Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/85525
Title: Uma nova forma de dar e receber a informação: A app da TSF
Other Titles: A new way of giving and receiving information: The TSF app
Authors: Arieira, Flávia Maria Correia 
Orientador: Santos, Sílvio Manuel Rodrigues Correia dos
Keywords: Internet; rádio; dispositivos móveis; aplicações; TSF; Internet; radio; mobile devices; applications; TSF
Issue Date: 16-Feb-2017
Serial title, monograph or event: Uma nova forma de dar e receber a informação: A app da TSF
Place of publication or event: Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
Abstract: A rádio é para muitos o verdadeiro meio de comunicação de massas, uma vez que é o órgão que melhor se adapta aos desafios que lhe são colocados. É um meio para ser ouvido e, assim, necessita que a sua linguagem chegue a todos os ouvintes. Para isso, esta tem que ser simples e direta; além disso a rádio é um meio que precisa de estar em constante atualização fazendo parte, por isso, das rotinas do jornalista a rapidez na produção das notícias. No entanto, com o advento da Internet e com a revolução tecnológica, a rádio está a atravessar um período de transição e por isso vê-se obrigada a pensar na sua essência e a adaptar-se ao contexto digital. A interatividade, promovida pela Internet, favoreceu o contacto entre os jornalistas e os ouvintes; este estímulo à participação dos utilizadores põe termo à passividade da audiência (Cordeiro, 2004b). Deste modo, as rádios começaram, numa tentativa de se reaproximarem dos ouvintes, a apostar cada vez mais no online. As principais rádios criaram páginas web e estão presentes nas redes sociais. Recentemente, começaram a apostar em aplicações para os dispositivos móveis, como é exemplo a rádio TSF. O presente relatório será uma reflexão sobre a aplicação da TSF para dispositivos móveis. A ideia surgiu no decorrer do estágio curricular que fiz na rádio TSF durante um período de três meses. Ao longo do estágio consegui perceber que a Internet, por um lado, é uma importante ferramenta de trabalho para os jornalistas, uma vez que permite um acesso rápido à informação e aos contactos com os jornalistas e fontes de informação, ao mesmo tempo que lhes dá autonomia e permite que eles não tenham de sair da redação para obterem a informação que necessitam. Por outro lado, não sair da redação nem sempre traz vantagens para o trabalho jornalístico, uma vez que com o trabalho a partir da Internet, os jornalistas atualizam-se a partir das mesmas agências de notícias e isso conduz a uma homogeneidade dos conteúdos nos diferentes meios de comunicação.O estágio permitiu chegar ao tema deste trabalho “uma nova forma de dar e receber a informação: a app da TSF”. Este pareceu-me pertinente devido ao contexto em que vivemos, o da era digital, no qual os meios de comunicação precisam de se adaptar à Internet e tirar proveito das suas funcionalidades. Mas, também, porque cada vez menos as pessoas procuram a informação nos meios tradicionais. Esta procura-se nas páginas da Internet e nas redes sociais. Neste contexto, surgem, também, as aplicações para dispositivos móveis. Com a utilização das aplicações, não precisamos de procurar a informação, uma vez que basta ter um dispositivo móvel, como o telemóvel ou o tablet, com Internet, para termos acesso à informação, já que estas aplicações, normalmente, são gratuitas. As aplicações são gratuitas, mas os conteúdos nem sempre.Para se adaptar ao meio, a TSF criou uma aplicação para dispositivos móveis como forma de fidelizar leitores/ouvintes. Através da app é possível que a rádio mantenha a sua essência, uma vez que dá as notícias em primeira mão. Esta tem outra particularidade: envia notificações push . Portanto, o público-alvo não tem de procurar a informação, ela chega aos dispositivos móveis através do alerta.Com este relatório pretendemos fazer uma reflexão sobre esta nova forma de dar e receber a informação, apoiando-se na perceção que os jornalistas têm da aplicação criada pela sua rádio. Para isso, foram realizadas entrevistas a alguns jornalistas da TSF, com o intuito de reunir dados que contribuem para perceber quais as razões que levaram à criação da aplicação, mas também se esta ajuda, de facto, a fidelizar leitores, e ainda que benefícios traz para o meio, para os jornalistas e para o fazer “rádio”. Quanto à estrutura, este relatório será dividido em dois capítulos. No primeiro vamos fazer uma contextualização histórica do meio de comunicação onde foi realizado o estágio e, posteriormente, vamos descrever a experiência tida durante os três meses na TSF.No segundo capítulo, abordaremos a questão da Internet como fator de mudança para o jornalismo. Muito se fala acerca das mudanças que a web trouxe à prática jornalística, por isso, é importante perceber de que forma condiciona a rotina dos jornalistas nas redações. Neste contexto, torna-se essencial perceber como é que a rádio se está a adaptar ao meio digital. Analisaremos em seguida os desafios que esta trouxe para os jornalistas e para o meio. Para analisarmos o tema principal deste relatório de estágio, vamos estudar os dispositivos móveis e o jornalismo, mais concretamente o uso do telemóvel, uma vez que este aparelho é o mais usado pelas pessoas no seu quotidiano. De acordo com Patrícia Dias “O telemóvel faz parte da nossa rotina, e se pensarmos na sua importância, provavelmente concluiremos que é pelo menos tão importante como o automóvel ou a televisão (Dias, 2008, p.9).
Radio is for many the true means of mass communication, since it is the organ that best adapts to the challenges posed to it. It is a medium to be heard and thus requires that your language reach all listeners. For this, it has to be simple and direct; In addition, radio is a medium that needs to be constantly updated, making it part of the journalist's routines to be quick to produce the news. However, with the advent of the Internet and the technological revolution, radio is going through a transitional period and so it is forced to think about its essence and adapt to the digital context. The interactivity, promoted by the Internet, favored the contact between the journalists and the listeners; This stimulus to user participation ends the passivity of the audience (Cordeiro, 2004b). In this way, the radios began, in an attempt to get closer to the listeners, to bet more and more on the online. The main radios have created web pages and are present in social networks. Recently, they started betting on applications for mobile devices, such as the TSF radio.This report will reflect on the implementation of TSF for mobile devices. The idea arose during the course of the curriculum I did on TSF radio over a period of three months. Throughout the internship I have come to realize that the Internet, on the one hand, is an important working tool for journalists, as it allows quick access to information and contacts with journalists and sources of information, while giving them Autonomy and allows them not to leave the newsroom to get the information they need. On the other hand, not leaving the newsroom does not always have advantages for the journalistic work, since with the work from the Internet, the journalists are updated from the same news agencies and this leads to a homogeneity of the contents in the different media.The stage allowed us to arrive at the theme of this work "a new way of giving and receiving information: the TSF app". This seemed to me pertinent due to the context in which we live,the digital era in which the media need to adapt to the Internet and take advantage of its features. But also, because less and less people seek information in the traditional media. This is searched on websites and social networks. In this context, there are also applications for mobile devices. With the use of the applications, we do not need to look for the information, since it is enough to have a mobile device, such as a mobile phone or tablet, with Internet, to have access to information, since these applications are usually free. Applications are free, but content is not always.To adapt to the environment, TSF has created an application for mobile devices as a means of loyalty to readers / listeners. Through the app it is possible that the radio maintains its essence, since it gives the news first hand. This has another particularity: it sends push notifications. Therefore, the target audience does not have to search the information, it reaches the mobile devices through the alert.With this report we intend to reflect on this new way of giving and receiving information, based on the perception that journalists have of the application created by their radio. To this end, interviews were conducted with some journalists from TSF, in order to gather data that helps to understand the reasons that led to the creation of the application, but also if this helps, in fact, to retain readership, and even For the media, for the journalists and for the "radio".As regards structure, this report will be divided into two chapters. In the first one we will make a historical contextualization of the means of communication where the internship was carried out and, later, we will describe the experience during the three months in the TSF.In the second chapter, we will address the Internet as a change factor for journalism. Much is said about the changes that the web has brought to the journalistic practice, so it is important to realize how it conditions the routine of journalists in newsrooms. In this context, it becomes essential to realize how radio is adapting to the digital environment. We will then look at the challenges it has brought to journalists and the media.To analyze the main theme of this internship report, we will study mobile devices and journalism, specifically the use of mobile phones, since this device is the most used by people in their daily lives. According to Patrícia Dias "The mobile phone is part of our routine, and if we think about its importance, we will probably conclude that it is at least as important as the automobile or the television" (Dias, 2008, p.9).
Description: Relatório de Estágio do Mestrado em Comunicação e Jornalismo - extinto apresentado à Faculdade de Letras
URI: http://hdl.handle.net/10316/85525
Rights: closedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Flávia Arieira.pdf698.03 kBAdobe PDF    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

309
checked on Jul 26, 2021

Download(s) 50

276
checked on Jul 26, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons