Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/84189
Title: Entre a Legalidade e a Eficiência: Uma reflexão acerca do Poder Normativo das Agências Reguladoras Brasileiras
Other Titles: Between Legality and Efficiency: A reflection on the Normative Power of Brazilian Regulatory Agencies
Authors: Viana, Renata Colares 
Orientador: Gonçalves, Pedro António Pimenta Costa
Keywords: Agências Reguladoras.; Poder normativo.; Princípio da Legalidade.; Princípio da Eficiência.; Direito brasileiro.; Regulatory Agencies.; Regulatory power.; Principle of Legality.; Principle of Efficiency.; Brazilian law
Issue Date: 26-Oct-2017
Serial title, monograph or event: Entre a Legalidade e a Eficiência: Uma reflexão acerca do Poder Normativo das Agências Reguladoras Brasileiras
Place of publication or event: Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra
Abstract: O presente estudo tem como finalidade apresentar uma reflexão acerca da atribuição de poder normativo às Agências Reguladoras, tendo como pano de fundo o direito brasileiro. Para tanto, utilizam-se abordagens de razão jurídica e abordagens de razão prática, dentro da realidade do Brasil, que justificariam tal concessão. Estas abordagens baseiam-se, principalmente, nos Princípios da Legalidade e da Eficiência. O Princípio da Legalidade, que sofreu uma reformulação no direito, alargando seu sentido à juridicidade, porporcionou a legitimidade deste tipo de concessão. O Princípio da Eficiência, por sua vez, institucionalizou-se princípio a partir do momento em que o Estado teve a necessidade de transformar o seu papel de intervenção, principalmente na seara econômica, para dar consistência ao novo papel que então assumia. Dentre os inúmeros fatores que acarretaram essa transformação, como é o caso da globalização e a intensificação do fenômeno de transnacionalização por ela provocado, tanto na área econômico-financeira - principalmente nela-, quanto na área social, onde aqui se engloba, o direito; um aspecto, em especial, ainda nos chama a atenção: a descentralização estatal na figura das Agências Reguladoras. Em que pese o fenômeno da globalização do Direito e da economia estarem mais do que implantados no seio regional e internacional, ainda se vislumbra a sempre progressiva busca por meios e processos que legitimem tal condição. Nestes condições, faz-se nascer, quase que imperiosamente, a necessidade de a regulação ser praticada por meio de entes especializados e técnicos. Essas circunstâncias práticas e de direito, autorizam, portanto, a concessão de atribuições e competências às Agências Reguladoras. A concessão de poder normativo, especialmente, é que nos chama atenção e gera mais debates dentro do direito, por isso a necessidade de discutir este tipo de concessão, utilizando, para tanto, as mudanças que o próprio direito sofre pela necessidade de readequação social.
The present study aims to present a reflection on the attribution of normative power to the Regulatory Agencies, having as background the Brazilian law. In order to do so, we use legal reasoning approaches and practical reason approaches, within the Brazilian reality, that would justify such a concession. These approaches are mainly based on the Principles of Legality and Efficiency. The Principle of Legality, which has been reformulated in law, extending its meaning to juridicality, has given legitimacy to this type of concession. The Principle of Efficiency, on the other hand, institutionalized itself principle from the moment in which the State had the necessity to transform its role of intervention, mainly in the economic field, to give consistency to the new paper that then assumed. Among the many factors that led to this transformation, as in the case of globalization and the intensification of the phenomenon of transnationalization caused by it, both in the economic and financial area - especially in it - and in the social area, where law is encompassed; One aspect, in particular, still draws attention to us: the state decentralization in the figure of the Regulatory Agencies. Although the phenomenon of globalization of law and economy are more than implanted in the regional and international sphere, there is still a glimpse of the ever progressive search for means and processes that legitimize this condition. Under these conditions, the need for regulation to be practiced through specialized and technical bodies is born, almost imperious. These practical and legal circumstances therefore authorize the granting of powers and powers to the Regulatory Agencies. The concession of normative power, especially, is that it draws attention to us and generates more debates within the law, therefore the need to discuss this type of concession, using, therefore, the changes that the law itself suffers due to the need for social readjustment.
Description: Dissertação de Mestrado em Direito apresentada à Faculdade de Direito
URI: https://hdl.handle.net/10316/84189
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação_versão final1_.pdf1.12 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

434
checked on Feb 27, 2024

Download(s) 50

478
checked on Feb 27, 2024

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons