Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/43204
Title: Os trabalhos de Reinaldo Oudinot em Leiria nos finais do século XVIII : um plano global de ordenamento hidráulico, agrícola e florestal
Authors: Leite, Carlos Pinto de Sousa da Costa 
Orientador: Martins, Carlos
Larcher, Fernando Oudinot
Keywords: Oudinot, Reinaldo, 1744-1807 -- obra -- Leiria; Ordenamento do território -- Leiria -- séc.18-19; Pinhal de Leiria; Rio Liz; Ordenamento hidráulico -- Leiria; Casa do Infantado; Ordenamento agricola -- Leiria
Issue Date: Sep-2016
Abstract: Esta dissertação de mestrado tem por objectivo a análise dos trabalhos desenvolvidos pelo engenheiro militar Reinaldo Oudinot (1744-1807) na cidade de Leiria no final do século XVIII. De origem francesa, Oudinot veio desenvolver a sua obra em Portugal, ingressando no Exército Português em 1766 com o posto de ajudante de Infantaria com o exercício de engenheiro, vindo a alcançar em 1803 a patente de Brigadeiro Real do Corpo de Engenheiros pelos serviços prestados ao Reino. O seu destacamento para Leiria em 1773 levou a que mais tarde ficasse responsável pela direção das obras decretadas pela Real Casa do Infantado no rio Lis. Até 1784, Oudinot desenvolveu um extenso projeto de reordenamento do rio, fixando a foz e construindo avançados sistemas de irrigação e de distribuição de águas. A estes trabalhos atribuiu a designação de obra de “Arquitetura hidráulica”. Ao longo dessa comissão nas terras do infante D. Pedro (1717-1786), Oudinot foi destacado pelo seu comandante, o Tenente-Coronel Guilherme Elsden (?-1779), para realizar vários levantamentos cartográficos do Pinhal do Rei, sob ordem superior do Marquês de Pombal. Mais tarde, em 1799, a pedido do ministro da Marinha, D. Rodrigo de Sousa Coutinho (1755-1812), Oudinot delineou planos de florestação para o Reino e especificamente para a comarca de Leiria. Nesse sentido, apesar destes trabalhos corresponderem a encomendas para entidades distintas, defende-se a continuidade dos mesmos como parte integrante de um plano global de ordenamento hidráulico, agrícola e florestal para o território de Leiria. Para uma melhor compreensão dos trabalhos em questão, nesta dissertação procurou-se abordar o contexto histórico-político dos territórios régios para o qual trabalhou. Por consequência, esta abordagem levou a uma problemática central: resolver a relação entre as encomendas para as terras da Real Casa do Infantado, a pedido de D. Pedro; e para o Pinhal do Rei, sob ordem do minístro Marques de Pombal. Apesar do volume e da importância da obra de Reinaldo Oudinot para o desenvolvimento territorial e urbano de várias cidades portuguesas como Leiria, Porto, Póvoa de Varzim, Aveiro e Funchal, o estudo sobre a mesma permanece até aos dias de hoje incompleto. No caso de Leiria, os seus trabalhos nunca foram estudados na sua totalidade nem a informação relativa aos mesmos (dispersa pelos arquivos históricos nacionais e internacionais) foi até hoje compilada. Desta forma, esta investigação procura reunir e analisar em detalhe o percurso e obra de Reinaldo Oudinot em Leiria, tentando compreender a forma como este engenheiro militar domina o desenho do território.
This master thesis focuses on the works done by the military engineer Reinaldo Oudinot (1744-1807) in the city of Leiria, in the Centro Region of Portugal, at the end of the XVIIIth century. Born in France, he began his career in the Portuguese Army in 1766, with the post of infantry helper. In 1803, he was to become one of the most ranked engineers on the Portuguese army as he was promoted to Brigadier of the Royal Engineers. In 1773 he was nominated to the city of Leiria where he later became responsible for the hydraulic works in the Lis river, lands owned by the Real Casa do Infantado. Until 1784, Oudinot developed a multipart project for the replanning of the river, fixing the harbour and building advanced systems of irrigation and water distribution. He described such works as hydraulic architecture. During this assignment on the lands of D. Pedro (1717-1786), Oudinot was assigned by his commandant William Elsden (?-1779), to manage several cartographical surveys on the Pinhal do Rei, previously requested by Marquis of Pombal. Later, in 1799, he was requested by the Minister of the Portuguese Navy, D. Rodrigo de Sousa Coutinho (1755-1812), to develop several afforestation plans to the regions of Leiria. Therefore, despite the fact that these works belong to different requests, this dissertation intends to clarify their unity as a global planning for the territory. In spite of the volume and importance of his works for the urban development of several Portuguese cities, such as Leiria, Porto, Póvoa de Varzim, Aveiro and Funchal, the studies on this subject remain incomplete until the present day. In the case of Leiria his works were never studied in its full length. Consequently, this investigation seeks to gather and analyse
URI: http://hdl.handle.net/10316/43204
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Arquitectura - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação CARLOS LEITE.pdf28.45 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

601
checked on Sep 15, 2021

Download(s) 10

1,781
checked on Sep 15, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.