Utilize este identificador para referenciar este registo: https://hdl.handle.net/10316/40901
Título: Oxitocina, potencial ferramenta terapêutica para a esquizofrenia e outros estados neuropsiquiátricos
Autor: Ramos, Joana Beatriz Carvalhais
Orientador: Santos, Sónia Alexandra Pinto Ribeiro Silva
Palavras-chave: Ocitocina; Terapia; Esquizofrenia; Depressão; Depressão pós-parto
Data: Set-2016
Local de edição ou do evento: Coimbra
Resumo: A Oxitocina (OXT) é um neuropeptídeo e é um importante modulador de vários processos sociais e emocionais da espécie humana. Durante os últimos anos várias linhas de investigação clínica e pré-clínica têm vindo a demonstrar o efeito positivo da OXT em aspectos como o comportamento social, stress social, ansiedade, emoções, empatia e confiança interpessoal. Os doentes com esquizofrenia e depressão apresentam um défice acentuado ao nível dos aspetos referidos anteriormente. Tendo isto em mente, é fácil deduzir que a OXT pode desempenhar um papel importante na regulação deste tipo de doenças neuropsiquiátricas e desta forma pode vir a ser uma mais valia no tratamento dos sintomas das mesmas. Este trabalho apresenta uma visão geral das linhas de pesquisa associadas a este tema e mostra como a OXT se tornou um alvo promissor para novas abordagens de tratamento para transtornos mentais que são caracterizados por deficiências sociais.
Oxytocin (OXT) is a neuropeptide which is an important modulator of many social and emotional processes of the human species. During the last years several lines of clinical research and preclinical have demonstrated the positive effect of OXT in aspects such as social behavior, social stress, anxiety, emotions, empathy and interpersonal trust. If you look well, patients with schizophrenia and depression have a shortfall in terms of the aspects mentioned above. With this in mind it is easy to deduce that OXT can play an important role in the regulation of such diseases and may be an asset in the treatment of the symptoms of this diseases. This paper presents an overview of research lines related to this topic and shows how OXT became a promising target for new treatment approaches to mental disorders that are characterized by social impairments.
Descrição: Monografia realizada no âmbito da unidade Estágio Curricular do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas, apresentada à Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
URI: https://hdl.handle.net/10316/40901
Direitos: openAccess
Aparece nas coleções:FFUC- Teses de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato
M_BEATRIZ RAMOS.pdf1.17 MBAdobe PDFVer/Abrir
Mostrar registo em formato completo

Visualizações de página 10

1.182
Visto em 16/abr/2024

Downloads 10

2.167
Visto em 16/abr/2024

Google ScholarTM

Verificar


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.