Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/87861
Title: Um Olhar Sobre a Patela: Análise Métrica para a Diagnose Sexual.
Other Titles: A Look at the Patella: Metric Analysis for Sexual Diagnosis.
Authors: Santos, Cláudia Maio dos
Orientador: Cunha, Eugénia Maria Guedes Pinto Antunes da
Keywords: Patela; Estimativa do sexo; Função discriminante; População Portuguesa; Antropologia Forense; Patella; Sex Estimation; Discriminant function; Portuguese population; Forensic Anthropology
Issue Date: 15-Jul-2019
Serial title, monograph or event: Um Olhar Sobre a Patela: Análise Métrica para a Diagnose Sexual.
Place of publication or event: Departamento de Ciências da Vida
Abstract: Forensic anthropologists face several problems when trying to identify human skeletal remains. Based only on the human bones, it isn't always possible to access a complete skeleton. As such, there’s a need to develop new methods to analyze different bones of the human skeleton.The estimation of the biological profile is the first step towards a positive identification, encompassing four parameters to be analyzed: ancestry, sex, age and height. The present study aims to analyze the patellar osteometry, with attention to its degree of sexual dimorphism, to establish a simple method for estimating sex in Portuguese adults.The sample studied had a total of 222 adult individuals, 117 females and 105 males, from the identified Skeleton Collection of XXI Century of the University of Coimbra. Six measurements were taken to determinate the section point for each measurement and stablished a discriminant function for the sex estimation through the patella in Portuguese population. Subsequently, this method was validated in a different sample of 50 individuals.Maximum height (MAXH) stands out with a 77% of correct sex estimation, reaching 98% when applied to the new sample. The discriminant function analysis containing all the variables showed the best results, with 80.2% of correct classification after cross-validation. However, the best function when applied to the new sample, with 100% correct classification, include four variables, MAXH, articular facet height (HAF), medial and lateral articular facet breadth (respectively MAFB and LAFB).The results obtained in the study of the patella are promising. However, the methods developed in this bone have a strong populational specificity and should not be applied in other populations without being previously tested.
Os antropólogos forenses deparam-se com diversos problemas no que diz respeito à identificação. Quando se analisam restos humanos esqueletizados, nem sempre se dispõe do esqueleto completo. Como tal, têm-se desenvolvido métodos de análise dos diferentes ossos do esqueleto.A estimativa do perfil biológico é o primeiro passo para uma identificação positiva, englobando quatro parâmetros a ser analisados: ancestralidade, sexo, idade e estatura. O presente estudo pretende analisar a osteometria da patela, com atenção ao seu grau de dimorfismo sexual, de modo a estabelecer um método simples para a estimativa do sexo em indivíduos adultos portugueses.A amostra estudada conta com um total de 222 indivíduos adultos, 117 do sexo feminino e 105 do sexo masculino, provenientes da Coleção de Esqueletos identificados do Século XXI da Universidade de Coimbra. O estudo consistiu na recolha de seis medidas, estabelecendo-se pontos de cisão para cada medida e desenvolvendo uma função discriminante para a estimativa do sexo através da patela na população portuguesa. Posteriormente, procedeu-se à validação deste método numa amostra independente com 50 indivíduos.A medida referente à altura máxima (MAXH) destaca-se, com 77% de classificação correta do sexo, alcançando 98% quando aplicada à nova amostra. A função discriminante englobando todas as variáveis foi a que demonstrou melhores resultados, alcançando uma classificação correta de 80.2% após validação cruzada. Contudo, os melhores resultados na amostra de validação, com 100% de classificação correta, incluem quatro variáveis, nomeadamente MAXH, altura da superfície articular (HAF), largura da superfície articular medial e lateral (respetivamente MAFB e LAFB).Os resultados do estudo da patela são promissores. Contudo, os métodos desenvolvidos neste osso têm uma grande especificidade populacional pelo que não deverão ser aplicados noutras populações sem terem sido previamente testados.
Description: Dissertação de Mestrado em Antropologia Forense apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/87861
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
tese completa Cláudia Maio Santos.pdf1.77 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

216
checked on Dec 5, 2022

Download(s)

86
checked on Dec 5, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons