Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/82676
Title: Contributo para a validação do THE VOLUME - VISCOSITY SWALLOW TEST (V-VST) - VERSÃO PORTUGUESA
Other Titles: A contribution to the validation of THE VOLUME - VISCOSITY SWALLOW TEST (V-VST) –PORTUGUESE VERSION
Authors: Camões, Catarina Alexandra Monteiro Marques 
Orientador: Matos, Maria da Assunção Coelho
Dourado, Marilia Assunção Rodrigues Ferreira
Keywords: perturbações da deglutição; instrumentos de rastreio; disfagia; AVC; deglution disorders; bedside examination; dysphagia; stroke
Issue Date: 28-Sep-2018
Serial title, monograph or event: Contributo para a validação do THE VOLUME - VISCOSITY SWALLOW TEST (V-VST) - VERSÃO PORTUGUESA
Place of publication or event: FMUC
Abstract: Introdução: A identificação precoce das perturbações da deglutição em doentes com AVC com recurso a instrumentos não invasivos e de fácil administração pode minimizar as suas consequências e reduzir a comorbidade e a mortalidade. A prevalência de disfagia orofaríngea é superior a 30%. O V-VST apresenta boas propriedades psicométricas, permitindo a identificação precoce de doentes em risco de desenvolver complicações respiratórias e nutricionais. Para além de que é possível obter-se recomendações preventivas quanto ao tipo de dieta até à confirmação do diagnóstico por meio de exames instrumentais. Embora o V-VST esteja traduzido para o português europeu, não está validado.Objetivo: O objetivo deste estudo é contribuir para a validação do V-VST – versão portuguesa, em doentes com AVC em fase subagudo, bem como validar suas instruções de aplicação.Material e Método: A versão portuguesa do V-VST, assim como, suas instruções, foram apresentadas a um painel de peritos constituído por seis terapeutas da fala, a fim de aferir a validade de conteúdo. Após aprovação ética, o V-VST foi aplicado a 33 doentes com AVC em fase subaguda, a fim de se analisar as suas propriedades psicométricas, ou seja, a consistência interna e a fiabilidade (inter e intra observador). A validade do critério foi avaliada através da aplicação simultânea do 3Oz wst. Os dados recolhidos foram analisados com o IBM SPSS versão 24.0.Resultados: A validade de conteúdo demonstra uma concordância muito boa entre os elementos do painel de peritos para todos os itens do V-VST (IVC = 0,95), bem como suas instruções (IVC = 0,83). Resultados de consistência interna e fiabilidade evidenciaram que a V-VST apresenta fiabilidade inter- observador boa (néctar-Kendall Tau = 0,722; Apha de Cronbach = 0,816; líquido-Kendall Tau = 0,700; Apha de Cronbach = 0,830; pudim-Kendall Tau = 0,777; Apha de Cronbach = 0,866) e correlações intraclasse (néctar-Kendall Tau = 0,788; Apha de Cronbach = 0,876; líquido-Kendall Tau = 0,700; Apha de Cronbach = 0,830; pudim-Kendall Tau = 0,617; Apha de Cronbach = 0,744). Valores obtidos da comparação entre o teste V-VST e o 3Oz wst apresentaram resultados semelhantes entre si (IVC = 0,83).Conclusão: O V-VST - versão parece evidência ser uma ferramenta válida, fiável para o rastreio da disfagia em doentes com AVC subagudo. No entanto, são necessários mais estudos nesta área em desenvolvimento científico e académico.
Background: The early identification of swallowing disorders in patients with stroke resorting to non invasive and easily administered instruments can minimize its consequences and reduce comorbidity and mortality among these patients. The prevalence of functional oropharyngeal dysphagia in these patients is superior than 30%. The V-VST exhibit good psychometric properties, allowing the early identification of patients at risk of developing respiratory and nutritional complications. Its use also allows dietary preventive recommendations to patients until diagnosis confirmation by instrumental examinations. Although the V-VST is translated into Portuguese European, it is not validated.Objectives: The goal of this study is to contribute to the validation of the V-VST – Portuguese version, in patients with subacute stroke as well as to validate its instructions.Material and Methods: Once a different thickener was being used during this study and in order to obtain the same viscosity values of the original study, the thickener dosage was reformulated. The V-VST- Portuguese version, as well as its instructions, was presented to a panel of experts constituted by six speech and language therapists, in order to assess its content validity. After an ethical approval, it was applied to thirty-three patients with subacute stroke, to analyze its psychometric properties, namely its internal consistency and reliability (inter and intra raters). Criterion validity was assessed through the simultaneous application of the 3Oz wst test. Collected data were analyzed with IBM SPSS version 24.0. Results: The Content validity demonstrate a very good agreement between all members of the panel of experts for all the items of the V-VST (I-CVI/Ave=0.95) as well as to its instructions (I-CVI=0.83). Results of internal consistency and reliability showed that the V-VST presents good interclass (nectar-Kendall Tau=0.722; Apha de Cronbach=0.816; liquid-Kendall Tau=0.700; Apha de Cronbach=0.830; pudding-Kendall Tau=0.777; Apha de Cronbach=0.866) and intraclass correlations (nectar-Kendall Tau=0.788; Apha de Cronbach=0.876; liquid-Kendall Tau=0.700; Apha de Cronbach=0.830; pudding-Kendall Tau=0.617; Apha de Cronbach=0.744). Values obtained from the comparison between the V-VST and 3Oz wst test have given similar results (I-CVI=0.83).Conclusion: The V-VST - Portuguese version seems to be a valid, reliable and practical tool for assessing dysphagia in patients with subacute stroke. Further studies need to be done in the future.
Description: Dissertação de Mestrado em Cuidados Continuados e Paliativos apresentada à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/82676
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação Catarina Camões - MCCP.pdf2.78 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

425
checked on Nov 19, 2019

Download(s) 50

568
checked on Nov 19, 2019

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons