Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/80959
Title: Bio-identificação e regimes de género: os testes genéticos em investigação judicial de paternidade
Authors: Machado, Helena 
Silva, Susana 
Issue Date: Dec-2013
Publisher: Centro de Estudos Sociais
Project: FCOMP-01-0124-FEDER-008483 
FCOMP-01-0124-FEDER-014453 
Abstract: O fenómeno da investigação judicial de paternidade em Portugal suscita questionamentos em torno das interseções entre a conceção genética da paternidade, o modelo de família e de paternidade reproduzido pela lei e os regimes de género que naturalizam assimetrias na responsabilidade parental. Neste texto apresentamos os resultados de um inquérito aplicado a mães de crianças nascidas fora do casamento que registaram os seus filhos sem o nome do pai e aos homens que foram indicados por tribunais como sendo os putativos pais de determinada criança. Analisa-se a importância que estas mulheres e estes homens atribuem à realização de testes genéticos de paternidade e as razões que justificam a sua realização, assim como as respetivas expetativas quanto ao relacionamento entre o pretenso pai e a criança depois de confirmada a paternidade biológica. Verifica-se que a valorização simbólica da importância de saber a “verdade científica” da paternidade se conjuga com relações de poder marcadas por ideologias de género que tendem a consolidar a sobrecarga das mulheres nas responsabilidades emocionais, financeiras e de prestação de cuidados aos filhos.
URI: http://hdl.handle.net/10316/80959
ISSN: 2192-908X
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CES - Artigos e Resumos em Livros de Actas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Bio-identificação e regimes de género.pdf717.96 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

25
checked on Jul 10, 2019

Download(s)

14
checked on Jul 10, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.