Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/36725
Title: Condicionamento dentinário para adesão: caracterização ultramorfológica.
Authors: Sobral, Vânia Daniela Santos 
Orientador: Ramos, João Carlos
Soares, Ana Daniela
Keywords: Adhesives; Self-etch; Primary teeth; Dentin; Universal; SEM
Issue Date: 2014
Abstract: Introdução: A evolução dos sistemas adesivos modificou profundamente a vertente restauradora da Medicina Dentária, alterando os conceitos de preparação de cavidades e possibilitando a realização de procedimentos restauradores mais conservadores. Existem vários são os sistemas adesivos presentes no mercado diferenciando-se essencialmente quanto à composição, forma de apresentação e número passos de aplicação. A sua interação com substratos, é bastante diferenciada e está intimamente relacionada com as características estruturais, morfológicas e histológicas que cada um apresenta. Atualmente, existem dois tipos de sistemas adesivos no que concerne à sua interação com a smear layer: do tipo condicionar e lavar (etch-and-rinse) e auto-condicionantes (self-etch). Os primeiros removem totalmente a smear layer enquanto que os segundos a dissolvem e incorporam na interface adesiva. Adicionalmente, a procura por materiais mais versáteis levou ao aparecimento comercial de sistemas adesivos que podem ser utilizados de ambas as formas denominados universais (“multi-purpose”). Apesar da adesão representar um dos assuntos mais abordados na literatura científica, pouco se sabe a respeito da eficácia dos diversos sistemas em dentes temporários. No entanto, as diferenças químicas, fisiológicas, histológicas e micromorfólogicas existentes entre as duas dentições sugerem que é importante avaliar estes materiais especificamente em dentes temporários. Objetivo: Este trabalho teve como objectivo analisar e descrever o padrão de condicionamento dentinário promovido por diferentes estratégias adesivas ao nível dos dentes temporários e permanentes. Materiais e Métodos: Foram efetuados cortes axiais em dentina coronária de 3 dentes temporários e permanentes armazenados em formaldeído; as amostras foram cortadas no sentido perpendicular ao longo eixo do dente, pela unidade de corte ponto de contacto, na máquina Exackt 300 CL/CP com cortes sequenciais de 1 mm de espessura, e polidos com lixa de água de 360 e 500 de grão, de modo a produzir smear layer; posteriormente foram criados 5 grupos em função da interação com a smear layer: 1- smear layer não tratada (grupo controle); 2- condicionamento com ácido fosfórico a 36% (Conditioner 36, Dentsply) e lavagem com jato de ar e água durante 15 segundos; grupo 3 - aplicação activa de um primer de um adesivo auto-condicionante em dois passos (ClearfilTM Protect Bond); grupo 4 - aplicação activa de um adesivo autocondicionante de um passo (ClearfilTM S3 Bond Plus); e grupo 5 – aplicação activa de um sistema adesivo universal (ScotchbondTM Universal). Nestes dois últimos grupos os adesivos não foram polimerizados de modo a promover a sua remoção. Os cortes foram de seguida desidratados, recobertos e observados por microscopia electrónica de varrimento. A avaliação qualitativa das imagens de microscopia sugere que: o padrão de desmineralização mais agressivo e profundo para ambos os tipos de dentina foi obtido com o ácido fosfórico que promoveu a remoção completa da smear layer. O primer do adesivo autocondicionante de 2 passos proporcionou uma maior dissolução da smear layer e profundidade de desmineralização que o sistema autocondicionante de 1 passo; o adesivo do tipo universal parece ser o que menor desmineralização e dissolução da smear layer produz; a profundidade de desmineralização dentinária e de dissolução da smear layer dos sistemas autocondicionantes parece ser mais acentuada na dentina temporária que na dentina definitiva. Conclusão: Existem diferenças acentuadas na profundidade de desmineralização e de dissolução da smear layer por parte das diferentes estratégias adesivas. O comportamento dos materiais adesivos difere consoante se aplicam em dentina temporária ou definitiva, nomeadamente os sistemas autocondicionantes.
Description: Trabalho final do 5º ano com vista à atribuição do grau de mestre no âmbito do ciclo de estudos de Mestrado Integrado em Medicina Dentária apresentado à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/36725
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Med. Dentária - Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
tese Vania 11 Jul-2 (2).pdftese Vania 11 Jul-2 (2)1.97 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

321
checked on Dec 5, 2022

Download(s) 20

1,203
checked on Dec 5, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.