Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/83948
Title: Espaço-Favela: Dinâmicas do desenvolvimento de adolescentes inseridos em contextos de vulnerabilidade social
Other Titles: Slum-Spaces: Dynamics of the development of adolescents inserted in contexts of social vulnerability
Authors: Santos, Rosaine da Silva 
Orientador: Ferreira, Joaquim Armando Gomes Alves
Ferro, Maria Jorge Santos Almeida Rama
Keywords: Desenvolvimento; Adolescência; Vulnerabilidade Social; Development; Adolescence; Social vulnerability
Issue Date: 23-Oct-2017
Serial title, monograph or event: Espaço-Favela: Dinâmicas do desenvolvimento de adolescentes inseridos em contextos de vulnerabilidade social
Place of publication or event: Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
Abstract: Desde há muito que a investigação transcendeu o singular, deixando de perspetivar o indivíduo como um sistema isolado e passou a vê-lo como sendo fruto da interação entre dimensões multifacetadas: biológica, psicológica e social. Deste modo e ao tratar-se, aqui especificamente, da etapa desenvolvimental da adolescência, o fator de atenção passa a ser não apenas a pessoa, mas também o sistema no qual esta está inserida. Vastos estudos (cf. Bronfenbrenner, 1986; Lyra & Moura, 2000; Roazzi, 1987) na área da psicologia comprovam a importância do contexto no desenvolvimento e comprovam, também, os resultados pouco positivos desse desenvolvimento em contextos de vulnerabilidade social. Neste sentido, pode-se mencionar o Modelo Bioecológico de Bronfenbrenner, a partir do qual, tornou-se operacionalizável à investigação científica, os seguintes elementos: a Pessoa, o Processo, o Contexto e o Tempo. A lupa deste estudo esteve colocada em alguns destes elementos, que envolveram o desenvolvimento dos participantes — e.g., familiares, culturais, escolares, comunitários. O objetivo do estudo presente foi enriquecer a compreensão acerca do desenvolvimento de 14 adolescentes brasileiros em situação de vulnerabilidade social, com idades compreendidas entre os 12-17 anos, residentes em duas favelas, uma localizada em São Paulo e a outra no Rio de Janeiro. Buscou-se analisar, tendo como embasamento teórico e metodológico o Modelo bioecológico de Bronfenbrenner, a partir de uma inserção ecológica, os quatro elementos previamente descritos. Os recursos utilizados para a obtenção dos dados foram uma entrevista qualitativa e um questionário sócio-demográfico. Os resultados sugerem que os participantes consideravam-se, por exemplo, como pessoas que resolviam os problemas em conjunto e que não existiam possibilidades de se envolverem em atividades ilícitas. Os processos, por exemplo, do microssistema escolar mostraram-se com uma importância quase nula para esses indivíduos e como sendo contextos não fomentadores de insights relativos ao futuro. Os contextos desses indivíduos mostraram-se caóticos em diversas áreas: na cultura, no espaço geográfico e nos recursos materiais que os cercam. Finalmente o elemento tempo, tido como um organizador social, mostrou-se inalterável: 86% dos adolescentes praticavam na adolescência as mesmas atividades que eram desempenhadas na infância.
The investigation transcended the singular, leaving behind the perspective of the individual as an isolated system, by considering, in the development, the interaction between multifaceted dimensions: biological, psychological and social. That way and when treating here specifically of the developing phase of adolescence, the factor to pay attention is not only the individual, but also the system in which they are inserted. Long studies (cf. Bronfenbrenner, 1986a; Lyra & Moura, 2000; Roazzi, 1987) in the area of psychology prove the importance of the context in the development and prove the results of this development in contexts of social vulnerability, which are not very positive. In this sense, the Bronfenbrenner Bioecological model from which became operable to the scientific investigation, the following elements: the person, the process, the context and the time.The magnifying glass of this study was on some of these elements that involved the development of the participants – family, cultural, school, community.The goal of the present study was to enrich the understanding on the development of 14 Brazilian teenagers in a vulnerably social situation, with ages ranging 12-17 years, residing in two favelas, one located in São Paulo and the other in Rio de Janeiro. The goal was to analyze having as a theoretical and methodological basis, the Bronfenbrenner Bioecological model, from an ecological insertion, the four previously mentioned elements. The utilized resources for achieving the data were a qualitative interview and a sociodemographic survey.The findings suggest that the participants considered themselves, for instance, as people that solved their problems as a group and that there were no possibilities of them involving themselves in illicit activities. The processes, for instance, of the scholar microsystem revealed themselves almost to have no importance to those individuals and as being contexts that foment insights to the future. The contexts of those individuals showed themselves to be chaotic in diverse areas: culture, geographic space and in the material resources that surround them. Finally the element time, as a social organizer, showed itself to be unchanging: 86% of teenagers practiced the same activities at adolescence that they did at rheir childhood.
Description: Dissertação de Mestrado em Temas de Psicologia do Desenvolvimento apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/83948
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação_ final_ Rosaine_santos.pdf2.29 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

394
checked on Apr 1, 2020

Download(s) 50

378
checked on Apr 1, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons