Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/37122
Title: A Partipação, a Inclusão, a Coesão e a Reabilitação do (ser) Urbano
Authors: Calmeiro, Margarida Relvão 
Gonçalves, Adelino 
Keywords: Reabilitação urbana integrada; Coesão; Participação; Envolvimento
Issue Date: Dec-2016
Publisher: Associação Portuguesa de Adictologia
Abstract: Os territórios urbanos que — mais por conveniência, do que rigor — continuamos a chamar cidade, têm um gene de desenvolvimento inscrito no seu ADN. A sua transformação é uma condição natural da sua existência. Enquanto palco e suporte da vida urbana, a cidade evolui. Se não o fizer, agoniza e perece. Mas não deixa de ser intrigante e, ao mesmo tempo estimulante, que as cidades tenham ganho nas últimas décadas um protagonismo sem precedentes nas agendas internacionais sobre o desenvolvimento mundial quando, na verdade, deixámos de saber o que é a cidade. Passámos para o domínio do urbano e vivemos num “mundo urbanizado sem cidades”. Além disso, a reabilitação ganhou, também nas últimas décadas, igual protagonismo nos programas de política de ordenamento do território e urbanismo. Assim, cabe pensar qual é o objeto da reabilitação quando a sua dimensão é urbana. Ora, a questão da reabilitação não é tanto o objeto, mas antes os objetivos que a orientam enquanto política pública que visa reforçar a coesão urbana, ou seja, corrigir desequilíbrios que têm uma influência estrutural nas dinâmicas desenvolvimento, para que este seja integrado e sustentável. Entendida assim, as suas metodologias aproximam‑se das que são defendidas pela OMS na definição de reabilitação enquanto “...um conjunto de medidas que ajudam pessoas com deficiências ou prestes a adquirir deficiências a terem e manterem uma funcionalidade ideal na interação com seu ambiente...” Mais: os grandes objetivos da reabilitação (dita) urbana podem (e devem) incluir a reabilitação de comunidades desfavorecidas e/ou com comportamentos desviantes, sobretudo quando estas têm uma expressão espacial bem definida no meio urbano. Nestes casos, as perspetivas de desenvolvimento assentam em palavras‑chave comuns.
URI: http://hdl.handle.net/10316/37122
ISSN: 2183-3168
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CES - Artigos em Revistas Nacionais
FCTUC Arquitectura - Artigos em Revistas Nacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Revista Adictologia_N3_2016_#5.pdf240.39 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

260
checked on Jul 15, 2019

Download(s)

26
checked on Jul 15, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.