processos de biogénese mitocondrial, poderá está envolvida na modelação da dinâmica mitocondrial, uma vez que uma diminuição de 39,61 % na proteína MFN1 foi observada nas células MCF-7/AZ sobre expressando P-caderina, e um aumento da mesmo proteína após silenciamento da P-caderina nas células BT20. Estes efeitos poderão eventualmente alterar a biologia mitocondrial das células do cancro da mama. Se estes resultados forem confirmados, podem apoiar o papel descrito da P-caderina no aumento da agressividade e capacidade metastática de células cancerígenas modulando, pelo menos parcialmente, o metabolismo destas.
Description: Dissertação de Mestrado em Bioquímica apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/87996
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação_Margarida Silva.pdf2.11 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

33
checked on Jan 22, 2020

Download(s)

31
checked on Jan 22, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons