Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/86454
Title: Caracterização cineantropométrica, composição corporal e capacidade bio-motora do jogador de Badminton de Elite Nacional
Other Titles: Kinanthropometric characterization, body composition and bio-motor ability of National Elite Badminton player
Authors: Santos, Nuno Miguel Marques dos 
Orientador: Duarte, João Pedro Marques
Rama, Luís Manuel Pinto Lopes
Keywords: antropometria; dinamometria isocinética; Wingate; Hand Grip; aptidão cardiorrespiratória; anthropometry; isokinetic dynamometry; Wingate; Hand Grip; cardiorespiratory fitness
Issue Date: 20-Apr-2018
Serial title, monograph or event: Caracterização cineantropométrica, composição corporal e capacidade bio-motora do jogador de Badminton de Elite Nacional
Place of publication or event: Universidade de Coimbra, Portugal
Abstract: O Badminton é considerado um dos desportos mais praticados em todo o mundo, com o número total de praticantes a ascender os 200 milhões. A caracterização dos parâmetros fisiológicos e antropométricos dos seus jogadores torna-se determinante para a potenciação da performance desportiva. Nos últimos anos vários estudos têm sido realizados em amostras de diversos países e com atletas de vários níveis competitivos. O presente estudo teve com objetivo caraterizar o jogador de Badminton de elite português do ponto de vista antropométrico e funcional. A amostra compreende dez jogadores de Badminton (22,1 ± 6,0 anos) do sexo masculino. A bateria de testes centrou-se na avaliação antropométrica geral, na composição corporal detalhada dos jogadores bem como na capacidade bio-motora que detêm través do teste Isocinético dos músculos extensores e flexores do joelho (60, 180 e 300º/s), da preensão manual, do teste de Wingate, potência aeróbia em tapete rolante (VO2máx) e fatores de orientação global. A estatura média da amostra foi de 177,6 ± 7,4cm e o valor médio da massa corporal de 70,6 ± 9,1kg. A percentagem média de massa gorda corporal situa-se nos 13,1 ± 3,8%. Os valores de força no membro superior direito (42,9 ± 10,7kg) foram relativamente superiores ao membro superior esquerdo (37,3 ± 8,6kg) para a preensão manual. Na velocidade de 60º/s o rácio convencional entre flexores e extensores foi de, em média, de 0,57 ± 0,06 e o rácio funcional de 0,77 ± 0,3 enquanto na velocidade de 180º/s os valores para o convencional foram de 0,65 ± 0,07 e o rácio funcional de 1,02 ± 0,14. Os valores para a potência mecânica no teste de Wingate relativos à massa corporal são de 12,0 ± 1,3W/kg. Os jogadores de Badminton apresentaram um VO2máx relativo de 56,9 ± 4,1ml/kg/min. Quanto à orientação global os valores médios para o ego foram de 2,2 ± 0,8 e de orientação para a tarefa de 4,4 ± 0,4. Conclui-se que os atletas de Badminton deste estudo apresentam resultados semelhantes a jogadores de elite de outros países. Relativamente às vias metabólicas, conclui-se que o jogador português tem capacidade razoável de potência aeróbia, potência mecânica máxima e potência mecânica média. A estabilidade da articulação do joelho está de acordo com os valores de referência. É ainda possível concluir que o jogador de Badminton de elite português tem uma orientação para a tarefa, no que diz respeito à realização dos objectivos.
Badminton is considered one of the most practiced sports in the world, with the total number of federated participants ascending the 200 million. The characterization of the physiological and anthropometric parameters of its players becomes crucial to the empowerment of sports performance. In recent years, various studies have been conducted considering samples from different countries and with athletes from various competitive levels. The present study was aimed at examining the elite Portuguese Badminton player of the anthropometric and functional parameters. The sample comprises ten Badminton male players (22.1 ± 6.0 years). The tests focused on anthropometric evaluation, detailed body composition, and bio-motor capacity through the Isokinetic knee extensors and flexors muscles testing (60, 180 and 300º/s), Hand Grip, the Wingate test, aerobic power in rail (Vo2max) and global orientation factors. The average stature of the sample was 177.6 ± 7.4cm and the average of the body weight is 70.6 ± 9, 1kg. The average percentage of body fat was located in 13.1 ± 3.8%. The values of the right upper limb (42.9 ± 10.7kg) were relatively higher than the left upper limb (37.3 ± 8.6kg) to Hand Grip. At 60º/s the conventional ratio between flexors and extensors muscles was on average of 0.57 ± 0.06 and the functional ratio of 0.77 ± 0.3, while at the speed of 180º/s values were 0.65 ± 0.07 for the conventional and were 1.02 ± 0.14 for functional ratio. The values for the mechanical power at the Wingate test relating to body mass were 12.0 ± 1.3W/kg. Badminton players presented a 56.9 ± 4.1mL/kg/min VO2max. In which concerns global orientation mean values were 2.2 ± 0.8 for the ego and of 4.4 ± 0.4 to the task. It is concluded that the Badminton players of this study presented similar results to elite players from other countries. Regarding the metabolic pathways, it is concluded that the Portuguese player has reasonable aerobic power capacity and mechanical power. The stability of the knee joint is in agreement with the reference values. It is also possible to conclude that the Portuguese elite Badminton player has an orientation to the task, as regards the achievement of the objectives.
Description: Dissertação de Mestrado em Treino Desportivo para Crianças e Jovens apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física
URI: http://hdl.handle.net/10316/86454
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação de Mestrado - Nuno Santos.pdf966.53 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

366
checked on Jul 28, 2020

Download(s)

303
checked on Jul 28, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons