Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/81407
Title: Preservação dos vestígios forenses: conhecimentos e práticas dos Enfermeiros do Serviço de Urgência e/ou Emergência.
Other Titles: Forensic evidence preservation: knowledge and practices of Emergency Unit Nurses.
Authors: Gomes, Cristiana Isabel de Almeida 
Orientador: Gonçalves, Francisco Manuel Andrade Corte Real
Chaves, Manuel Carlos Rodrigues Fernandes
Keywords: conhecimentos; práticas; vestígios forenses; enfermeiros; emergências; knowledge; practices; forensic evidence; nurses; emergency
Issue Date: 8-Feb-2017
Serial title, monograph or event: Preservação dos vestígios forenses: conhecimentos e práticas dos Enfermeiros do Serviço de Urgência e/ou Emergência.
Place of publication or event: Hospitais da Região Centro de Portugal.
Abstract: O crime violento e os traumas associados são entidades que envolvem a atuação devários profissionais, incluindo os profissionais de saúde. O Enfermeiro tem como principalobjetivo a assistência à vítima promovendo cuidados de saúde. Apesar desta vitalprioridade, é também importante que estes procedam à preservação dos vestígios (biológicose não biológicos) encontrados no corpo da vítima/agressor ou no local do crime, quemais tarde poderão ser alvo de prova pericial em Tribunal com relevância Médico-Legal.Este estudo, teve como base o Princípio de Locard, que refere que “Todo o contactodeixa um traço” e na premissa de que os vestígios são frágeis e facilmente deterioráveispodendo ser alterados ou perdidos durante a intervenção médica/enfermagem.Este trabalho tem como objetivos: conhecer a perceção do conhecimento e a executabilidadedos procedimentos referentes à preservação dos vestígios forenses dos Enfermeirosdo Serviço de Urgência e/ou Emergência; verificar se existe relação entre a perceçãodo conhecimento de procedimentos referentes à preservação dos vestígios forenses dosEnfermeiros do Serviço de Urgência e/ou Emergência e a sua executabilidade; e verificarse alguns fatores académicos/profissionais dos Enfermeiros do Serviço de Urgênciae/ou Emergência estão associados à perceção do conhecimento e à executabilidade deprocedimentos referentes à preservação dos vestígios forenses.É um tipo de estudo quantitativo, descritivo e correlacional. Na sua génese, encontraseo desenvolvimento e aplicação do Questionário sobre a Preservação dos Vestígios naAssistência à Vítima por Enfermeiros, o QPVAVE (Gomes, Chaves, & Corte-Real, 2014)a uma amostra de Enfermeiros a exercer nos Serviços de Urgência e/ou Emergência emhospitais da Região Centro de Portugal.Foi possível verificar que existe um elevado desconhecimento e não executabilidadedos procedimentos referentes à preservação dos vestígios forenses nas diferentes categoriasanalisadas (Gestão de vestígios, Agressão sexual, Lesões, Arma branca, Arma defogo, Acidentes de viação, Intoxicações e Asfixias). Verificou-se uma correlação positivaentre o nível de conhecimento e a executabilidade destes procedimentos. Existemfatores académico/profissionais dos Enfermeiros que podem contribuir para modelar osníveis de conhecimento e executabilidade. Os Enfermeiros referem, maioritariamente, anão existência de um protocolo sobre a preservação de vestígios na assistência à vítima.Como desafio futuro podemos afirmar que se justifica a aposta na formação e na investigaçãodos Enfermeiros na área das Ciências Forenses, nomeadamente na preservaçãodos vestígios forenses, assim como no desenvolvimento de protocolos multidisciplinarescom este intuito.
nceof several professionals, including health professionals. The main objective of anurse is to assist people through promotion of health care. Despite this vital priority,it is also important that they preserve the biological and non-biological traces found inthe body of the victim /offender or in the crime scene, which may later be identified asimportant evidence in a Medical-Legal relevance Court. This study was based on theLocard Principle, which states that "all contact leaves a trace"and on the premise thatthe evidence are fragile and easily perishable and may be compromised or lost duringthe medical / nursing intervention.The objectives of this study are: grade the knowledge perception and executabilityof procedures regarding the preservation of the forensic evidence by Nurses from theEmergency/Urgency Department; to verify if there is a relation between the perceptionof the knowledge in the procedures regarding the preservation of the forensic evidence ofthe Nurses of the Emergency/Urgency Department and its executability; and to verifyif some academic/professional factors of Nurses in the Emergency/Urgency Departmentare associated to the knowledge perception and the executability of procedures regardingthe preservation of forensic evidence.This is a quantitative descriptive and correlational study. In its genesis, are thedevelopment and application of the “Questionário sobre a Preservação dos Vestígiosna Assistência à Vítima por Enfermeiros”, o QPVAVE (Gomes, Chaves, & Corte-Real,2014) in a sample of Nurses that practice in the Emergency and/or Urgency Departmentin hospitals of the Central Region of Portugal.It was possible to verify that there is a high level of lack of knowledge and nonexecutabilityof procedures for the preservation of forensic evidence in the differentcategories analyzed (Evidence Management, Sexual Assault, Injuries, White Weapon,Firearms, Car Accidents, Poisoning and Asphyxiation). There was a positive correlationbetween the level of knowledge and the executability of these procedures. The academic/professional factors of the Nurses can contribute to change the level of knowledgeand to the implementation. Mainly, the nurses reported the non existence of a protocolfor the preservation of evidence in the assistance of the victim.As future implications and challenges, we can affirm that it is justified to focuson the training of nurses and in the research of the Forensic Sciences, particularly onthe preservation of forensic evidence, as well as in the development of multidisciplinaryprotocols aimed at this preservation.
Description: Dissertação de Mestrado em Medicina Legal e Ciências Forenses apresentada à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/81407
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertacao_Cristiana Gomes.pdf22.2 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 5

1,476
checked on Nov 28, 2022

Download(s) 20

2,602
checked on Nov 28, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons