Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/36609
Title: Perineural invasion in oral cancer: clinical meaning and prognostic value.
Authors: Fernandes, Laura 
Orientador: Costa, José Manuel Borges Nascimento
Dourado, Marília
Keywords: Invasão perineural; Invasão perineural e cancro oral; Carcinoma oral espinho celular
Issue Date: 2012
Abstract: Cancer is currently one of the most common causes of morbidity and mortality, with more than 10 million new cases and 6 million deaths a year. Oral cancer is the eighth of the most diagnosed cancers worldwide, being squamous cell carcinoma responsible for more than 90% of the cases. Oral cancer is the common designation of the subtype of head and neck tumours that can occur in various locations such as lips, tongue, salivary glands, buccal floor and oral mucosa. It is usually very aggressive and difficult to treat and it usually has a reserved prognosis mainly because the diagnosis is made at an advanced stage of the disease. In spite of therapeutic advances, both of surgical therapies and radiotherapy and chemotherapy, the survival rate to 5 years has not changed significantly over the past decades and it is approximately 50%, since in advanced stages of the disease the different therapeutic modalities are ineffective. Therefore, efforts in the research and identification of new therapeutic strategies, as well as the research in order to identify new targets that allow early diagnosis and risk and prognosis factors of this pathology are justified. Perineural invasion (PNI) is one of the factors which, according to the literature, may influence the prognosis and increase the selection of patients who require more aggressive therapy. The aim of this article is to carry out a review of the literature concerning the perineural invasion (PNI) in oral cancer and its clinical significance and prognostic value. It was concluded that the perineural invasion occurs in various human cancers and has long been regarded as a prognostic factor independent of other factors, being regarded as a histological marker of aggressive disease and that may help identify patients with worse clinical course. It can also add important information to classic prognostic parameters. Due to the impact PNI may have on the prognosis and therapeutic decisions its histopathological observation must be part of the routine. PNI, for which there is not a consensus definition yet, is an entity still barely studied and understood with a few contradictions as to its meaning prognosis, which makes its study and understanding a challenge. More studies are needed and with them a better understanding of the mechanisms involved in the PNI. A better knowledge of this entity and later diagnosis of its presence will be an asset enabling the maximization of the therapeutic success and the decrease of the morbidity and mortality associated with oral cancer. Finally it is important never to forget the (importance) significance of early diagnosis of oral cancer. Delays in the identification and recognition of suspicious lesions are responsible for the delay of diagnosis and the advanced stage of the disease at diagnosis with very low survival rates. O cancro é actualmente uma das causas mais comuns de morbilidade e mortalidade, com mais de 10 milhões de novos casos e 6 milhões de mortes por ano. O Cancro oral encontra-se na oitava posição dos cancros mais diagnosticados a nível mundial sendo carcinoma espinhocelular responsável por mais de 90% dos casos. É a designação comum do subtipo de tumores da cabeça e pescoço que pode ocorrer em várias localizações como os lábios, a língua, as glândulas salivares, o pavimento bucal e a mucosa oral. É geralmente muito agressivo e difícil de tratar com prognóstico geralmente reservado, principalmente porque o diagnóstico é feito em fase avançada da doença. Apesar dos avanços terapêuticos, tanto das terapêuticas cirúrgicas como da radioterapia e da quimioterapia, a taxa de sobrevivência, aos 5 anos não se alterou significativamente nas últimas décadas e é de aproximadamente 50%, já que nos estádios avançados da doença as diferentes modalidades terapêuticas são pouco eficazes. Justificam-se, assim, os esforços na pesquisa e identificação de novas estratégias terapêuticas bem como a investigação no sentido de identificar novos alvos que permitam o diagnóstico precoce e factores de risco e de prognóstico desta patologia. A invasão perineural é um destes factores que, segundo a literatura, pode influenciar o prognóstico e potenciar a selecção de doentes que necessitem de terapêuticas mais agressivas. O objectivo deste artigo é efectuar uma revisão da literatura relativamente à invasão perineural (PNI) no cancro oral e o seu significado clínico e valor prognóstico. Concluímos que a invasão perineural ocorre em vários cancros humanos e tem sido considerada como um factor de prognóstico independente de outros factores, sendo considerada como um marcador histológico de doença agressiva e que poderá ajudar a identificar os doentes com pior evolução clínica, e pode adicionar informações importantes aos parâmetros prognósticos clássicos. Devido ao impacto que a PNI poderá ter no prognóstico e decisões terapêuticas a sua observação anatomopatológica deve fazer parte da rotina. A PNI, para a qual ainda não existe uma definição consensual, é uma entidade ainda mal estudada e compreendida havendo algumas contradições quanto ao seu significado prognóstico, o que torna o seu estudo e compreensão um desafio. Mais estudos são necessários e com eles um melhor conhecimento dos mecanismos envolvidos na PNI. O melhor conhecimento desta entidade e posterior diagnóstico da sua presença será uma mais valia permitindo aumentar o sucesso terapêutico e diminuir a morbilidade e mortalidade associadas ao cancro oral. Finalmente é importante nunca esquecer a importância do diagnóstico precoce do cancro oral. Atrasos na identificação e reconhecimento de lesões suspeitas são responsáveis pelo atraso do diagnóstico e pela fase avançada da doença no diagnóstico com taxas de sobrevivência muito baixas.
Description: Trabalho final do 5º ano com vista à atribuição do grau de mestre no âmbito do ciclo de estudos de Mestrado Integrado em Medicina Dentária apresentado à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/36609
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Med. Dentária - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE pronta.pdfTESE pronta354.18 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

234
checked on Jul 9, 2020

Download(s) 50

215
checked on Jul 9, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.