Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/85623
Title: Padrões de autocorreção e de reformulação de produções escritas por aprendentes de PLE
Other Titles: Patterns of self-correction and reformulation of written production of learners with Portuguese as Foreign Language
Authors: Shen, Wen 
Orientador: Martins, Cristina dos Santos Pereira
Keywords: autocorreção; monitorização; produção escrita; português como língua estrangeira; self-repair; monitoring; written production; Portuguese as foreign language
Issue Date: 24-Jul-2017
Serial title, monograph or event: Padrões de autocorreção e de reformulação de produções escritas por aprendentes de PLE
Place of publication or event: Faculdade de Letras
Abstract: A presente dissertação visa investigar os comportamentos de autocorreção autoiniciada nas produções escritas de aprendentes de Português como Língua Estrangeira (PLE) de LM chinesa e LM inglesa, de diferentes níveis de proficiência. Os dados aos quais recorremos para a análise são oriundos principalmente do Corpus de Produções Escritas de Aprendentes de PL2 (Corpus PEAPL2) do CELGA-ILTEC (Centro de Estudos de Linguística Geral e Aplicada) da Universidade de Coimbra, em que são registados os traços das autocorreções realizadas pelos informantes. Ao observar os números de autocorreções do nível A1 ao nível C1, constatamos que os aprendentes realizaram mais autocorreções com o avançar de nível. Além disso, depois de categorizar todas as autocorreções em função da tipologia de Levelt (1983), descobrimos uma diferença entre os dois grupos de LM: os aprendentes de LM chinesa realizaram mais correções de erros (49,8%), e menos correções de adequação (42,3%), enquanto os aprendentes de LM inglesa realizaram mais correções de adequação (50,3%), seguindo-se as correções de erros (45%). As correções por informação diferente correspondem a percentagens mínimas em ambos os grupos. Quanto ao efeito (bem ou mal sucedido) das autocorreções realizadas, ambos os grupos de LM apresentam taxas de sucesso consideráveis: 80% no grupo de LM chinesa e 74% no grupo de LM inglesa. Em termos gerais, as taxas de sucesso vão aumentando com o avanço do nível de proficiência. As análises realizadas permitem verificar o desenvolvimento da capacidade de monitorização dos aprendentes com a evolução da sua competência em PLE, tendo revelado, também, algumas diferenças dos comportamentos de autocorreção, possivelmente influenciados pela LM dos aprendentes.
The present dissertation aims at studying the patterns of self-initiated self-repair in the writing of learners of Portuguese as Foreign Language, who are native speakers of Chinese and of English, with different levels of proficiency. The main source of data is the Corpus of Written Production by Learners of Portuguese as Second Language (Corpus PEAL2) of the University of Coimbra, in which all the learners’ self-repairs are marked. While observing the numbers of self-repairs from level A1 to level C1, we find that these increase with language development. Moreover, after categorizing all the self-repairs according to the typology presented by Levelt (1983), a difference between the two groups of native speakers was uncovered: the Chinese learners made more error repairs (49,8%) and less appropriateness repairs (42,3%), while the learners with English as native language made more appropriateness repairs (50,3%), followed by error repairs (45%). The category “different repairs” correspond to very small percentages in both groups. As far as the effects of self-repairs go, both learner groups show considerable success rates: 80% in the group of the Chinese native speakers, and 74% in the group of the English native speakers. In general, the success rates improve steadily with the development of the proficiency level of learners. The analysis reveals the development of learners’ capacity for monitoring as L2 competence improves, as well as some differences in self-repair behaviors that are possibly influenced by the native languages of the learners.
Description: Dissertação de Mestrado em Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS) apresentada à Faculdade de Letras
URI: http://hdl.handle.net/10316/85623
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
dissertação versão definitiva _ Wen Shen.pdf2.98 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

304
checked on Jan 15, 2020

Download(s)

286
checked on Jan 15, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons