Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/40614
Title: Comunicação individual e comunicação social: a sua relação com o apoio social, auto-conceito, temperamento e êxito
Authors: Faria, Maria Cristina Campos de Sousa 
Orientador: Serra, Adriano Supardo Vaz
Keywords: Estudantes; Comunicação Pessoal; Auto-Conceito; Temperamento; Apoio Social; Medo do Êxito; Students; Personal Communication; Self-concept; Temperament; Social Support; Fear of Success
Issue Date: Jul-1993
Citation: FARIA, Maria Cristina Campos de Sousa - Comunicação individual e comunicação social : a sua relação com o apoio social, auto-conceito, temperamento e êxito. Coimbra : [s.n.], 1993. Dissertação de mestrado. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/40614
Abstract: É expectável que a relação do Eu com o Eu melhore com a relação do Eu com o Outro(s). Observaremos uma personalidade rodeada de apoio social e de êxito, que sabe lidar adequadamente com as situações do quotidiano. Neste estudo procurámos investigar de que forma o conhecimento pessoal e a interacção que o indivíduo estabelece consigo próprio (autoconceito) está relacionado com a sua capacidade de ter êxito, possuir apoio social e apresentar um temperamento que lhe permita relacionar-se positivamente com os outros (sociabilidade). A amostra é constituída por 277 indivíduos na sua maioria estudantes, sendo 123 do sexo masculino e 154 do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 20 e os 60 anos. Aplicou-se o Inventário Clinico de Auto-Conceito (Vaz Serra, 1985) mais três instrumentos que foram alvo de adaptação para a população portuguesa, de acordo com procedimento habitual, a saber: Escala de EAS de Temperamento para Adultos (A.Buss & R. Plomim, 1984; M.C. Faria, 1993); Escala de Apoio Multi-Dimensional (H.R. Winefield, A.H. Winefield e M Tiggeman, 1992; M.C. Faria, 1993); Escala de Medo do Êxito (Zuckerman e Allison, 1976, M.C. Faria, 1993). A análise da correlação canónica efectuada mostra a existência de duas tendências. Os indivíduos que têm um elevado auto-conceito e que implicitamente, estabelecem uma comunicação intra-individual adequada são pessoas que também apresentam uma comunicação intersocial, pois, relacionam-se facilmente, sabem controlar as suas emoções mostrando-se calmos e não têm medo. São indivíduos que sentem ter apoio social quando necessitam dele; sabem que podem sempre contar, dum modo especial, com a família e amigos íntimos. Estes indivíduos não têm tendência a se avaliarem dum modo negativo, nem a percepcionarem um afecto negativo, bem como, não apresentam uma percepção negativa de competição. Os indivíduos temperamentais, que não sabem comunicar consigo próprios, apresentam um auto-conceito pobre e baixo nível de autoeficácia; parecem ter tendência a serem sociáveis embora sejam facilmente emocionáveis e sensíveis a medos; o que não proporcionará interacções sociais muito gratificantes. Verificou-se que as mulheres da amostra têm maior tendência a serem mais temperamentais do que os homens, já que apresentam elevado grau de emocionalidade e têm mais medos do que os homens. Por outro lado, as mulheres parecem ser mais comunicativas e sociáveis, isto é, estabelecem relações com os outros de um modo mais fácil, pelo que mostram uma sociabilidade mais elevada do que os indivíduos do sexo masculino.
It is expected that the relation of I to I improve the relationship of Self and Other (s). We observe one surrounded personality social support and success, who knows properly deal with everyday situations. In this study we sought to investigate how personal knowledge and the interaction between the individual with himself (self-concept) is related to their ability to succeed, have social support and present a temperament that allows him to relate positively with the other (sociability). The sample consists of 277 individuals, mostly students, with 123 males and 154 females, aged between 20 and 60 years. Applied the Inventário Clinico o Self-Concept (Vaz Serra, 1985) and three more instruments that were subject to adaptation for the Portuguese population, according to standard procedure, namely: Temperament EAS Scale for Adults (A.Buss & R. Plomim, 1984; MC Faria, 1993); Multi-Dimensional Support Scale (R.H. Winefield, A. H. Winefield and M Tiggeman, 1992; M. C. Faria, 1993); Success Fear Scale (Zuckerman and Allison, 1976 M.C. Faria, 1993). The canonical correlation analysis carried out shows that there are two trends. Individuals who have a high self-concept and implicitly provide adequate intrapersonal communication, they are people who also have an interpersonal social communication, therefore, relate to easily know how to control their emotions proved to be calm and not afraid. They are individuals who feel they have social support when they need it. They know they can always rely, in a special way, with family and close friends. These individuals have a tendency to evaluate of a negative way or to perceive a negative affect. They not present a negative perception of competition. Moody individuals, who can not communicate with themselves, have a poor self-concept and low self-efficacy. They seem to have a tendency to be sociable but are easily emotional and sensitive to fears; which does not provide very rewarding social interactions. It was found that the women in the sample are more likely to be more temperamental than men, since they have high degree of emotionality and have more fears than men. Furthermore, women appear to be more sociable and communication, and establish relationships with each other in an easier way, by showing a higher sociability than male individuals.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia, na especialidade de Psicologia da Educação, apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/40614
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Comunicação individual e comunicação social.pdf1.06 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 1

2,796
checked on Sep 23, 2020

Download(s) 5

2,455
checked on Sep 23, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.