Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/80522
Title: Prevalence of psychopathology in patients with fibromyalgia and their healthy relatives : its relation with vitamin D levels
Authors: Peixoto, Marta Filipa Mesquita de Oliveira 
Orientador: Silva, José António Pereira da
Matos, João Pedro Vitória Vieira de
Keywords: depressão,; ansiedade; fibromialgia,; limiar à dor; vitamina D
Issue Date: 2011
Abstract: Introdução: A Fibromialgia (FM) é caracterizada pela presença de dor crónica generalizada e maior sensibilidade à pressão em locais osteomusculares definidos, designados por ―tender points‖. A dor crónica vivenciada por pacientes com FM é frequentemente associada e um perfil heterogéneo de sintomas autonómicos e neuro-psiquiátricos, como depressão e distúrbios de ansiedade.. A deficiência de vitamina D também tem sido associada à presença de ansiedade e depressão. Não encontrámos estudos que abordem a relação entre essas condições nos pacientes com Fibromialgia e as conclusões de trabalhos relacionados têm sido inconsistentes. Objectivos: O presente estudo visou avaliar a relação entre ansiedade, depressão e dor crónica em pacientes com o diagnóstico de Fibromialgia, assim como, em controlos não afectados por esta doença. Os níveis séricos de 25 OHD foram avaliados e associados com a presença ou a ausência de sintomas depressivos e ansiosos. Métodos: No nosso estudo 21 pacientes com o diagnóstico de Fibromialgia e 21 irmãs saudáveis preencheram a versão portuguesa do Hospital Anxiety and Depression Scale (HADS) e a versão portuguesa do Fibromyalgia Impact Questionnaire (FIQ). Todos os doentes e controlos foram submetidos a um exame físico, que incluiu a avaliação do limiar doloroso na face anterior da tíbia, no manúbrio esternal e no leito ungueal do dedo indicador, duas vezes em cada local. O nível sérico de 25OHD foi medido em 21 pacientes com o diagnóstico de Fibromialgia e em 21 controlos. A avaliação laboratorial foi realizada no mesmo dia para o doente e para o respectivo controlo Resultados: No nosso estudo, utilizando Hospital Anxiety and Depression Scale, foi encontrada uma maior prevalência de ansiedade e depressão em pacientes com o diagnóstico de Fibromialgia. Existe uma correlação positiva entre os scores FIQ e ansiedade nos pacientes com Fibromialgia. Assim como, entre os scores do FIQ e depressão nos pacientes com Fibromialgia e nos controlos. O limiar de dor foi menor em pacientes com Fibromialgia. Foi encontrada uma correlação positiva entre o limiar à dor na tíbia direita e no leito ungueal do dedo indicador direito e o score de ansiedade no grupo controlo. Não foi encontrada nenhuma correlação entre o limiar à dor e os scores de ansiedade/depressão nos pacientes com Fibromialgia. Tendo em consideração a vitamina D, não encontrámos correlação entre 25OHD e a presença de transtornos de humor, como depressão ou ansiedade, na população em estudo. Conclusões: Pacientes com Fibromialgia, tendo em atenção as respostas ao questionário HADS, revelaram níveis mais elevados de ansiedade e depressão, comparando com as irmãs saudáveis. O limiar à dor também é menor no grupo de pacientes com o diagnóstico de Fibromialgia. No nosso estudo, não é possível estabelecer uma associação entre o limiar à dor e depressão/ansiedade nos pacientes com Fibromialgia. Mas, parece existir uma associação entre o limiar à dor na tíbia direita e leito ungueal do dedo indicador direito nas irmãs saudáveis. Não foi encontrada nenhuma correlação entre os níveis de vitamina D e a presença de transtornos de humor, como ansiedade e depressão.
Background: Fibromyalgia (FM) syndrome is characterized mainly by the presence of both chronic widespread pain and increase sensitivity to pressure at specific musculoskeletal sites known as ―tender points‖. The chronic pain experienced by FM patients is often associated with a heterogeneous profile of autonomic and neuropsychiatric symptoms, such as depressive and anxiety disorders. Vitamin D deficiency has also been associated with depression and anxiety. We have been unable to find studies addressing the relationship between these conditions in patients with fibromyalgia and the findings of related investigations have been inconsistent. Objectives: The present study assessed the relationship between depression, chronic pain and anxiety in patients with Fibromyalgia, and healthy controls. Serum 25OHD levels were measured and their correlations with depression/anxiety scores were evaluated. Methods: In our study, 21 female patients with a diagnosis of Fibromyalgia and 21 unaffected sisters answered Hospital Anxiety and Depression scale and Fibromyalgia Impact Questionnaire. All patients and controls underwent physical examination, which included the measure of pain threshold twice in tibial shins, sternal and nail bed of index fingers. Serum 25OHD was measured in 21 patients with a diagnosis of fibromyalgia and 21 controls. The blood test was performed in the same day for patient and matched-control. Results: In our study, using Hospital Anxiety and Depression Scale, we found a higher prevalence of anxiety/depression in FM patients than in controls. We found a positive correlation between FIQ and anxiety scores in FM patients. We also found a correlation between FIQ and depression scores in FM patients and in controls. Pain threshold was lower in FM patients than in controls. It was found a positive correlation between pain threshold in right tibia and in right index nail bed and anxiety score in controls. We didn´t found a correlation between pain threshold and anxiety/depression scores in FM patients. Concerning Vitamin D, we found no significant correlation between 25OHD levels and the presence of mood disturbance, as depression or anxiety in FM patients and in controls. Conclusions: Patients with Fibromyalgia, taking into account HADS questionnaire, had higher levels of anxiety and depression, compared with healthy sisters. The pain threshold is also lower in the group of patients diagnosed with Fibromyalgia. In our study a possible association between pain thresholds and depression/anxiety scores was not observed in FM patients. However, we found a correlation between pain threshold in right tibia and right in index nail bed and anxiety score in healthy sisters. We found no correlation between Vitamin D levels and the presence of anxiety or depressive disorders
Description: Trabalho final de mestrado integrado em Medicina área científica de Reumatologia, apresentado á Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/80522
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Peixoto,_Marta_-_Tese_de_Mestrado.pdf1.1 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

90
checked on Nov 20, 2019

Download(s)

60
checked on Nov 20, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.