Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/392
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorNeves, António Castanheira-
dc.contributor.authorLinhares, José Manuel Aroso-
dc.date.accessioned2008-12-05T11:28:03Z-
dc.date.available2008-12-05T11:28:03Z-
dc.date.issued2001en_US
dc.identifier.citationLINHARES, José Manuel Aroso - Entre a reescrita pós-moderna da modernidade e o tratamento narrativo da diferença ou a prova com um exercício de "passagem" nos limites da juridicidade. Imagens e reflexos pré-metodológicos deste percurso. Coimbra : Coimbra Editora, 2001. 940 p.-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/392-
dc.description.abstractO estudo proposto pretende reconstituir sintomas específicos da exaustão- -superação da concepção moderna da prova jurídica e do equilíbrio epistemológico (e metódico) que a sustenta (mesmo quando recompostos pela new evidence scholarship). Admite reconhecer esses sintomas em dois planos distintos (e nos “cruzamentos” que os inter-relacionam). Naquele (macroscópico) que interpela o horizonte compreensivo de uma tal concepção e que explora assim as possibilidades de uma reescrita pós-moderna da modernidade — enfrentando a narrativa genealógica de Foucault e o pragmatic turn de Lyotard e Welsch, e estes como núcleos de inteligibilidade (e unidade) de um pensamento jurídico pós-moderno. Naquele (microscópico) que opõe à transparência da Ratio-Begründung (prescrita pelo equilíbrio moderno) a complexidade-trama de uma organização narrativa (capaz de “tratar” controvérsias entre histórias rivais) — sendo esta procurada na epistemologia sémio-narrativa da coerência e num diálogo multifacetado com o movimento direito como literatura. O resultado é a exigência de assumir o problema da prova como um processo juridicamente intradiscursivo de composição-invenção de um interdiscurso (que relaciona discursos jurídicos e não jurídicos) e então e assim de o constituir como núcleo exemplar de compreensão do juízo de realização do direito e deste como “matriz-experiência” de uma juridicidade autónoma.en_US
dc.language.isoporpor
dc.rightsembargoedAccesseng
dc.subjectCiências Jurídico-Filosóficasen_US
dc.titleEntre a reescrita pós-moderna da modernidade e o tratamento narrativo da diferença ou a prova com um exercício de "passagem" nos limites da juridicidade. Imagens e reflexos pré-metodológicos deste percursoen_US
dc.typedoctoralThesisen_US
uc.controloAutoridadeSim-
item.fulltextSem Texto completo-
item.languageiso639-1pt-
item.grantfulltextnone-
crisitem.author.deptFaculdade de Direito, Universidade de Coimbra-
crisitem.author.researchunitUniversity of Coimbra Institute for Legal Research-
crisitem.author.orcid0000-0003-1380-5396-
Appears in Collections:FDUC- Teses de Doutoramento
Show simple item record

Page view(s)

239
checked on Apr 1, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.