Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/82594
Title: Endividamento Público e Privado e Crescimento Económico Português: Uma Análise para o Período Antes e Após o Programa de Ajustamento
Other Titles: Public and Private Indebtedness and Economic Growth Portuguese: An Analysis for the Period Before and After the Adjustment Program
Authors: Pereira, Cláudia da Silva 
Orientador: Duarte, António Manuel Portugal
Keywords: Crise da Dívida Soberana; Crescimento Económico; Dívida Pública; Dívida Privada; Programa de Ajustamento Económico e Financeiro; Soberane Depth Crises; Economic Growth; Public Depth; Private Depth; Economic and Financial Adjustment Programme
Issue Date: 15-Feb-2017
Serial title, monograph or event: Endividamento Público e Privado e Crescimento Económico Português: Uma Análise para o Período Antes e Após o Programa de Ajustamento
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Este trabalho tem como objetivo estudar a relação existente entre o crescimento económico e o endividamento público e privado em Portugal, no período antes e pós programa de ajustamento de 2011. Estudar esta relação é importante uma vez que a Crise da Dívida Soberana que se abateu sobre a economia portuguesa foi sobretudo uma crise de endividamento excessivo, associado a um fraco crescimento económico. Num primeiro momento, será feita uma análise retrospetiva do comportamento das variáveis em estudo. Os primeiros anos que se seguiram à adesão de Portugal à União Europeia podem ser considerados como de sucesso, com Portugal a convergir para padrões semelhantes aos verificados nos restantes países europeus, por vezes com taxas de crescimento do PIB superiores às registadas na EU-12. Porém, a primeira década do novo milénio contrasta com os anos anteriores, caracterizando-se por uma desaceleração do crescimento económico e por um fortíssimo aumento da dívida tanto pública como privada. A Crise dos Subprime iniciada nos EUA suou como um alarme, os mercados financeiros e investidores internacionais começaram a olhar de forma preocupada para as economias europeias. As Crises das Dívidas Soberanas atingiram a Europa em 2009 e Portugal teve de recorrer a um resgate financeiro em 2011. Seguiram-se anos de austeridade. Num segundo momento será realizado um estudo aplicado, através de uma regressão simples, que evidência a existência de uma relação não linear entre o endividamento público e o crescimento económico, sugerindo que baixo níveis de endividamento público estão associados a elevados níveis de crescimento económico e, por vezes, elevados valores de endividamento público estão associados a baixos níveis de crescimento económico. Uma segunda regressão revelará a existência de uma relação linear negativa entre o endividamento privado e o crescimento económico.
This work aims to study the relation between the economic growth and the public and private depth in Portugal, in the time before and after the adjustment programme of 2011. Studying this relation is important since the Crises of Soberane Depth that took over the Portuguese economy, was mainly one of excessive depth, connected to a weak economic growth. On a first moment, we will make a retrospective analysis of the behaviour of the varieties studied. The first years that followed the membership of Portugal to the European Union can be considered successful, when Portugal was approaching the levels of the other European countries, sometimes with Internal Product growth rate levels superior to the other twelve European members. Although, the first decade of the new millennium contrasts with the years before, being characterised by a decrease of the economic growth and by a huge increase of the public and private depth. The crises of the Subprime which began in the USA, alarmed the financial markets and the international investors, who began to look worried towards the European economies. The Crises of the Soberane Depth reached Europe in 2009 and Portugal had to undertake a financial rescue in 2011. Years of austerity followed this. On a second moment, a study will be made through a simple regression, that highlights the existence of a nonlinear relation between the public depth and the economic growth, suggesting that low levels of public depth are linked to high levels of economic growth and, sometimes, high levels of public depth are associated to low levels of economic growth. A second regression will show the existence of a negative linear relation between private depth and economic growth.
Description: Trabalho de Projeto do Mestrado em Economia apresentado à Faculdade de Economia
URI: http://hdl.handle.net/10316/82594
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Trabalho_Projeto_Cláudia_da_Silva_Pereira_Versão_Final.pdf1.35 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

385
checked on Dec 5, 2019

Download(s) 50

543
checked on Dec 5, 2019

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons