Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/36738
Title: Propriedades físico-químicas do MTA versus Cimento de Portland
Authors: Martins, Inês 
Orientador: Palma, Paulo
Oliveira, Ângelo
Keywords: MTA; Cimento de Portland; Composição; Propriedades físico-químicas
Issue Date: 2012
Abstract: O agregado de trióxido mineral tornou-se num material de excelência na prática clínica de Medicina Dentária, dadas as suas variadas vantagens em relação aos materiais já existentes. Tendo em conta que apresenta como componente major o cimento de Portland, que partilha a maioria dos seus constituintes e algumas das suas propriedades físicas, tem surgido na literatura a tentativa o de utilizar como seu substituto, de forma a ultrapassar algumas das limitações que lhe estão inerentes. O objetivo deste estudo é fazer uma análise das propriedades físicas e químicas do agregado de trióxido mineral e do cimento de Portland, de acordo com a informação obtida na literatura, avaliando a possibilidade da futura utilização do cimento de Portland em Medicina Dentária. Esta revisão da literatura engloba-se num projeto que visa a purificação de cimento de Portland português, no intuito de desenvolvimento de uma base de um novo cimento para utilização em Medicina Dentária. Para tal, foi realizada uma pesquisa bibliográfica nas bases de dados primárias PubMed e EBSCO com as palavras-chave “MTA”, “mineral trioxide aggregate”, “Portland cement”, “chemical and physical properties” e “composition” e limite temporal de 2000 a 2012, recorrendo-se a critérios de inclusão e exclusão. Procedeu-se também a uma pesquisa manual na bibliografia dos artigos selecionados. De acordo com a informação obtida, concluiu-se que o cimento de Portland apresenta uma composição bastante similar ao agregado de trióxido mineral, exceto pela ausência de iões potássio e presença de óxido de bismuto neste último. Quanto às propriedades, o cimento de Portland apresenta maior percentagem de resíduos e partículas mais heterogéneas e de maiores dimensões, bem como uma menor porosidade, microdureza e resistência à compressão. Em conclusão, embora em diversos parâmetros físicos e químicos haja uma convergência das características dos materiais em revisão, são inequivocamente necessários mais estudos para avaliar a possibilidade da utilização do cimento de Portland purificado como base para o surgimento de um novo material.
Description: Trabalho final do 5º ano com vista à atribuição do grau de mestre no âmbito do ciclo de estudos de Mestrado Integrado em Medicina Dentária apresentado à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/36738
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Med. Dentária - Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Propriedades físico-químicas do MTA versus Cimento de Portland.pdfPropriedades físico-químicas do MTA versus Cimento de Portland1.92 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

739
checked on Sep 20, 2022

Download(s) 20

1,078
checked on Sep 20, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.