Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/41287
Title: Modelos de intervenção na área de reinserção social em comportamentos aditivos e dependências : evolução recente e perspectivas futuras
Authors: Roma, Cristina Maria Nogueira 
Orientador: Cardoso, Salvador Massano
Almeida, Helena Neves
Keywords: Reintegração social; Comportamento adictivo
Issue Date: Jun-2016
Abstract: As políticas públicas relacionadas com os comportamentos aditivos e dependências (CAD) têm sofrido alterações nos últimos anos. Estes comportamentos têm repercussões na sociedade e apresentam-se como um problema de saúde pública. Com o desígnio de minimizar e reduzir o impacto do consumo de substâncias psicoativas tem havido uma aposta na reinserção nos últimos anos. As perturbações relacionadas com adições e comportamentos aditivos são uma constante no nosso dia-a-dia, a perspetiva de saúde mental pública. Assim, pretende-se avaliar a evolução da intervenção em reinserção na sociedade portuguesa e impactos das políticas nas práticas profissionais. Numa primeira fase é objetivo clarificar conceitos e um levantamento bibliográfico desta área, para no final se analisar a perspetiva de alguns profissionais relativamente as suas experiências e perceções sobre a reinserção e as perspetivas de futuro. Tudo isto leva a que a evolução nesta matéria de CAD, assente na constituição das equipas especializadas que consolidam a importância do trabalho em equipa multidisciplinar e interdisciplinar, onde todos desempenham um papel ativo e o doente é visto para além da parte física, médica, considerando-se o psico e o social imprescindíveis. A escolha do tema decorre da intervenção profissional do dia-a-dia e pretende ser um trabalho reflexivo pessoal, de curiosidade e aprofundamento de conhecimentos profissionais, podendo em algum momento ser útil aos promotores de políticas nesta área. O trabalho incide sobre a identificação e comparação de intervenções nesta vertente nomeadamente nos modelos implementados, contextualizando-os nos pressupostos sociais e políticos da sua implementação em Portugal. Este estudo apresentado é de cariz exploratório, onde não se pretende testar de hipóteses, mas identificar padrões e ideias, e refletir sobre o tema seguindo para isso uma metodologia qualitativa, procurando que as conclusões apresentadas tenham apenas um caracter descritivo, não pretendendo generalizar os resultados obtidos. A metodologia utilizada assenta na revisão bibliográfica e documental, incluindo legislação, realizando para o efeito uma abordagem qualitativa, utilizando como método de recolha de dados a entrevistas semiestruturada. Ao nível dos resultados encontramos uma indefinição quanto às políticas que aparenta desinvestimento na área, desmotivação e desinteresse dos profissionais, aliada à necessidade de clarificação da orgânica dos serviços. Há uma evolução ao nível do reconhecimento da área pelos outros profissionais, sendo referida algumas dificuldades na articulação com algumas áreas profissionais. O Modelo de Intervenção em Reinserção (MIR) veio permitir uma uniformização de procedimentos e consequentemente da intervenção e que se repercute na melhoria da qualidade de vida dos utentes. Recomenda-se que haja mais formação, supervisão e trabalho em equipa, e que a aposta na avaliação dos serviços, das intervenções e do impacto destas seja motivo de reflexão. Na definição de intervenções futuras os parceiros são essenciais para a criação de um modelo de funcionamento comum
The public policies related to addictive behaviors and dependencies (CAD) have undergone changes in recent years. These behaviors have consequences for society and present themselves as a public health problem. The plan to minimize and reduce the impact of substance use has been a focus on reintegration in recent years. Disturbances related to additions and addictive behaviors are a constant in our day-to-day, the public mental health perspective. Thus, we intend to evaluate the progress of the intervention in reintegration into Portuguese society and impacts of policies on professional practices. In the first phase is aimed to clarify concepts and literature in this area, for in the end to analyzing the perspective of some professionals on their experiences and perceptions about the reintegration and the perspectives for the future. All this leads to developments in this area of CAD, based on the establishment of specialized teams that consolidate the importance of working in multidisciplinary and interdisciplinary team, which all play an active role and the patient is seen beyond the physical, medical, considering -if the psychological and social indispensable. The choice of theme arises from the professional intervention of the day-to-day and aims to be a reflective work, curiosity and deepening of professional knowledge and may at some time be useful to policy developers in this area. The work focuses on the identification and comparison of interventions in this aspect particularly in the implemented models, contextualizing them in the social and political assumptions of its implementation in Portugal. The presented study is exploratory nature, where it is not intended to test hypotheses, but to identify patterns and ideas, and reflect on the subject following for this qualitative methodology, looking for the conclusions presented have only a descriptive character, pretending not to generalize the results obtained. The methodology used is based on the literature and documentary review, including legislation, performing for this purpose a qualitative approach, using as a method gathering data of semi-structured interviews. In terms of results we find a vagueness about the policies that appears disinvestment in the area, demotivation and lack of interest of professionals combined with the need for clarification of organic services. There’s an evolution in terms of recognition of the area by other professionals, being referred to some difficulties in coordination with some professional areas. The Intervention Model in Reintegration (MIR) has allowed the standardization of procedures and consequently the intervention and that has an impact on improving the quality of life of users. It is recommended that more training, supervision and teamwork, and that the focus on evaluation of services, interventions and the impact of these is cause for reflection. In the definition of future interventions partners are essential to create a common operating model.
Description: Tese de Mestrado em Saúde Pública, apresentada à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/41287
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação Cristina Roma.pdf1.3 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

495
checked on May 28, 2020

Download(s) 5

3,107
checked on May 28, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.