Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/83515
Title: Eficácia auditiva a longo prazo da implantação coclear
Authors: Peixoto, Maria da Conceição de Paiva 
Orientador: Spratley, Jorge
Oliveira, Guiomar
Keywords: Implante coclear; criança; reabilitação auditiva; desempenho auditivo; resultados a longo prazo
Issue Date: 2012
Keywords: Implante coclear; criança; reabilitação auditiva; desempenho auditivo; resultados a longo prazo
Issue Date: 2012
Abstract: Introdução Um crescente número de crianças com surdez neurossensorial severa a profunda tem sido integrado em programas de reabilitação auditiva por implante coclear, nos últimos anos. Este número crescente e o decorrer dos anos permitem, na atualidade, avaliar o desempenho auditivo a longo prazo, procurando conhecer os reais benefícios deste meio de reabilitação auditiva. Muitos são os estudos a curto prazo que demonstram a sua eficácia, mas será esta estável com o decorrer dos anos? Se por um lado temos uma evolução biológica favorável da via auditiva, por outro temos um dispositivo eletrónico, que como elemento de elevado componente tecnológico, poder-se-á deteriorar, reduzindo assim o benefício auditivo. Objetivos Avaliar a eficácia, de acordo com o limiar auditivo e desempenho linguístico, de um meio de reabilitação auditiva ao longo de 10 ou mais anos. Métodos Elaborou-se um estudo retrospetivo. Foram selecionados 132 doentes submetidos a implantação coclear no Serviço de Otorrinolaringologia do Centro Hospitalar de Coimbra, entre 1992 e 2001. Procedeu-se a uma comparação em dois tempos (T0 e T1) dos limiares audiométricos tonais e vocais. T0 refere-se ao momento de avaliação final do processo de habilitação dentro do primeiro ano após a implantação coclear. T1 refere-se ao momento de avaliação anual mais recente, realizada em 2010 e 2011. Realizou-se também a avaliação da compreensão da fala. Esta foi analisada usando testes de reconhecimento de palavras e frases e testes de reconhecimento de fonemas e números, aplicados entre 2010 e 2011. Resultados Os resultados de desempenho auditivo nas crianças utilizadores de implante coclear não apresentaram diferenças estatisticamente significativas, quer na audimetria tonal quer na audiometria vocal após mais de 10 anos de implantação coclear. Fatores como a idade de implantação, a duração da surdez, a sua etiologia e troca do processador da fala não parecem ter um papel determinante no desempenho auditivo após um longo período de reabilitação da surdez. Destacam-se também os resultados obtidos nos testes de discriminação verbal, que são comparáveis aos obtidos na literatura, com taxas de reconhecimento de palavras e frases de 84,6% e 65,1%, respetivamente. Conclusões O implante coclear é um meio efetivo de tratamento da surdez severa a profunda em idade pediátrica, permitindo um desempenho auditivo e uma aquisição da linguagem oral adequados, comparáveis atualmente a crianças normouvintes. Estes benefícios auditivos parecem ser estáveis ao longo dos anos, não se identificando, após dez anos de implantação, uma melhoria progressiva nem pelo contrário uma deterioração
Introduction An increasing number of children with severe to profound sensorineural hearing loss has been integrated into hearing rehabilitation programs with cochlear implant, in recent years. This numbers allows us, at present, to assess the auditory performance in the long term, seeking to know the real benefits of this method of rehabilitation. Many short-term studies had demonstrated its effectiveness, but will be theses benefits stable over the years? On one hand we have the positive biological evolution of the auditory pathway and on the other hand we have an electronic device, which has an high technology component, that can deteriorate and thereby reduce the hearing benefits. Objectives This study aimed to evaluate the effectiveness, according to the hearing threshold and language performance, of an hearing rehabilitation method through a period of ten or more years of follow-up. Methods A retrospective chart review was conducted. 132 patients were selected from the children population that underwent cochlear implantation at the Otorhinolaryngology Department of Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, from 1992 to 2001, with a minimum follow-up period of ten years. There has been a comparison in two periods (T0 and T1) of the tonal and vocal audiometric thresholds. T0 refers to the final evaluation, immediately after de rehabilitation program, within the first year after cochlear implantation. T1 refers to the most recent annual assessment, carried out in 2010 and 2011. Speech understanding was also evaluated with word and sentence recognition tests. Results No statistically significant differences were found between early and late assessments, in pediatric cochlear implants users, after a ten years period of cochlear implantation. Both vocal and pure tone audiometry seem to stable, except for 2.000Hz were the results were even better after ten years. Factors such as age at time of implantation, duration of deafness, etiology and exchange of the speech processor does not seem to have a role in auditory performance after a long rehabilitation period. The results obtained in tests of verbal discrimination were also highlighted. These were comparable to those obtained in the literature, with rates of words and phrases recognition of 84.6% and 65.1%, respectively. Conclusions Cochlear implant is an effective treatment for severe to profound deafness in children, contributing to a hearing performance and an appropriate language acquisition, currently comparable to normal hearing children. These benefits appear to be stable over the years. No deterioration was identified.
Description: Trabalho de mestrado integrado em Medicina, apresentado á Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/83515
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Med. Dentária - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
eficacia_auditiva_longo_prazo_implantacao_coclear.pdf1.61 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

30
checked on Aug 13, 2019

Download(s)

15
checked on Aug 13, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.