Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/87559
Title: Performance Arte: Projetos, Mediações e seus Desenvolvimentos no Plano Global da Ecranização
Authors: Fernandes, João Carlos Gordilho
Orientador: Oliveira, Fernando
Carvalho, António
Keywords: Performance Arte; Reperformance; Arte da Acção; Arte Viva; Egídio Álvaro
Issue Date: 23-May-2019
Project: Fundação para a Ciência e Tecnologia 
Abstract: As primeiras manifestações públicas da Performance Arte em Portugal, como viemos a confirmar, surgiram no contexto da “Perspectiva 74”. Esta foi uma mostra artística realizada em Fevereiro, em 1974, no Porto. Com efeito, essas intervenções artísticas foram a origem durante anos de acesas polémicas e suscitando questionamentos constituíram um estímulo poderoso à aproximação de intelectuais utópicos. Sendo amada por uns e odiada por muitos outros, a performance arte foi considerada pelo crítico de arte Egídio Álvaro, a par do Modernismo, do Surrealismo e do Neo-realismo, como uma das mais importantes propostas da arte portuguesa do século XX. Ela configura desde então um movimento alternativo de contestação política e social da contracultura aos processos normativos da cultura dominante. A nossa abordagem não é nada tranquilizadora, pois as transformações em curso que passamos a designar de ecranização global são desafiantes, porque ameaçam modificar tão radicalmente as condições da vida humana tal como a conhecemos e o ambiente social onde esta se processa que escapam às descrições artificiosas que integram pressupostos de valorização antecipando futuros radiantes. A performance arte insere-se numa perspectiva do pensamento ecológico assumindo uma responsabilidade perante aspectos da vida que ainda não existem. Tal exemplo visto no seu todo e quando socialmente configurado nas relações da vida do dia-adia torna-se um antídoto eficaz contra o elitismo. No que concerne concretamente à arte da performance, as mais recentes práticas de apresentação e preservação da arte contemporânea em contexto museológico recorrem quer à reconstituição da arte da performance, que por definição é um acontecimento único, quer a métodos utilizados pela repétition que apelam à teatralização (encenação) do espaço da performance arte, subvertendo o processo criativo desta arte de acção e do corpo. As estratégias de replicação (reperformance) desta arte efémera passam por produzir uma resposta eficaz à programação da performance arte. Na arte contemporânea, como em muitos outros domínios, em tempo real, a arte da acção tem que intervir para propor às pessoas a realização do espaço utópico da performance arte.
Description: Tese de Doutoramento em Arte Contemporânea, apresentada ao Colégio das Artes da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/87559
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Teses de Doutoramento
Colégio das Artes - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Performance Arte.pdf4.03 MBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

148
checked on Jun 15, 2021

Download(s)

20
checked on Jun 15, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.