Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/47987
Title: Obesidade e banda gástrica
Authors: Ferreira, Carlos Alberto Alves 
Orientador: Santos, Fernando
Keywords: Obesidade; Bypass gástrico
Issue Date: Jan-2010
Abstract: A Organização Mundial de Saúde considera a obesidade uma epidemia global, desde 1997. A sua prevalência tem vindo a aumentar em todo o mundo, atingindo valores alarmantes nos países ocidentais. Em Portugal 14,2% da população adulta é obesa. A obesidade mórbida, definida por Índice de Massa Corporal≥40, está a aumentar num ritmo maior que a obesidade. Esta epidemia crescente é uma consequência de um balanço energético positivo, o qual é decorrente de alimentação e exercício físico inadequados. Vários determinantes influenciam esta dicotomia e, em última instância, confluem na etiologia da obesidade. Os determinantes podem ter origem genética ou ambiental, sendo difícil quantificar o peso de cada um deles. A obesidade aumenta o risco de desenvolvimento de várias complicações de saúde, nomeadamente, hipertensão arterial, Diabetes Mellitus tipo 2, dislipidemia, vários tipos de cancro, apnéia obstrutiva do sono etc… Em última instância, a obesidade é uma condição que diminui a esperança média de vida. A banda gástrica ajustável é o método preconizado na Europa e baseia-se na redução da capacidade de armazenamento do estômago. Os mecanismos de perda de peso decorrentes da colocação da banda gástrica não estão completamente esclarecidos, contudo os resultados têm-se mostrado muito satisfatórios a longo-prazo. A selecção e preparação dos pacientes, efectuada pela equipa multidisciplinar, mostram-se como procedimentos marcantes no sucesso da cirurgia e o follow-up dos pacientes a longo prazo é essencial.
The World Health Organization considers Obesity as global epidemic, since 1997. Its prevalence has been growing all over the world, reaching alarming values in the Western countries. In Portugal, 14,2% of the adult population is obese. Morbid obesity, defined by the formula Body Mass Index≥40, is augmenting in a much bigger rhythm than obesity. This growing epidemic is a consequence of a positive energetic imbalance, which comes from unfitted food and exercise. Several determinants influence this dichotomy, and as so converge on the etiology of obesity. The determinants may have genetic or environmental origin, making it difficult to quantify the weight of each one of them. Obesity enhances the risk of developing various health complications, namely, arterial hypertension, Diabetes Mellitus type 2, dyslipidemia, different types of cancer, sleep obstructive apnea etc.. To sum up, obesity is a condition that diminishes life average expectancy. The gastric banding is the method of choice in Europe and it’s based in the reduction of the stomach storage capacity. The weight loss mechanisms coming from the gastric banding are not completely clarified, however the results have been very satisfactory in long term. The selection and preparation of the patients done by a multitask team show important procedures in the success of the surgery and also the follow-up of the patients on a long term is essential.
Description: Trabalho final de mestrado integrado em Medicina área científica de Nutrição, apresentado á Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/47987
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Obesidade...pdf595.88 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

126
checked on Nov 13, 2019

Download(s) 50

382
checked on Nov 13, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.