Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/82163
Title: A relação entre o ozono e a exacerbação da asma: a realidade em Coimbra
Other Titles: Relationship between ozone and asthma exacerbations: reality in Coimbra
Authors: Camões, Guilherme de Freitas 
Orientador: Ferreira, António Jorge Correia Gouveia
Keywords: Ozono; Asthma; Exacerbation; Ozone; Asma; Exacerbação
Issue Date: 19-Mar-2018
Serial title, monograph or event: A RELAÇÃO ENTRE O OZONO E A EXACERBAÇÃO DA ASMA: A REALIDADE EM COIMBRA
Place of publication or event: Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra
Abstract: Introduction: The harmful effects of tropospheric ozone on respiratory function are well studied. It is also known that, on susceptible persons, these effects can lead to the onset of asthma or its exacerbation.Methods: During the years 2012 to 2016 data were collected on the daily concentration of tropospheric ozone and the number of patients leaving the emergency department of the Coimbra University Hospital and Coimbra Pediatric Hospital with the diagnosis of exacerbation of asthma. A correlation study was then carried out considering an immediate effect and a delayed effect of one, two and three days of the potential effects of tropospheric ozone.Results: There was a weak negligible negative correlation between the number of patients leaving the emergency department of these Hospitals with the diagnosis of exacerbation of asthma and the concentration of tropospheric ozone. The Spearman correlation coefficient found (considering the average daily concentration of tropospheric ozone, exerting an immediate effect and during the total period under study) was rho = -0.109 (p <0.001) for the adult population and rho = -0.257 (p> 0.001) for the paediatric population.Discussion: The results of this study do not coincide with the main results of recent studies that show a positive correlation. However, the Spearman correlation coefficient found for various correlations performed is insignificant. Several factors could have led to this result, namely that Coimbra is a region with low tropospheric ozone levels.Conclusion: In conclusion, as the concentration of tropospheric ozone increases the number of patients leaving the emergency department of the Coimbra University Hospital and Coimbra Pediatric Hospital with the diagnosis of asthma exacerbation has slightly decreased, however without statistical significance. Further studies should be performed to reduce the confounding factors found.
Introdução: Estão bem estudados os efeitos nefastos que o ozono troposférico tem na função respiratória. É sabido também que estes efeitos em pessoas suscetíveis podem levar ao surgimento de asma ou da sua exacerbação.Métodos: Durante os anos de 2012 e 2016 recolheram-se dados relativos à concentração diária de ozono troposférico e ao número de doentes que saía dos serviços de urgência dos Hospitais da Universidade de Coimbra e do Hospital Pediátrico de Coimbra com diagnóstico de exacerbação de asma. De seguida realizou-se um estudo de correlação tendo em consideração um efeito imediato e um efeito retardado de um, dois e três dias dos efeitos do ozono troposférico.Resultados: Verificou-se que existiu uma pequena correlação negativa, mas negligenciável entre número de doentes que saía dos serviços de urgência destes hospitais com diagnóstico de exacerbação de asma e a concentração de ozono troposférico. O coeficiente de correlação de Spearman obtido (considerando a concentração média diária de ozono troposférico, exercendo um efeito imediato e durante o período total em estudo) foi de rho= -0,109 (p<0,001) para a população adulta e de rho= -0,257 (p>0,001) para a população pediátrica.Discussão: Os resultados obtidos neste estudo não são coincidentes com os resultados obtidos por estudos recentes, que apontam para uma correlação positiva. No entanto, o valor de correlação de Spearman obtido nas várias correlações efetuadas é negligenciável. Vários fatores poderão ter levado a este resultado, nomeadamente, Coimbra ser uma região com baixos níveis de ozono troposférico.Conclusão: Conclui-se que à medida que a concentração de ozono troposférico aumenta o número de doentes que saía dos serviços de urgência dos Hospitais da Universidade de Coimbra e do Hospital Pediátrico de Coimbra com o diagnóstico de exacerbação de asma diminuiu ligeiramente, contudo sem significado estatístico. Estudos posteriores devem ser realizados de forma a diminuir os fatores de confundimento encontrados.
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: https://hdl.handle.net/10316/82163
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Trabalho Final do 6º ano do MIM.pdf877.75 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

503
checked on Apr 9, 2024

Download(s) 50

420
checked on Apr 9, 2024

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons