Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/85718
Title: Barreiras Arquitetónicas
Other Titles: Architectural Barriers
Authors: Estarreja, Margarida Sofia Catarino 
Orientador: Direito, Professor a Definir - Faculdade de
Keywords: Barreiras arquitetónicas; acessibilidade; mobilidade reduzida; Architectural barriers; accessibility; reduced mobility
Issue Date: 21-Mar-2018
Serial title, monograph or event: Barreiras Arquitetónicas
Place of publication or event: Faculdade de Direito Da Universidade de Coimbra
Abstract: Andar pela cidade nem sempre está ao alcance de todos, pois a existência de barreiras no espaço e edifícios impedem ou dificultem a livre e cómoda circulação das pessoas com limitações de mobilidade, privando-as de serem autónomas. O impacto que as barreiras arquitetónicas causam no dia-a-dia de milhares de pessoas em todo o mundo é prejudicial em todos os aspectos da vida social dos indivíduos, pois estas barreiras constituem um obstáculo ao pleno exercício de cidadania do Homem, na medida em que impedem ou limitam as pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, temporária ou permanente, de usufruir de todos os seus direitos. Assim a presente dissertação discute os principais problemas das barreiras arquitetónicas no quotidiano das pessoas. A presença de degraus, a falta de corrimãos, rampas e elevadores, a falta de casas de banho adaptadas para as pessoas que usam cadeiras de rodas, e salas de espera inadequadas às necessidades, portas estreitas, buracos nas calçadas, entre muitos outros obstáculos que limitam a acessibilidade. A acessibilidade nos espaços públicos, tais como instituições de ensino para a inclusão escolar e consequente inclusão social, de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida através de um diagnóstico da estrutura físico-arquitetónica. Quando não é possível concretizar a acessibilidade dos espaços, a criação de rotas acessíveis surge como uma possibilidade de adequação do espaço físico, em prol do desenho universal, como forma de garantir o acesso igualitário, independente da condição física individual. Portanto, a acessibilidade é essencial no quotidiano de todas as pessoas e o acesso aos espaços público é um direito de todos os cidadãos. O envelhecimento populacional e as pessoas com deficiência física tornam indispensável a intervenção institucional no sentido de qualificar e promover melhorias dos edifícios.
Walking through the city is not always within everyone's reach, because the existence of barriers in space and buildings impede or hinder the free and convenient movement of people with mobility limitations, depriving them of being autonomous. The impact of the architectural barriers on the daily lives of thousands of people around the world is detrimental in all aspects of the social life of individuals, as these barriers constitute an obstacle to the full exercise of citizenship of man, insofar as which prevent or limit persons with disabilities or with reduced mobility, temporary or permanent, from enjoying all their rights. for that this dissertation discusses the main problems of architectural barriers in people's daily lives. The existence of steps, the lack of railings, the inexistence of slopes and lifts, the lack of bathrooms adapted for the users of wheelchairs and the inadequate waiting rooms, narrow doors, the holes in the sidewalks, among many others obstacles that limit accessibility. The accessibility in public spaces, like educational institutions for school inclusion and consequent social inclusion of people with disabilities or reduced mobility through a diagnosis of physical architectural structure. When it is not possible to achieve the accessibility of spaces the creation of accessible routes arises as a possibility adequacy of physical space, in favor of universal design as a way to ensure equal access, independent of personal physical condition. Therefore the accessibility is essential in the everyday life of all people and the access to public spaces is a right of every citizen. The populacion aging and the disabled persons make institutional intervention for improving the physical of the buildings indispensable.
Description: Dissertação de Mestrado em Direito: Especialidade em Ciências Juridico-Forenses apresentada à Faculdade de Direito
URI: http://hdl.handle.net/10316/85718
Rights: closedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Tese Final.pdf643.05 kBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

374
checked on Feb 26, 2020

Download(s)

275
checked on Feb 26, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons