Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/34075
Title: Nutrir em fim de vida, quais os benefícios?
Authors: Soares, Diana Patrícia Santos 
Orientador: Dourado, Marília
Garcia, Rui Filipe Dias
Keywords: Suporte nutricional; Cuidados paliativos; Cuidado em fim de vida; Suspensão de tratamento
Issue Date: Mar-2016
Abstract: A prevalência das doenças crónicas, o aumento da esperança média de vida e o consequente envelhecimento da população têm vindo a alterar a organização dos diversos sistemas de saúde e o direcionamento de recursos humanos e financeiros. Desta forma, surgiu a necessidade de cuidados direcionados a doentes com patologias crónicas, avançadas e progressivas, com foco principal no controlo de sintomas, no conforto e na promoção da qualidade de vida, para aqueles fora das possibilidades de cura. Para estes, os cuidados paliativos têm sido a resposta, tanto para os doentes como para as suas famílias, a quem são prestados cuidados globais, suporte psicológico, apoio espiritual, alívio da dor e de outros sintomas e apoio ao luto. A nutrição assume um papel fulcral no dia-a-dia de qualquer indivíduo, e em fim de vida a sua importância destaca-se pelas questões clínicas e éticas que levanta. Há algumas perguntas e dúvidas que continuam sem resposta: Quais os benefícios associados à nutrição em fim de vida? Quais as complicações relacionadas com a nutrição? Quais as indicações de implementação de nutrição artificial? Será vantajoso, do ponto de vista clínico e ético, a suspensão da nutrição? A presente revisão pretende fazer uma reflexão crítica sobre o conhecimento atual acerca da nutrição em cuidados paliativos e intervenção nutricional em fim de vida, abordando os benefícios e o seu significado fisiológico, social e psicológico. Para isso, foi realizada uma pesquisa bibliográfica referente a esta área, em artigos científicos e artigos de revisão no banco de dados da PubMed e Medline, publicados em Português e Inglês, entre 2000 e 2016. Abordar-se-ão algumas questões relacionadas com os tipos de nutrição e hidratação, as questões éticas que acompanham o cuidado nutricional em cuidados paliativos, as vantagens e desvantagens da suspensão da administração nutricional e, por fim, a definição de um plano nutricional individualizado. Nesta fase da doença, a nutrição deve ser compreendida como forma de obtenção de maior qualidade de vida dos doentes. Assim, todas as decisões deverão ser tomadas pela equipa de saúde, doente e família, de forma a respeitar os desejos do doente, os objetivos traçados, maximizando os seus benefícios e prevenindo o surgimento de complicações. The prevalence of chronic disease, the increased life expectancy and the consequent ageing of the populations have been changing the organization of several heath systems and the directioning of the financial and human resources. Therefore, emerged the need for a targeted care oriented to patients with chronic, advanced and progressive diseases focusing on symptoms control, comfort and promoting quality of life for terminal patients. For those, the palliative care has been the sollution, for patients and their families, for whom are provided global care, psychological and spiritual support, pain relief, symptoms improvement and mourning support. Nutrition plays a key role in a daily life of any individual, and, in the end of life, its importance stands out by clinical and ethical issues that it raises. There are some questions and doubts that remain unanswered: What are the benefits associated with nutrition in the end of life? What are the complications related to nutrition? What are the indications for implementation of artificial nutrition? Is it advantageous, on a clinical and ethical point of view, to withdraw nutrition? This literature review pretends to make a critical reflection on the current knowledge about nutrition in palliative care and their physiological, social and psychological significance. For this, a bibliographic research has been done, through scientific articles and review articles in the database of PubMed e Medline, published in portuguese and english, between 2000 and 2016. Several subjects will be discussed mainly related to the types of nutrition and hydration, the ethical issues that accompany the nutritional intervention in palliative care, the advantages and disadvantages of the withdrawal of the nutritional support and, finally, the definition of an individualized nutritional plan. At this stage of the disease, nutrition must be understood as an important matter to improve these patient's quality of life. Thus, all decisions should be taken by the healthcare team, the patient and family, in order to respect the patient's wishes and goals, maximizing its benefits and preventing the arise of complications.
Description: Trabalho de revisão do 6º ano médico com vista à atribuição do grau de mestre (área científica de cuidados paliativos) no âmbito do ciclo de estudos de Mestrado Integrado em Medicina.
URI: http://hdl.handle.net/10316/34075
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese_Mestrado_FinaL_DianaSoares.pdfTese_Mestrado_FinaL_DianaSoares962.77 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

488
checked on Jul 9, 2020

Download(s) 10

1,755
checked on Jul 9, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.