Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/80816
Title: A influência do nível socioeconómico no desenvolvimento pubertário
Authors: Goulart, Lisa Margarida Gonçalves 
Orientador: Costa, Maria Isabel Ribeiro Reis Torgal Dias
Keywords: Puberdade; Classe social; Desenvolvimento da criança
Issue Date: Mar-2012
Keywords: Puberdade; Classe social; Desenvolvimento da criança
Issue Date: Mar-2012
Abstract: O objectivo deste artigo de revisão consistiu em aprofundar os conhecimentos da natureza e validade das associações estabelecidas entre o nível socioeconómico e o desenvolvimento pubertário, com particular incidência sobre a idade da menarca. O início da puberdade é mediado pelo aumento da libertação pulsátil de LH - Hormona luteinizante- pela glândula pituitária, resultando na produção de esteróides sexuais masculinos e femininos, que dão início às características sexuais secundárias. A menarca surge como um importante indicador de maturidade pubertária, sendo que a idade do seu aparecimento tem decrescido gradualmente ao longo dos últimos séculos, sendo que no caso dos Estados Unidos da América e Norte da Europa, a menarca passou a surgir 3 a 4 meses mais cedo por década e esse decréscimo verificou-se não só nos países desenvolvidos, mas também nos países em desenvolvimento, sendo que em alguns dos casos a progressão tem sido mais lenta e noutros a direcção da mudança inverteu-se. A maioria das variações interindividuais na idade da menarca devem-se a factores genéticos, contudo alguns estudos tem demonstrado a influência de outros factores, incluindo os socioeconómicos, como o nível de instrução parental e a sua ocupação, o tamanho das famílias e a ordem dos nascimentos na mesma e o nível financeiro familiar. Ao estudar os factores envolvidos verificou-se que existe uma diferença significativa na idade da menarca entre regiões rurais e urbanas, sendo que jovens que vivem em meio urbano têm uma menarca mais precoce que as que vivem em meio rural. O tamanho do agregado familiar e a ordem de nascimento dos filhos tem influência significativa nesta etapa pubertária e existe uma correlação positiva na idade da menarca entre mães e filhas
The aim of this review article was to deepen the knowledge of the nature and validity of the established associations between socioeconomic status and pubertal development, with particular focus on age at menarche. The onset of puberty is mediated by the increased pulsatile release of LH - luteinizing hormone by the pituitary gland, resulting in the production of male and female sex steroids, which initiate the secondary sexual characteristics. Menarche emerges as an important indicator of pubertal maturity and the age of onset of this phenomenon has decreased gradually over the last few centuries. In the case of the United States of America and Northern Europe, menarche has come up 3 to 4 months early per decade and this decrease was found not only in developed countries but also in the developing countries, and in some cases progression has been slower, while in other the direction of the change has reversed. Most of the interindividual variations in age at menarche are due to genetic factors, although some studies have demonstrated the influence of other factors, including the socio-economic ones, such as parental education level and their occupation, family size and birth order in the same family and financial level. By studying the factors involved it was found that there is a significant difference in age at menarche between rural and urban areas, and youth living in urban areas have an earlier menarche than those living in rural areas. The family size and birth order of children has significant influence in this pubertal stage and there is a positive correlation in age at menarche between mothers and daughters.
Description: Trabalho final de mestrado integrado em Medicina área científica de Ginecologia, apresentado á Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/80816
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Capa PDF.pdf134.57 kBAdobe PDFView/Open
Contra-capa PDF.pdf5.22 kBAdobe PDFView/Open
Tese PDF.pdf615.87 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

35
checked on Aug 21, 2019

Download(s)

21
checked on Aug 21, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.